A família King está de volta à cidade.E Evangeline percebe rapidamente que mesmo depois de dez anos, todos eles ainda a odeiam. Principalmente Matthew.Mas ela guarda um segredo que pode mudar tudo.
Quando o passado retorna, nenhum segredo está a salvo.

A Juliana Dantas liberou um box no kindle com três de seus livros que eu ainda não havia lido, e como eu adoro a escrita da autora, eu resolvi embarcar nessas leituras. O primeiro deles é Cinzas do passado, que conta a história de Matthew Evangeline.
Os dois se envolveram no passado mas o que começou de forma inocente terminou de maneira muito ruim, culminando em duas pessoas magoadas e Matthew saindo da cidade para nunca mais voltar. Ao menos era o que Evangeline esperava, agora dez anos depois, a notícia é que a família King resolveu passar o verão na antiga mansão e que Matthew está entre eles, e que inclusive ainda a odeia.
A pequena cidade onde vivem não evitará um possível confronto entre os dois, mas o que Evangeline espera é que Matthew não descubra seu mais terrível segredo, algo que poderá mudar a vida de ambos definitivamente.
Cinzas do passado não tem um enredo original, a obra me lembrou algum dos romances da Rachel Gibson: cidadezinha pequena, reencontros, segredos escondidos… ok, isso não é nenhum problema até porque eu adoro esse tipo de enredo e estava curtindo tudo até algumas coisas me deixarem com um pé atrás. Isso porque Evangeline está noiva de outro cara, então eu já sabia que teríamos um possível triângulo amoroso na obra. Só que é óbvio que a personagem não quer se casar com o outro cara, ela só tá com ele por gratidão por ele tê-la ajudado todos esses anos. Então o mínimo que eu esperava é que ela fosse sincera consigo mesma e com o tal noivo e contasse tudo o que estivesse sentido. Só que não. A personagem enrolou horrores para assumir seus sentimentos, o que só adiou o inevitável e trouxe mais mágoas ainda para sua relação com seu amigo. Além disso ela praticamente saiu de um noivado para entrar em outro, o que também não me convenceu nem um pouco, sejamos sensatos.
Entretanto, apesar dessa característica da personagem que eu não gostei, eu consegui me conectar com ela e entender suas dores. Evangeline teve que amadurecer muito rápido e isso cobrou um alto preço dela, mas sua gentileza e suavidade para lidar com a vida não foram drenados. De modo geral, a personagem é uma mulher muito forte e cheia de garra, mesmo com todas as inseguranças que precisa lidar. 
Matthew foi um personagem que também gostei de cara. A princípio ele se mostrou ressentido e cheio de mágoas, mas com o passar do tempo ele vai deixando que esses sentimentos ruins caiam e sua verdadeira essência venha à tona. Adorei ele e a forma como lidou com todas as adversidades, apesar de que algumas decisões que tomou não terem me agradado.
Os capítulos são intercalados em passado e presente, e vamos conhecendo como foi a interação desses dois há dez anos. Eu gostei muito da história, mas não curti como ela foi desenvolvida somente pela questão do tal noivo da Evangeline, mas fora isso foi uma leitura bastante gostosa, apesar de ter muito drama. Outra coisa que eu não gostei foi a capa, que apesar de ser bonita não tem absolutamente nada da trama, mas ok. Eu indico para quem gosta de romances!

Cinzas do passado | 382 páginas | Editora Amazon | Nota: 3,5/5

Posts criados 1379

6 comentários em “Cinzas do passado – Juliana Dantas | Resenha

  1. Feliz 2020 a você. Muito obrigado por ter me ouvido sobre o Adsense. Agora está tudo muito lindo de se ver.
    Muitas felicidades. Quanto à obra, não parece ser o tipo de leitura que busco logo de cara, mas gosto de ler o que as pessoas acham. Acho interessante as pessoas comentarem do que leram.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

5 motivos para ler Bone Crier’s Moon 5 autoras de romance de época para conhecer Compre agora o novo Kindle Paperwhite! Músicas para quem ama o universo de League of Legends Spoiler: 3º ato de Arcane