Ele vivia na solidão do passado… Mas não tardaria para o presente invadir seus dias!
Abandonado pelos pais e separado dos irmãos, Ryan Devaney jamais deixou que alguém se aproximasse demais. Afinal, as pessoas não ficavam por muito tempo Mas sua sorte muda quando a porta de seu bar irlandês é escancarada por uma ruiva intensa e apaixonada pela vida. Maggie O’Brien decide que chegou a hora de derrubar de uma vez por todas a muralha de gelo em torno do coração de Ryan. Ele insiste em afirmar que não acredita no amor, mas o sorriso radiante e o toque carinhoso de Maggie fazem com que mude de ideia pouco a pouco. Um espírito solitário que encontra conforto… O despertar de sonhos há muito esquecidos… Ryan se dá conta de todo o tempo perdido e agora seu maior desejo é reencontrar os irmãos. Mas ele estaria pronto para aceitar o desafio de Maggie, e reservar dentro dele um lugar destinado ao amor dela – para sempre?

Romance | 256 páginas | Editora Harper Collins
Antes de começar a resenha, vocês devem ter percebido que mudei o layout do blog mais uma vez. Porém, dessa vez eu não fiz porque queria, mas tive um problemão com aquele meu layout, alguma coisa com o html que mudou as configurações, e tinha algumas partes que  não estava querendo clicar, inclusive receber comentários, já fazia um tempo que estava tentando arrumar, mas não consegui e infelizmente acabei perdendo ele todinho. Na correria para encontrar um logo, acabei ficando com esse. HAHA ENFIM! Erros técnicos, então me desculpem.
Voltando a resenha…
Foi meu primeiro contato com a autora Sherryl Woods e fiquei muito feliz por ter começado as obras dela com o pé direito. Apesar de não ter gostado muito da capa desse livro, e ficar achando que a história seria fraca, eu me diverti muito com um enredo fofo, simples e romântico.
Ryan Devaney foi abandonado aos 9 anos pelos seus pais, que simplesmente deixou ele e os dois irmãos mais novos, e acabaram fugindo com as irmãs gêmeas de apenas dois anos. Infelizmente o serviço social acabou separando os irmãos, e assim Ryan se viu crescendo em meio a tantos problemas e lares de adoção. Depois de um período problemático, agora com pouco mais de 30 anos, Ryan tem um bar escocês na cidade de Boston. Mesmo agora resolvido na vida, Ryan ainda tem seu coração guardado a sete chaves, já que sente um grande medo de ser abandonado outra vez, por isso seus casos são passageiros e raramente ele se interessa por alguma mulher, isso até conhecer Maggie O’Brien.
Maggie acabou entrando no bar de Ryan após ficar sem gasolina enquanto retornava a casa de seus pais para o Dia de Ação de Graças. Com a ajudinha do padre local que também é amigo de Ryan, ela acaba ganhando uma carona dele para casa, e são estes poucos minutos ao lado dele que fazem com que Maggie se sinta muito conectada a este belo descendente escocês.
Minha autoria
Disposta a conquistá-lo mesmo sabendo que não será fácil, Maggie começa a aparecer no bar, também no abrigo onde Ryan vai de vez em quando, sempre se mostrando prestativa em relação a ele. Mas será que as investidas dela quanto a Ryan farão com que ele se entregue?
O que eu mais gostei nesse livro foi dos personagens, que foram bem construídos e apresentados. Apesar de ter sido abandonado, Ryan não é aqueles boys mimizentos, na verdade ele não mostra nada disso, tem uma casca dura por fora e por isso talvez ele precisa se perdoar, já que até hoje ele se culpa pelo abandono dos pais. A questão dos irmãos de Ryan também são trabalhadas, já que Ryan nunca sentiu coragem suficiente para procurar nenhum deles, mas assim que Maggie aparece em sua vida, Ryan começa a repensar algumas questões que ele nem sequer considerou.
Minha autoria
Maggie é uma ótima personagem, com certeza a que rouba atenção nas páginas do livro. Sendo também descendente de escocêses, ela tem cabelos ruivos e uma determinação ferrenha. O fato de Ryan ser complicado torna-se combustível para ela seguir correndo atrás dele. Sem contar que sua família, que por sinal tem grande participação na obra, é daquelas que sabem apoiar, ao mesmo tempo que aceita qualquer outra pessoa que precisa ser acolhida, incluindo Ryan.
A narrativa da autora é simples e bem leve, o livro todo é assim, não tem grandes discussões e temas a não ser o próprio personagem Ryan que precisa descobrir o amor e superar a perda da família. Eu adorei a história e já fiquei feliz sabendo que esse livro faz parte de uma série, que vai contar a história de todos os irmãos Devaneys. Já estou no aguardo ❤

A propósito, feliz Natal meus queridos! Que Deus sempre possa abençoar e iluminar todos vocês. ❤❤❤

Minha autoria
Posts criados 1379

12 comentários em “Um lugar para o amor – Sherryl Woods | Resenha

  1. Achei a premissa do romance deles um pouco previsível, mas a história de vida de Ryan me deixou curiosa; toda essa questão do abandono misterioso e a procura dos irmãos. Também achei interessante mostrar o ponto de vista de todos os irmãos na série.

  2. Tenho esse livro em ebook para ler, está na minha lista de espera, a capa da edição que tenho é bem diferente, parecem até dois livros bem diferentes eheh.
    Já eu não me importo nada com clichés, gosto muito, não fosse o meu autor preferido o rei deles, Nicholas Sparks 😀

    MRS. MARGOT

Deixe um comentário para Nessa Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

Livros com músicos 5 motivos para ler Bone Crier’s Moon 5 autoras de romance de época para conhecer Compre agora o novo Kindle Paperwhite! Músicas para quem ama o universo de League of Legends