Olá pessoas, como vão? Eu estava procurando novos blogs para seguir e acabei encontrando alguns com conteúdos muito legais e um deles tinha uma tag que me fez ficar louca para fazer. A tag se chama Inês Brasil e eu a vi no blog Família Literária. A tag foi passando de blog para blog e por isso no fim do post vou indicar alguns blogs para fazê-la se quiserem.

A propósito, quem tiver ou conhecer um blog que queira me indicar para seguir, deixe aí nos comentários o link que eu vou dar uma olhadinha. Vamos começar então?

1. “Alô, alô, vocês sabem quem eu sou?”: Um livro que merecia mais destaque.
Apesar da Meg Cabot já ter escrito muitas coisas, Ela foi até o Fim foi o livro que mais gostei dela e que realmente valeu a pena ler. Claro que as outras obras são ótimas, mas eu queria que tivessem dado um destaque maior a essa obra também porque ela foi realmente escrita de uma forma legal, o enredo todo é interessante e envolvente e me cativou bastante. É um livro muito bom mesmo e eu super indico.

2. “Não tenho pena, quem tem pena é galinha.”: Um personagem que você não suporta ou uma morte que você adorou ler.
Existe personagens que mesmo sendo do bem você não vai com a cara e a Heaven, da série Os Imortais é uma dessas personagens. Peguei antipatia com ela assim que a primeira narrativa sobre ela entrou em cena. Ela é muito negativa, dramática e sempre quer chamar a atenção pra ela. Ainda por cima quando ela virou vampira, ficou achando que o mundo girava em torno de sua existência e ficou mais insuportável ainda. Ainda bem que morreu.

3. “Olha, não me arrasa não.”: Um livro que te deixou arrasado.
Pense na raiva de uma pessoa que lê uma série de 13 livros para no último livro não definirem o final. EXATO! O Fim, último livro da série Desventuras em Série me arrasou completamente porque eu estava esperando o final feliz, a resposta pra todas as perguntas, a resolução dos casos e o maldito fim das desventuras – óbvio, o livro se chama O Fim -. Mas acabou que o autor deixou um final em aberto, com aquele ar de “O que realmente aconteceu?”. Fiquei bastante triste e arrasada com isso.

4. “Seria um sonho?”: Qual livro você mais deseja ter na sua estante?
Minha Wishlist só vem crescendo de cá pra lá nesse mês de Abril, mas eu quero muito ler o livro físico de A Rainha Vermelha porque eu me apaixonei pela capa do livro. Ela é muito linda! 

5. “Então segura a marimba aí, monamur.”: Qual plot twist que você não superou?
Um dia foi aquele livro que me fez pensar em finais felizes e ter esperança durante a leitura inteira de que tudo ficaria bem. Aí já quase no fim do livro, o autor me vem com um balde de água fria que me deixa extremamente arrasada. Chorei por vários dias depois que terminei de ler.

6. “Munique, manda ele sair daqui.”: Um livro ou autor que você não pretende reler.
A Aposta da Vanessa Bosso foi literalmente uma aposta para mim. Eu achei que o livro seria muito legal mas infelizmente não gostei tanto assim e não voltaria a lê-lo, mas é claro que estou aberto a novas obras da autora, afinal acho que devemos dar sempre uma segunda chance.

7. “Eu nem entendi um pouco direito.”: Um livro do qual você não entendeu nada ou um livro que termina em aberto.
Apesar de ter amado os livros da Raibow Rowell, eu acho que Eleanor & Park teve um final muito a desejar e torço para que ela se compadeça de nós leitores e escreva uma continuação porque ele ficou em aberto e bastante incompleto. Fiquei muito insatisfeita.

8. “Me chama que eu vou!”: Quem você indica para responder a TAG?
Arquivo Passional – Palácio de Livros – Estante Diagonal 

Posts criados 1379

2 comentários em “Tag: Inês Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

A moda presente nos romances de época Autores nacionais para conhecer Um clichê, um livro Conheça os contos de Blackout Review: Um amor desastroso