Andressa estava vivendo um sonho ao casar-se com o amor da sua vida. Porém, pouco depois ela descobriu que Rodrigo tinha uma doença que foi se agravando com o tempo, e meses antes de dar à luz à primeira filha do casal, ela se via viúva.

Sem família e sem alternativas, Andressa passou a morar na casa da sogra Glória, e acreditava piamente que a mulher a acolheria como tinha dito ao falecido marido. Mas as coisas não foram bem como ela havia imaginado… Um ano e meio depois, Andressa é quase uma escrava de Glória, trabalhando dia e noite para conseguir manter o teto sobre si e sua filha.

Mas a sorte dela está para mudar quando Ian Brassard, o herdeiro do império Brassard, está de volta a cidade após quatro anos fora. Ian precisa casar-se antes de assumir o cargo que fora do pai, e para isso, ele promove um baile de máscara afim de conhecer uma possível candidata.

Como um bom enredo de Cinderela, Andressa com a ajuda de suas fadas madrinhas, consegue um convite e uma roupa para ir ao tal baile. Lá ela passa despercebida por Glória e suas filhas, mas acaba chamando a atenção de Ian.

Em apenas algumas horas eles acabam criando uma forte conexão. Ian também é viúvo e ainda lida com a tristeza de ter perdido a esposa e o filho recém-nascido em um acidente, e apesar de ter que se casar novamente, ele não quer romance e muito menos amor. É por isso que Andressa é a opção perfeita para ser essa esposa. Ele poderia acolher ela e sua filha com o preso do seu sobrenome.

Só que os planos para este casal podem ter uma grande reviravolta chamada Glória, que está disposta a tudo para se vingar da família Brassard, e não hesitará em usar Andressa para isso.

Eu amo demais contos de fadas, ainda mais se é releitura de Cinderela, então o livro já me fisgou por causa disso. Colocou bebê no meio, é certeza que vou amar, e aqui não foi diferente.

O livro tem tantas nuances de contos de fadas que eu até me perdia um pouco no tempo da obra porque achava real que estava no conto original, mas é claro que a autora nos traz algumas cenas quentes e reviravoltas para quebrar isso.

Amei a construção da Andressa mas às vezes queria dar um tapão nela para ser mais firme com os abusos de Glória, principalmente quando a mulher era extremamente petulante e sem noção. Faltou um pulso mais firme? Sim, mas eu entendo também a posição frágil que ela se encontrava, ainda mais sem dinheiro e tendo que cuidar de uma bebezinha.

E olha… as coisas que a Glória faz são absurdas! Andressa é quase literalmente uma escrava, trabalha pra caramba, não tem descanso, não pode sair pra tomar um ar, não tem amigos fora da casa e ainda por cima mora num sótão minúsculo com a bebê… é aquele tipo de situação que te deixa revoltado ao longo da leitura.  

E foi por isso que eu dei graças a Deus quando o Ian surgiu na vida dela. Um homem terno, carinhoso, que estava disposto a levar as coisas tranquilamente. O relacionamento deles começa de uma forma branda e depois fica mais intenso, e foi maravilhoso acompanhar isso. Ian também possui umas rugas de tensão com o pai por conta de problemas no passado, que vão sendo resolvidas ao longo da leitura, mas acho que a morte de sua esposa e filho ficou meio raso porque a autora não explica muito bem o que aconteceu.

O livro é gostoso demais para ler e perfeito para qualquer momento. Eu li em poucas horas e me emocionei bastante. Recomendo!

Uma promessa à meia-noite | 238 páginas | Publicação Independente

24 anos. Ama escrever e falar pelos cotovelos.
Posts criados 118

7 comentários em “Uma promessa à meia-noite – Bia Carvalho | Resenha

  1. Olá, Miriã.
    Mais uma dica que estou pegando aqui no seu blog. Amo releituras da Cinderela e claro que já quero ler, inclusive já coloquei no KU hehe. E pela capa nem ia adivinhar que era essa história, ainda bem que li a resenha hehe.

    Prefácio

  2. Oi Miriã, tudo bem?
    Também adoro releituras!
    Nesse caso ainda tem um bebê pra deixar a vida da “Cinderela” mais complicada.
    Mas é um ponto bem importante, já que muitas mães se sacrificam pra cuidar de seus filhos sozinhas.
    Gostei da dica!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

Deixe um comentário para Silvana Crepaldi Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

Compre agora o novo Kindle Paperwhite! Músicas para quem ama o universo de League of Legends Spoiler: 3º ato de Arcane Músicas com representatividade LGBTQ+ Bully Romance: o que é + indicações