Título: Nunca julgue uma dama pela aparência
Autor: Sarah MacLean
Lançamento: 2016
Páginas: 320
Gênero: Erótico / Romance / Literatura Estrangeira
Editora: Gutenbeg
Classificação:

Sinopse: Duncan West, assim como todos os homens, enxerga apenas o que querMas ele estava prestes a ver o que não queria.Para a aristocracia, Lady Georgiana é a pobre irmã de um duque, rejeitada pela família após ter sido arruinada no pior tipo de escândalo possível: uma mulher que fez escolhas infelizes ao entregar-se de corpo e alma para um rapaz que todos desconhecem.Mas a verdade é sempre muito mais chocante! Nos recônditos mais obscuros de Londres, Lady Georgiana é a mulher mais poderosa da Grã-Bretanha, a rainha do submundo londrino, e atende pelo nome de Chase, o lendário e temido fundador do cassino mais exclusivo da cidade, o Anjo Caído.
Circulando disfarçada pelos corredores de seu império, Chase sabe dos piores segredos dos figurões da sociedade e tem todos os poderosos na palma de sua mão, mas durante anos os seus próprios mistérios nunca foram descobertos Até agora!Brilhante, inteligente e bonito como o pecado, o jornalista Duncan West está intrigado com a linda mulher que de alguma forma está ligada a um mundo de trevas e perdição. Ele sabe que Georgiana é muito mais do que parece e promete desvendar todos os seus segredos, expondo seu passado, ameaçando seu presente e arriscando tudo o que ela tem de mais precioso. Inclusive seu coração.

O último livro da série O Clube dos Canalhas me rendeu ótimos momentos, mas diferentemente dos outros livros, a história não me cativou totalmente e eu tive dificuldades para começar a gostar dos personagens. De um lado, descobrimos que Chase, o fundador do Anjo Caído é na verdade uma mulher. Por já ter lido uma resenha antes, eu já sabia deste fato. Lady Georgiana Pearson, além de se passar por Chase, também se passa pela prostituta mais bem paga da Inglaterra, Anna. Isso facilita para que ela ande livremente pelo cassino sem ninguém desconfiar sobre quem ela realmente é.
Dez anos antes disso, Georgianna se entregou ao seu primeiro amor, não se importando com as convenções sociais. Tudo o que ela queria era que Jhonatan se cassasse com ela e pudessem ser felizes juntos. Mas isso passou apenas de uma ilusão, pois assim que o menino tomou sua virgindade, ele desapareceu deixando-a sozinha e grávida com apenas 16 anos. Georgiana logo foi embora da cidade onde foi arruinada. Agora como Chase, sabe que precisava se casar porque sua filha, Caroline, agora com 9 anos, precisa da proteção de um título para que quando cresça consiga um bom casamento e respeitabilidade, coisa que ela mesmo não tem.

Disposta a conseguir o casamento com um visconde, Georgiana fará de tudo para voltar a sociedade, mesmo que tenha que participar de bailes e escutar os comentários maldosos que fazem sobre ela. Mas sua beleza exuberante acaba entregando-a e Ducan West, o jornalista mais renomado de Londres, descobre que ela é Anna. Disposta a ajudá-la caso Chase consiga informações para ele, eles fazem um acordo. Porém, a proximidade de Georgiana e as poucas semanas que ela tem antes de casar, faz com que eles se desejem loucamente. Mas será que os segredos de Chase estarão seguros? É possível também que Ducan esteja escondendo seus próprios segredos?
Fonte: Livros e Laços de Fita
A leitura fluiu de maneira gostosa assim como os outros livro, porém, demorei muito a me identificar com os personagens e isso fez com que a leitura deixasse a desejar. Georgiana é uma mulher forte, destemida, e mesmo sendo conhecida como Anna, uma prostituta, ela é completamente inexperiente na arte da sedução. Por ter se entregado a um possível amor, ela sabe que o amor pode destruir e por isso não gosta de demonstrar seus sentimentos, ao mesmo tempo que fará de tudo para que sua filha não se prejudique com seu escândalo mesmo sabendo que isso seria quase impossível já que a sociedade naquela época era extremamente cética em relação a reputação das jovem. Já a filha dela nos proporciona diversos diálogos engraçados e mesmo sendo tão nova, é uma menina esperta, que pensa como uma adulta e argumenta como uma.
Ducan West também tem seus segredos e aos poucos vamos tentando entendê-los. A partir do momento que este se interessa por Georgiana, seu ódio por Chase começa a crescer cada vez mais, já que ele acredita que ela é sua amante. O que mais gostei neste personagem é que quando ele se descobre apaixonado por ela, ele não esconde seus sentimentos, diferentemente de alguns outros personagens que fazem de tudo para não aceitarem este fato.
Este livro também contém momentos de ação, suspense e muita coisa que está por vir durante as páginas. Sarah não deixou faltar absolutamente nada, e o final foi completamente satisfatório, mesmo que tenha sido um pouco fantasioso e parecido com finais de novela. A escrita da autora não decepciona e ela continua no mesmo padrão assim como nos outros livros. Eu adorei a leitura, me proporcionou diversas risadas e claro, o casal principal me fez apaixonar cada vez mais. O Clube dos Canalhas me rendeu uma leitura repleta de personagens quebrados, que ao encontrar o amor, descobriram ser capazes de mudar. Eu amei ter mais uma vez embarcado na escrita da Sarah MacLean, ela é uma autora que nos prende do começo ao fim e simplesmente não decepciona. Se você gosta de romances de época, esta é uma série mais do que indicada.

Posts criados 1379

9 comentários em “[Resenha] Nunca julgue uma dama pela aparência, de Sarah MacLean @Gutenberg

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

Livros com músicos 5 motivos para ler Bone Crier’s Moon 5 autoras de romance de época para conhecer Compre agora o novo Kindle Paperwhite! Músicas para quem ama o universo de League of Legends