Noiva de ocasião – Liz Fielding | Resenha

O sonho de toda garota é organizar a cerimônia de casamento perfeita sem precisar gastar um tostão sequer. Sylvie não pensa do mesmo modo. A mansão em que acontecerá o evento pertenceu aos seus antepassados, mas agora ela descobriu que o novo proprietário é ninguém menos do que Tom McFarlane, o pai de seu bebê. Mas parece que ele ainda não está sabendo dessa novidade…

Romance | 183 páginas | Editora Harlequin  

Noiva de Ocasião faz parte de uma duologia de contos, de romances de banca da editora Harlequin. Ambos os livros são romances que incluem bebês, mas ainda não pude fazer a leitura do outro livro.
Sylvie Smith é uma organizadora de grandes eventos, entre eles está o casamento do bilionário Tom McFarlane, e sua amiga de infância, Candy Harcourt. Como Tom deixou a cargo de Candy a escolha dos preparativos, ela gastou uma boa quantia em tudo aquilo que achava que tinha direito. Porém, com apenas três dias antes do grande dia, Candy acaba fugindo com o funcionário da empresa de Sylvie, Quentin, para viver uma tórrida paixão.
Mais furioso pela rejeição em não poder se casar com alguém da aristocracia, já que Candy vem de uma família importante, do que pelo coração partido, Tom precisa pagar as faturas dos serviços que sua ex-noiva não exitou em pedir. Assim, ele exige que Sylvie apareça em seu escritório para conferir cada item da lista, não somente porque ele quer saber realmente o que vai pagar e sim porque ele sente uma forte atração por Sylvie, desde o primeiro dia em que a viu.

Minha autoria

Em meio a uma forte tensão sexual entre os dois, eles acabam indo para cama e o resultado disso é um bebê. Sylvie acabou deixando uma carta na caixa de correio do apartamento de Tom contando o fato, mas como ele teve que viajar a trabalho, passando exatos seis meses fora, ele nunca leu o conteúdo da mesma. Acreditando que Tom não quer ter nenhum contato com o bebê, Sylvie se desespera ao descobrir que ele não só comprou a mansão de sua família mas também está lá em meio a um grande evento: seu casamento “fantasia”. Como lidar com a situação sem expor de uma vez seu coração?

Esse livro grita confusão do início ao fim, e é em meio a confusão que vemos Sylvie achar que Tom não quer saber da filha que espera, ao mesmo tempo que ele acha que ela vai se casar com o namorado de infância dela. O fato é que as circunstâncias só fazem cada um cair mais em seu próprio erro, o que desespera o leitor para saber como vão resolver a situação.
Minha autoria
No início da leitura eu achei as palavras meio difíceis de entender, a narrativa é um pouco conflituosa, mas consegui resolver esse problema e logo me vi cativada pela escrita da Liz. Tudo é rodado em meio a casamentos, o que eu achei bem legal. Apesar do livro não ser profundo, só temos 183 páginas, ele consegue agradar o leitor e nos entregar um romance fofo, cheio de altos e baixos. Os personagens também são pouco aprofundados, mas percebi que a autora queria trazer algumas questões sobre o passado de ambos a tona, infelizmente a falta de aprofundamento deixou as tais revelações passarem batidas. Talvez se a autora tivesse escrito bem umas 20 páginas a mais, ela poderia ter desenvolvido esse romance melhor.
Noiva de ocasião é um livro que você consegue facilmente ler, com personagens cativantes e uma narrativa simples, é o tipo de leitura sem grandes pretensões, que serve para intercalar com alguma história mais densa. 
Minha autoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 thoughts on “Noiva de ocasião – Liz Fielding | Resenha

  1. Jesus, fiquei confusa só de ler a resenha HAHAHAH como a Leslie disse aí em cima, parece comédia romântica e foi essa mesmo a impressão que eu tive enquanto lia. Ainda não tinha ouvido falar do livro, mas parece interessante e leve, pra ler num fim de semana, sabe? Adorei a resenha!
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

  2. Oi Mi! Esse ano eu já posso voltar a ler livros de casamento! Ano passado casei-me múltiplas vezes e em múltiplos países (mas com o mesmo marido) e desenvolvi "alergia" ao tema casamento kkkkkkkk mas lendo essa sua resenha fiquei super interessada! Beijinhos

@blogcapitulotreze