O mais aguardado romance de Judith McNaught com orelha assinada por Carina Rissi.
Alex sabe que é diferente das outras garotas. Após a morte do pai, viu a situação financeira da família caminhar perigosamente rumo ao abismo, e coube a ela se tornar “o homem da casa”. Apesar das dificuldades, Alex ainda crê que alguma coisa extraordinária possa acontecer. No entanto, salvar a vida do belo Jordan Townsende, duque de Hawthorne e um famoso libertino, não estava em seus planos, assim como casar com a jovem que o livrara de uma bala no peito não estava nos de Jordan. O duque tem uma dívida com a srta. Lawrence… E ele nunca deixa de quitar seus débitos. Estabelecê-la em uma de suas propriedades, no interior, e, então, retornar a Londres e à cama de suas amantes parece ser o arranjo perfeito. Sua rotina não precisa ser abalada. Exceto que o espírito livre de Alex cativa Jordan, profunda e rapidamente. Um pouco tarde demais, o duque percebe que seu coração de pedra não é tão duro quanto imaginou, e sua esposa pode ser um perigo muito maior que aquela bala.

 Romance de época | 406 páginas | Editora Bertrand Brasil

Após a morte repentina do seu pai, e a terrível descoberta sobre quem ele realmente era, Alex Lawrence teve que tomar as rédeas da situação. Com apenas 17 anos, a garota de corpo franzino e aparência de menino, cuida sozinha da casa, da mãe e até dos criados que dependem dela – mesmo que a mesma não tenha dinheiro suficiente para viver bem. 
Depois que acidentalmente salva a vida do Duque de Hawthorne, ela tem sua vida drasticamente mudada ao ser obrigada a casar-se com ele pela sua mãe, que acredita que a menina fora arruinada pelo homem. Jordan Townsende, o duque, é um dos maiores libertinos de Londres, e sua fama não é a das melhores. Ele sempre viu as mulheres como fúteis e mesquinhas, e nunca imaginou que acabaria se casando com uma mulher totalmente diferente das que estava acostumado. Alex tem uma inocência divertida e é muito gentil. Por isso acaba casando-se com ela, porque sente-se em dívida com a pequena garota e também porque sabe que mandá-la para Devon e continuar com sua vida de perversão será mais fácil ainda, já que não sente nenhum desejo por ela. 
Só que quatro dias após o casamento, Jordan acaba sendo sequestrado e todos acreditam que ele está morto. Arrasada pelo luto, Alex resolve se tornar a Duquesa ideal, aquela que faria Jordan orgulhoso de tê-la como esposa. Durante longos meses ela vai se preparando para ser perfeita, e quando consegue atingir seu objetivo, descobre que seu falecido marido era um libertino e nunca quis realmente ficar com ela. Agora que Alex sabe a verdade sobre Jordan, será muito mais difícil para o duque reconquistar a esposa, já que ele acaba ressurgindo dos mortos e está disposto a tudo para tê-la de volta em sua cama.
Senti que precisava ler Algo Maravilhoso depois que vi a resenha da Mi, do O que tem na nossa estante, e já não perdi tempo, sai correndo para ler a obra e acabei me sentindo extremamente cativada por essa história. Já tinha lido Agora e Sempre, o primeiro livro da série, mas não lembrava de nada, e foi ótimo matar a saudade da escrita da Judith. Vi muita gente reclamando dos mocinhos de suas obras, mas até que Jordan não me irritou como achei que o faria. Claro que ele tem seus inúmeros defeitos, mas desde que coloca Alex como sua prioridade, a mudança que o personagem sofre já é notável para o leitor. 
Mas é justamente Alex que rouba toda a atenção do livro. Ela se transforma tantas vezes por causa dos outros que acaba não sabendo quem realmente é. Alex se entrega tanto para agradar aqueles que ama que não se coloca em primeiro lugar nem uma vez, e quando enfim resolve fazer isso, chega Jordan querendo domá-la de novo. É um embate muito interessante que acontece entre esses dois, porque mesmo que a garota seja durona para algumas coisas, ela ainda é suave e bobinha em outras, e achei esse contraste irresistível. 
Tem o mistério de saber quem quer matar o duque, o que era meio óbvio para mim, mas trouxe um plot a mais na história. O livro é grande se comparado a outras obras do gênero, mas passa tão rápido que você nem percebe, isso porque a narrativa e os personagens da autora são maravilhosos e conseguem nos cativar muito rapidamente. Estou ansiosa para ler o terceiro da série e ver no que vai dar.
Posts criados 1379

21 comentários em “Algo Maravilhoso – Judith McNaught | Resenha

  1. Olá, Miriã.
    Eu gostei bem mais desse segundo do que do primeiro. O protagonista masculino do primeiro é intragável. Esse tem algumas atitudes machistas, até torci para que ela deixasse ele sofrer um pouco, mas no conjunto eu amei o livro.

    Prefácio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

A moda presente nos romances de época Autores nacionais para conhecer Um clichê, um livro Conheça os contos de Blackout Review: Um amor desastroso