Indicação de livros safados, românticos e divertidos

Não é amor – Ali Hazelwood

Definitivamente” Não é amor” é um dos livros mais diferentes da Ali Hazelwood. Apostando no seu primeiro romance erótico, a autora entrega o famoso clichê de romance proibido de escritório com personagens opostos que tem tudo para conquistar nosso coração.

Anúncios

Rue é uma engenheira química que tem muita dificuldade em se relacionar com outras pessoas, motivo pelo qual ela tem apenas duas amigas e recorre a aplicativos de namoro para encontros casuais. É em um desses que ela conhece Eli, um homem sexy e obstinado. Eles marcam de se encontrar, mas a noite acaba quando o irmão encrenqueiro de Rue aparece do nada.

Seguindo sua regra de nunca repetir um encontro, ela acredita que nunca mais irá ver Eli na sua vida. Mas, na manhã seguinte, logo se surpreende quando descobre que a empresa que ele é sócio está querendo comprar a Kline, a empresa de tecnologia onde ela trabalha.

De lado opostos dessa batalha, Rue sabe que não pode se envolver com Eli de nenhuma forma, mas vai ser impossível resistir à enorme atração que sente por ele.

Anúncios

Eu gostei muito da forma como a Ali construiu a história de Não é amor. Não acredito que seja o melhor trabalho da autora até o momento, mas para um primeiro contato com um gênero novo, acho que ela se saiu melhor do que com Noiva. O que mais amei aqui foi a leveza da história. Por não ser totalmente focado nas áreas STEM, esse livro foi o mais fácil de absorver, pois não é cheio de detalhes e termos científicos difíceis, mas é claro que a Ali deixaria sua marca característica na história ao abordar a profissão da mocinha e o tema das patentes de pesquisa.

Rue é uma personagem que alguns podem se identificar ou não. Por ser uma pessoa tão reservada e ter algumas excentricidades, ela pode ser difícil de entender. Mas eu não tive esse problema, pelo contrário, a achei bem divertida e ela despertou uma certa empatia em mim. Já Eli é o completo oposto. Fofo, divertido e amigável, ele de cara te conquista e sustenta quase boa parte desse relacionamento. É o tipo de pessoa que faria tudo pela mocinha e aqui ele não me decepcionou.

Mesmo focado mais na parte sexual, as cenas quentes demoram um pouco para acontecer. E as primeiras são um tanto mecânicas e sem emoção, mas depois as coisas vão esquentando e ficando mais sensuais à medida que os personagens vão se conhecendo.

Anúncios

O plot é um tanto previsível e lembra outro livro da autora, mas isso não estragou em nada a leitura. Foi uma experiência bem gostosa e que me deixou apaixonada, recomendo!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Plugin WordPress Cookie by Real Cookie Banner
Rainha das Lágrimas, o novo drama coreano da Netflix Livros, aparelhos e kindle unlimited, confira algumas ofertas da Black Friday Vermelho, branco e sangue azul, o novo filme queridinho dos leitores Um livro para cada era da Taylor Swift Livros para quem amou a série Rainha Charlotte