[Resenha] Sem clima para o amor, de Rachel Gibson @Jardim dos Livros

Título: Sem clima para o amor
Autor: Rachel Gibson
Lançamento: 2006
Páginas: 308
Gênero: Literatura Estrangeira / Romance
Editora: Jardim dos Livros

Sinopse: Sem Clima para o Amor é um livro divertido, daqueles que te faz suspirar. A principal personagem, Clare Wingate é assim, uma hora sofre porque o vestido pink não será mais usado, num outro momento pega o namorado em posição constrangedora com outro homem e depois, quando decide dar uma trégua e se dedicar apenas ao trabalho, encontra o amigo de infância, Sebastian Vaughan. Os beijos são inesquecíveis e ela não tem vontade de ir embora.

Todos vocês sabem o quanto eu gosto da Rachel Gibson. Como falado em um post que fiz sobre minhas autoras favoritas do gênero chick-lit, Rachel acabou entrando na lista. Já tendo lidos três livros da autora, resolvi arriscar mais uma vez e ler este, mas devo dizer que infelizmente minha experiência com essa obra não foi a das melhores.

Clare Wingate tem a vida perfeita. Além de ser rica e trabalhar como escritora de romances de época, coisa que ela ama fazer, ela tem o noivo dos sonhos. Mas todo seu mundo rói quando ela encontra seu noivo em uma posição muito constrangedora com outro homem. Suas convicções sobre o homem perfeito vão por água abaixo e Clare já não sabe mais em quê acredita. Se não bastasse ser traída, ainda tinha que ser traída com outro homem.
Disposta a esquecer, Clare bebe todas em um bar e quando acorda descobre que está na cama de Sebastian Vaughan, um conhecido de sua infância. Achando que ela ficou com ele estando bêbada, Clare faz de tudo para esquecer o ocorrido. Porém, isso parece se tornar cada vez difícil já que Sebastian resolveu começar a visitar seu pai Leo, que trabalha como jardineiro na casa da mãe de Clare. E agora, como ignorar Sebastian e o desejo que sente por ele?

A história e a premissa realmente são boas, então elas tinham absolutamente tudo para encantar meu coração não fosse pelo começo lento demais. A narrativa é dividida entre Sebastian e Clare na primeira pessoa, mas se não bastasse isso, a autora focou demais em seus sentimentos e emoções deixando o começo do livro maçante e árduo demais para eu ler. Sebastian é jornalista e já viu de tudo de mais cruel já que é especializado em guerras e conflitos. Após a morte de sua mãe, ele resolve que precisa melhorar seus laços com seu pai, que realmente nunca foram bons. Quando crianças, ele e Clare brincavam juntos mas como ela sempre tinha que ser uma boa menina aos olhos de todo, Sebastian sempre queria atiçá-la e irritá-la.
Clare cresceu sob as asas do dinheiro mas diferentemente de algumas mulheres mimadas, ela resolveu ser escritora o que não agradou sua mãe. O rompimento do noivado deixou seus sentimentos confusos já que ela nunca tinha percebido que seu noivo poderia ser gay. Por isso, ela está mais do que disposta a focar em sua carreira e deixar o amor de lado. Só que Sebastian a deseja e fará de tudo para ultrapassar essa barreira. 
Fonte: Juro Valendo
Foi somente após o meio da história quando Clare enfim começa a se envolver com Sebastian que o livro começou a me agradar. De resto, achei tudo meio parado e sem graça demais. Os personagens são bem construídos mas eu não consegui me conectar com nenhum deles. Rachel soube dosar o romance muito bem com toda a trama do livro, mas fora isso, a trama toda é um clichê só. O final também foi bastante corrido, parece que a autora queria fazer com que ambos ficassem juntos logo e fez tudo rápido demais. Acho que apreciaria mais a obra se ela tivesse desenvolvido mais essa última parte.
De todo, o livro não foi ruim. Me diverti com os comentários sarcásticos dos personagens mas eu descreveria esse livro como maçante, sem contar que de todas as obras da autora, este foi o que menos gostei. Se você quiser arriscar a leitura mesmo assim, fique a vontade. Para quem ainda não conhece a narrativa da Rachel, não tente começar por este livro. Com certeza você vai encontrar outas obras melhores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 thoughts on “[Resenha] Sem clima para o amor, de Rachel Gibson @Jardim dos Livros

  1. Oi, Mi. Eu li sem ler resenha alguma mas não me surpreende que esse tenho sido muito criticado, mas se pensarmos bem, o livro foi lançado em 2006, então tem 10 anos haha qualquer coisa é porque estamos ficando céticas demais.

@blogcapitulotreze

Livros baseados na história de Cinderela Por quê você precisa assinar o Amazon Prime? 8 motivos para assinar o Kindle Unlimited Todas as edições de Harry Potter publicadas no Brasil Como economizar na hora de comprar livros?