Twittando o amor – Teresa Medeiros | Resenha

O Twitter é uma festa que nunca termina onde todo mundo fala ao mesmo tempo e ninguém diz nada…
Abigail Donovan é uma escritora de sucesso. Ela quase ganhou o prêmio Pulitzer e até foi elogiada no programa da Oprah. Então, por que ela passa os dias e noites escondida no chiquérrimo condomínio onde mora, na companhia de seus dois gatos, sem conseguir escrever?
Quando o seu editor a obriga a entrar no mundo das redes sociais para expandir seus horizontes, Abby imagina que vai ser obrigada a conversar com adolescentes que teclam escondido do porão de casa. Mas ela acaba conhecendo Mark Baynard, um professor britânico sexy, bem-humorado e inteligente que está viajando pelo mundo em busca de aventura. Abby tenta resistir ao seu charme, enquanto Mark começa a quebrar a resistência dela aos pouquinhos… Inclusive a resistência a se comunicar por meio de mensagens curtas.
Agora que Abby voltou a escrever e a viver , ela descobre que Mark guarda um segredo que poderá mudar para sempre a vida dos dois.

Romance | 202 páginas | Editora Novo Conceito 
Quem nunca teve um amigo virtual? Que conheceu através de um blog, uma rede social ou sites de interesse em comum? Quem nunca mentiu sobre sua própria identidade porque sabia que a pessoa atrás da outra tela nunca iria saber o que você realmente era? Você já sentiu vontade de contar coisas para alguém que mal conhece que você jamais contaria para sua mãe? Você confiaria em alguém que acabou de conhecer pela internet? 
Twittando o amor é um romance fofo e simples que traz todos esses questionamentos para a vida do leitor. A gente vive na Era Digital onde a cada dia a tecnologia e as redes sociais se fazem presentes, e aí de quem não use esses meios para se comunicar. Assim iremos conhecer Abby Donovan, uma autora em decadência que precisa lidar com a falta de criatividade e o prazo já atrasado para terminar seu segundo romance. Há quatro anos ela se viu na lista dos mais vendidos do New York Times e hoje está perto de perder seu emprego.

Sua agente resolve inscrevê-la no Twitter para que ela consiga se comunicar melhor com os fãs e é lá que ela conhece Mark Baynard, um professor de literatura que resolveu tirar um ano sabático para visitar vários lugares ao redor do mundo e viver uma aventura.
Os dois começam a conversar e Mark resolve ajudar Abby a usar o aplicativo do Twitter, e assim todos os dias eles vão se encontrando e conversando, conhecendo mais de si mesmos e do outro e por fim, se apaixonando.
Quando Abby resolve tomar uma decisão que mudará sua vida em relação a Mark, ela descobre que ele não é quem diz ser, e agora talvez Abby precise lidar com a decepção e com o fato de ter se apaixonado por um impostor. O que será que Mark esconde e o que Abby enfim irá fazer?
Twittando o amor me pareceu bem bobinho no primeiro momento, mas me surpreendi com os caminhos que a obra tomou. É um livro que de alguma forma te emociona, porque te faz pensar em todas as situações que a gente vive envolvendo alguma pessoa que conhecemos através da internet, que por deveras deveria nos assustar mas que na verdade acaba nos fazendo sentir mais seguros do que com pessoas que vemos todos os dias.
Abby e Mark não me causaram empatia no começo da narrativa, mas chegando ao meio da história comecei a gostar de ambos e a torcer por eles. Não é como se a gente conhecesse profundamente os personagens já que seu desenvolvimento é bem superficial mas notamos algumas características presentes em cada um. Alguns capítulos são narrados por mensagens via Twitter entre os dois, e são cheias de referências a filmes, cultura, literatura, o que me perder um pouco na narrativa porque eu não fazia ideia do que os dois estavam falando.
O livro é lindo, eu me emocionei e até chorei porque senti tudo aquilo que a autora quis transpassar em suas pouquíssimas páginas. Adorei a obra e indico para aqueles que querem ler algo agradável mas sem grades reviravoltas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 thoughts on “Twittando o amor – Teresa Medeiros | Resenha

  1. Oi, Mi! Tudo bom?
    Eu vi você postando sobre esse livro lá no Instagram e fiquei surpresa de nunca ter visto ou ouvido falar a respeito. Parece aquele tipo de história divertida e descompromissada pra relaxar.
    E o estilo da história é diferente do que tô acostumada, então vou dar uma chance!
    Adorei a resenha.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    http://www.queriaestarlendo.com.br

  2. Oi, Mi

    Essa capa é tão fofíssima!
    Achei a proposta do livro legalzinho, bem despretensiosa, mas eu acho que leria.
    Eu sou toda desconfiada com esse negócio de conhecer homens pela internet, nem Tinder eu uso e se depender de app pra desencalhar vou morrer seca! Hahahaha
    Que bom que você acabou curtindo apesar de alguns empecilhos iniciais.

    Beijos
    – Tami
    https://www.meuepilogo.com

  3. Fiquei curiosa sobre o livro (conhecia ele mas essa capa e esse título não estavam me animando) e como já tinha vontade de conhecer alguma história dessa autora me interessei e vou tentar lê-lo mais a frente. A trama é curta mas parece ser bem bacana de se acompanhar.

  4. Olá, Miriã.
    Eu quis ler esse livro quando lançou, mas depois a vontade passou hehe. É engraçado mesmo como as pessoas se abrem com quem nem conhece e não conseguem falar com quem está do lado. mas isso é muito perigoso.

    Prefácio

  5. Oi Miriã, já li o livro tem um tempinho e lembro que achei bastante fofo, é um relacionamento instigante e a gente vai virando as paginas sem perceber! Recomendo pra quem quer sair da zona de conforto!

    Beijos! Joi
    estantediagonal.com.br

@blogcapitulotreze

Por quê você precisa assinar o Amazon Prime? 8 motivos para assinar o Kindle Unlimited Todas as edições de Harry Potter publicadas no Brasil Como economizar na hora de comprar livros? Presentes para dar no Dia dos Namorados