[Resenha] Stripper, de Kelli Ireland @Harlequin Brasil

Título: Stripper
Autor: Kelli Ireland
Lançamento: 2015
Páginas: 224
Gênero: Romance
Editora: Harlequin Brasil

Sinopse: Prazer antes dos negócios…
Eric Reeves, CEO de uma empresa de desenvolvimento imobiliário, está á beira do sucesso… ou da falência. Enquanto o triunfo não chega, Eric se sustenta na pele de Dalton Chase, o stripper mais requisitado do clube Beaux Hommes. Cass Jameson contrata Dalton para a despedida de solteira de sua melhor amiga, mas é ela quem fica animada. Sensual e musculoso, Dalton é exatamente o que ela precisa para se livrar das tensões diárias do escritório de engenharia~ Tocar, provar, sentir… Vale tudo nessa louca aventura. Até suas verdadeiras identidades serem reveladas durante uma reunião de negócios…

Eric Reeves está passando por problemas, e quando eu digo problemas quero dizer que ele está sem nenhum tustão. Mesmo sendo CEO de uma empresa, o sucesso ainda não veio e Eric precisando de dinheiro para sustentar ele e seu irmão, para isso ele tem um segundo emprego à noite como stripper, onde se chama Dalton Chase.

Cass Jameson resolve contratar Dalton/Eric para a despedida de solteira de sua melhor amiga, mas assim que ele chega a casa dela, quem se encanta com sua beleza é Cass. A tensão sexual entre os dois é palpável, e eles acabam tendo uma noite de sexo. Os dois sabem que uma relação entre ambos é impossível já que Dalton/Eric é stripper, mas eles querem tentar e acabam passando vários outros momentos juntos. O que ambos não sabem é que Eric é o CEO da empresa que Cass precisa assinar o contrato para desenvolver um grande projeto ambiental. As duas identidades acabarão se chocando em alguma hora, mas será que não irá ser tarde demais?

Eu achei muito legal esse livro porque apesar de ter cenas bem quentes, ele também se prende as questões pessoais de Cass e Eric. Eric é um homem determinado, acostumado a cuidar sozinho de seu irmão desde que seus pais morreram. Tentando dar uma chance a seu irmão pagando sua faculdade, as contas vivem chegando e ele quase não as pode pagar, e virar stripper foi a única solução que ele encontrou, mas o preconceito contra ele é ainda muito grande, e por isso ele adotou um nome falso. Se envolvendo com Cass, ele percebe o quanto esse preconceito com dançarinos pode afetar a relação dos dois, principalmente da parte dela.
Cass é uma mulher focada no trabalho, que não tem tempo para relacionamentos. Ela nunca fez sexo casual mas é com Dalton/Eric que vai entender como essas coisas funcionam. Cass, apesar de ser uma boa pessoa, tem medo de que as mulheres que estavam com ela na despedida de solteira a vejam com Dalton, tem medo do que elas vão pensar. Além de ter que passar por cima desse receio que ela mesmo tem em relação a profissão de Dalton, ela ainda precisa ter que lidar com o pai que é controlador e faz de tudo para diminuí-la.
O livro é pequeno, eu acabei lendo-o facilmente e por isso gostei tanto da história. É claro que o fato de Eric não revelar quem é acaba acarretando uma confusão danada no futuro e isso rende momentos de diversão e apreensão por parte do leitor. Será que eles vão ficar juntos mesmo depois de tantas omissões? Você simplesmente precisa ler! É um livro leve, com uma leitura que flui facilmente. Não lembro de ter encontrado nenhum erro de revisão e não vejo a hora de poder conhecer os outros livros da série Pleasure Before Business (Prazer antes dos negócios).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 thoughts on “[Resenha] Stripper, de Kelli Ireland @Harlequin Brasil

  1. Oi, Lu. Temos esse diferencial nesse livro, e isso é muito legal porque sai do clichê que sempre vemos, não é? Eu achei o Eric um excelente personagem, por isso amei ver os motivos que o levaram a virar stripper.

  2. Oi, Camila. Assim, não digo que se parece com esse livro porque as cenas são um pouco mais ousadas mas eu gostei muito do envolvimento do casal, de conhecer melhor cada um, mesmo o livro sendo curto, então espero que goste.
    Beijo!

  3. Oi, Nina. Eu acostumei com o gênero e por isso não me importo com as cenas eróticas, mas devo contar que ultimamente havia desanimado muito com esses livros porque sempre era mais do mesmo. Stripper me impressionou de uma forma gostosa, que há tempos não via.
    Beijo!

  4. Oi Miriã, tudo bem?

    Fiquei encantada pelo Eric sem nem ter lido o livro. Gosto de personagens fortes, que batalham por aquilo que querem e que vão atrás dos seus objetivos, e ele parece ser desse jeito.
    Fiquei bem curiosa em ler esse livro, apesar de achar que o que mais tem no mercado são livros envolvendo CEOs.
    Parabéns pela resenha!!!

    Beijos,

    Gnoma Leitora

  5. Oi, Alice. O que me irrita muito nesses livros são os mocinhos super estereotipados, mas que ainda conseguem encantar o coração das leitoras. Eric virou um xodó meu, eu amei a sua saga em busca de ajudar seu irmão, foi muito legal de ver.
    Beijo!

@blogcapitulotreze

O livro de cada signo Rankeando os livros da série Bridgerton 10 livros mais abandonados pelos leitores de acordo com o Skoob Como melhorar seu inglês em pouco tempo 5 cafeterias para conhecer em Brasília