Blood & Honey – Shelby Mahurin | Resenha

The stakes are higher. The witches are deadlier. And the romance is red-hot. The eagerly anticipated sequel to the New York Times and Indiebound bestseller Serpent & Dove is perfect for fans of Sarah J. Maas.

Lou, Reid, Coco, and Ansel are on the run from coven, kingdom, and church—fugitives with nowhere to hide.

To survive, they need allies. Strong ones. But as Lou becomes increasingly desperate to save those she loves, she turns to a darker side of magic that may cost Reid the one thing he can’t bear to lose. Bound to her always, his vows were clear: where Lou goes, he will go; and where she stays, he will stay.

Until death do they part. 

Após terem matado o arcebispo e salvado Lou, o grupo improvável formado por ela, Reid, Coco, Madame Labelle, Ansel e Beau se escondem em La Forêt des Yeux, enquanto tentam formular um plano para matar de vez Morgane.

Lou acredita que só conseguirão fazer isso se conseguirem mais aliados e usarem magia, o que implica em Reid desenvolver a sua, o que é um grande problema entre eles já que Reid não quer, de maneira nenhuma, usá-la. Esse impasse perpetuará boa parte do livro, já que Lou, cada vez mais letal e imprevisível, terá momentos tenebrosos com o uso de magia e Reid, ao ver sua jovem amada ser controlada por ela, fará de tudo para não precisar usar a sua. 

É por isso que eles resolvem correr atrás de aliados. Divididos em grupos, eles vão atrás de La Voisin, uma bruxa de sangue e tia de Coco, e entram no pântano a procura de Blase, líder do loups garous. Essa busca resultará em várias lutas, algumas surpresas e personagens novos, que farão parte da jornada contra Morgane. 

A respeito dos personagens, vemos que Lou está mais endurecida. Tendo o segredo revelado de que é uma bruxa, ela não se preocupa mais em se conter no uso de magia. Cada embate com seus inimigos pode ser letal, visto que Lou está cada vez mais sendo levada pelos sentimentos e emoções, que podem ser muito voláteis.

Reid, apesar de se descobrir bruxo, continua no lenga-lenga de não aceitar seu destino. Até quase o final do livro ele não aceita usar magia e ainda possui um certo preconceito com ela, reforçado pelos episódios descontrolados de Lou, claro. Mas dá pra perceber o quanto o personagem se desenvolveu ao longo da história e comparado ao primeiro livro. Apesar das incontáveis brigas com Lou, os momentos íntimos entre eles são os mais fofos de toda a obra.

Madame Labelle só está aqui para colocar mais farpas no relacionamento já conturbado de Reid e Lou. Quanto mais o tempo passa, mais dúvidas nascem a respeito um do outro e a mãe de Reid o ajuda na confusão soltando palavras venenosas da nossa mocinha. Resta saber se Reid seguirá firme e forte no encalço de sua amada.

Ansel e Beau… de maneira prática, ambos são pouco úteis na jornada de Lou, porém estão ali para trazerem mais leveza em alguns momentos. Beau continua preguiçoso e possui poucos momentos de bravata, mas é divertido. Já Ansel tem uma ansiedade de se provar e mostrar que mais do que uma criança. Seus sentimentos por Coco somente crescem e isso também pode ser uma vesga em seu relacionamento com todos.

Coco continua maravilhosa. Ainda sabemos pouco da personagem mas sua amizade com Lou segue firme e forte, mesmo após alguns percalços. Eu adoro o quão forte e destemida ela pode ser, e espero que no terceiro livro ela apareça cada vez mais.

Eu vi algumas pessoas reclamando do ritmo da trama, mas eu não tive esse problema. Na verdade a leitura fluiu muito bem, e eu estava ansiosa e com receio de terminar porque sabia que sentiria saudades. E foi o que aconteceu. O final é imprevisível e conta com uma morte bastante sentida, que me fez ficar muito na bad. Além disso a autora deixa um gancho para o último livro que me deixou de cabelo em pé, louca para saber o que vai acontecer.

De forma geral, Blood & Honey foi tão incrível para mim quanto o primeiro livro. A escrita da autora é muito fácil e você se sente parte do enredo. Eu amei rever Lou e Reid, e continuo mais apaixonada por estes dois. Super recomendo!

Serpent & Dove #2 | 547 páginas | Editora HarperTeen

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 thoughts on “Blood & Honey – Shelby Mahurin | Resenha

  1. aaaaa, estou agradecendo a você desde há dias por sempre postar esse livro. Sou uma pessoa que não lê tantas fantasias, preciso de um empurrão BEM FORTE pra começar HAHAHAH
    Que surpresa maravilhosa foi o primeiro livro. Amo histórias com bruxas, vampiros, lobisomens, então já comecei meio cativada. Mas não tem o que dizer do livro, é bom do início ao fim, te prende, te faz querer mais, tô apaixonada mesmo. E claro que vou partir para o segundo e continuar acompanhando essa aventura dessa mulher LOUCA, LINDA E MARAVILHOSA e desse homem FOFO, QUIETINHO E APAIXONANTE.
    Adorei a resenha, aumentou ainda mais a minha curiosidade.

  2. Oi Mi, sua linda, tudo bem?
    Eu fico babando quando alguém consegue ler um livro em inglês, acho inspirador. Como não é o meu caso, fico só aguardando as editoras publicarem por aqui, risos.. Achei a paleta de cores da capa muito bonita. Não conhecia essa série, mas gostei por envolver magia e fiquei curiosa com o motivo da personagem não querer usar seus poderes. Sua resenha ficou ótima!
    beijinhos.
    cila.
    https://cantinhoparaleitura.blogspot.com/

@blogcapitulotreze

Rankeando os livros da série Bridgerton 10 livros mais abandonados pelos leitores de acordo com o Skoob Como melhorar seu inglês em pouco tempo 5 cafeterias para conhecer em Brasília Romances de época para ler!