O príncipe serpente – Elizabeth Hoyt | Resenha

O terceiro livro da aguardada série de romances de época com uma forte pitada de erotismo.
Quando o diabo encontra um anjo… Lucy Craddock-Hayes está satisfeita com a vida tranquila no interior. Até o dia em que tropeça num homem inconsciente — um homem inconsciente e nu — e perde para sempre sua inocência. Ele pode levar ao paraíso… O visconde Simon Iddesleigh apanhou de seus inimigos até quase morrer. Agora ele está determinado a se vingar. Mas quando Lucy cuida dele para restaurar sua saúde, a sinceridade da jovem surpreende sua sensibilidade calejada — e desperta um desejo que ameaça consumir os dois. Ou ao inferno. Encantada com a inteligência perspicaz de Simon, com seus modos urbanos e até com seus sapatos de solado vermelho, Lucy rapidamente se apaixona por ele. Embora sua honra o mantenha longe dela, a vingança envia os agressores de Simon à sua porta. Enquanto o visconde entra em guerra contra seus inimigos, Lucy luta pela própria alma, usando a única arma que tem — seu amor…

Romance | 364 páginas | Editora Record

O príncipe serpente acabou sendo o primeiro livro que li no ano de 2018, e eu fiquei muito animada por ter fechado a Trilogia dos Príncipes. Tendo lido O príncipe leopardo recentemente e adorado, fui correndo ler o terceiro e último livro, mas infelizmente não curti tanto quanto o segundo.
Lucy Craddock-Hayes é uma moça simples, que vive no interior de Kent. Seus dias são normais e até monótonos, nada de interessante acontece na pequena cidade onde vive. Até que ela acaba encontrando um homem nu, todo machucado no meio da estrada de casa. Em um primeiro momento, Lucy acredita que o homem está morto, mas após ouvir sua respiração fraca e entrecortada, seu coração se compadece e ela resolve levar ele para sua casa.
Minha autoria
A comoção na pequena casa de Lucy é grande, afinal, quem seria aquele senhor e por que ele fora deixado ali? Assim que recobre a consciência, o homem se torna nada menos que o visconde Simon Iddesleigh. Simon acabou sendo atacado por três homem, mas até que se recupere totalmente, ele precisa ficar na casa de Lucy, que ele carinhosamente apelidou de Anjo, por sempre usar roupas cinzas e ter uma beleza e postura angelical.

Simon sabe exatamente quem planejou seu atentado e não descansará até que seja vingado, mas a proximidade dessa moça simples faz com que ele anseie ficar cada vez mais perto dela, mas inevitavelmente ele precisará retornar a Londres. A alma de Simon já fora muito tempo tragada pelas sombras, mas será que a doce Lucy pode ajudá-lo a se redimir?
Minha autoria
Eu gostei muito do enredo desse livro, e acho que o fator principal para eu não ter gostado tanto dele fora os personagens, que não desgostei, mas que também não cai 100% de amores por eles. Achei a Lucy pintada como angelical demais e Simon como o vilão em boa parte do tempo, isso me irritou durante a leitura, talvez seja por isso que eu tenha demorado tanto em finalizá-la.

O casal protagonista foi bem desenvolvido mas ainda assim tive a impressão que eles se envolveram rápido demais, achei os sentimentos de Simon por Lucy pouco aprofundado em boa parte do enredo, e só realmente vi o seu amor por ela já no finalzinho da leitura. Já Lucy foi uma personagem cativante, porém não de todo interessante. Algo neles me irritou profundamente e ainda não sei bem o que foi, só sei que os casais dos primeiros livros foram bem melhores.
Minha autoria
Outra coisa que eu não gostei na história foi o conto que dá nome ao livro, já que assim como em O príncipe leopardo, a história ficou meio estranha já que foi contada pelos personagens. Fora isso, a escrita da autora continua impecável, e é ágil, cheia de ação, assim como o segundo livro. Infelizmente acho que fui com sede demais ao pote e acabei encontrando personagens não tão legais assim, o que deixou a história a desejar para mim. Porém, a trilogia toda foi de uma grande surpresa, ainda mais com essas capas lindas que ficam perfeitas nas estantes. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

24 thoughts on “O príncipe serpente – Elizabeth Hoyt | Resenha

  1. Oi, Mi

    Misericórdia, acho que no século XVIII só tinha o nome Simon, não é possível! Hahahahah
    Perdi a conta de quantos RE li onde o protagonista masculino era Simon! Hahahahahab
    Que pena que você não curtiu muito esse e que teve esse probleminha com os personagens. Eu nem ligo mais quando os personagens se envolvem rápido demais quando o assunto é RE…
    Eu tenho que ler o segundo e esse ainda, vamos ver se eu terei as mesmas impressões que você!

    Beijos
    – Tami
    http://www.meuepilogo.com

  2. Eu esperava não curtir tanto o segundo e foi uma ótima leitura e esperava curtir demais esse e não aconteceu haha, acho que também fui com muita sede ao pote, achando essa premissa muito boa mas acabou que não consegui criar empatia pelos problemas dos personagens e mesmo a escrita da autora sendo fluida, essa história não me ganhou. Mas é uma trilogia que vale ter na estante, os dois primeiros foram ótimos e as capas estão lindas <3 Eu curti muito a resenha e acho que acabamos sentindo a mesma coisa durante essa leitura 😉

  3. Oi, Mi!
    Menina, então.. eu também não curti esse livro muito não. Acho que dei 4 estrelas pra ele e me pergunto por que haahahhahaha
    Achei que Simon colocava Lucy em um pedestal gigante e ele fazia de tudo para se mostrar um cara ruim, quando era o contrário.
    Pelo menos a história aqui foi melhor que a de Príncipe Leopardo e teve um final.
    Beijos
    Balaio de Babados

  4. Oi Miriã
    Também já li os três livros da trilogia, gostei mais do primeiro, depois do segundo e por fim do terceiro, que como você, achei o mais fraquinho. Acho que porque para mim faltou que o Simon provasse seu amor por Lucy, ele em nenhum momento abdicou de sua vingança em favor dela, sempre pensou primeiro nele. E ela não foi firme o suficiente, enfim, acho que foi por isso que gostei menos deste livro.
    Abraços,
    Gisela
    Ler para Divertir

  5. Oi, Tami. Pois é, percebi que as autoras estão em falta com possíveis nomes para os personagens, mas até que eu gosto de Simon, acho um nome bonito. Pelo balanço dos comentários, acho que esse foi o livro mais fraco, tipo Isla e o final feliz kkkk
    Beijo

  6. Oi, Lili. Eu também senti exatamente isso. Amei o segundo, corri para ler o terceiro e levei um tombo. A história em si é fraca mas os personagens deixam a desejar, infelizmente, eu também não curti muito essa capa, nas fotos ela fica horrível '-'

  7. Oi, Lu. Esse negócio do conto eu desencanei já no segundo livro, então nem prestava muita atenção aos finais, mas caramba, esse livro foi praticamente uma decepção, esperava muito mais dos personagens e da história.

  8. Oi, Cila. Feliz Ano Novo e Natal para você também! Acho que me decepcionei porque gostei demais do segundo volume e esperei demais do terceiro, ou seja, levei um tombo, mas eu super indico a série, os dois primeiros volumes valem super a pena. Também vi que tem um conto que já quero ler!

@blogcapitulotreze

Livros baseados na história de Cinderela Por quê você precisa assinar o Amazon Prime? 8 motivos para assinar o Kindle Unlimited Todas as edições de Harry Potter publicadas no Brasil Como economizar na hora de comprar livros?