Título: Cruel
Autor: Bianca Ribeiro
Ano: 2016
Gênero: Romace/ Literatura Nacional
Um romance exclusivo do Wattpad
Classificação:

Rose Vallahar acaba de perder os pais num misterioso incêndio e não tem parentes próximos. Por causa de uma dívida feita com seu pai em vida, o belíssimo herdeiro da família DeVil fica responsável pela garota. Ele é arrogante, orgulhoso e encontra diversão em brincar com os sentimentos de Rose. Ela, no entanto, encontra-se na terrível situação de estar apaixonada por ele. Inspirada pela versão masculina de Cruella DeVil da Disney, “Cruel” primeiro fará com que você odeie e depois ame e depois odeie novamente num ciclo deliciosamente vicioso.
Me recomendaram muito o wattpad, então eu fui procurar boas histórias ou algo que me prendesse como leitora e doida por romances, lá eu encontrei um livro intitulado Cruel, na verdade essa história se baseia em Cruella DeVil, não é por menos que eu me interessaria na sinopse do livro, porque eu sou uma grande fã dos filmes da disney.
Tudo começa quando em um dia qualquer Rose se vê órfã por um incêndio que ela não sabe como começou  e que matou seus pais. Sem ter para onde ir ela pede que a policial contate Collumbus DeVil, já que sua mãe sempre a alertou que se algo acontecesse o procurasse pois a família tinha dividas com ele. Mas o destino traz uma consequência enorme para a Rose, pois o Sr. DeVil morreu e quem assume a responsabilidade de cuidar dela é o arrogante, calculista e nem por isso menos bonito Cruel DeVil.
Logo a mocinha se sente atraída, mas a forma de ser tratada por Cruel que uma hora é boa e outra é ruim a deixa profundamente confusa. Sendo que a convivência e as  brigas de rato e gato ela descobre que por trás da sua faixada fria esconde alguém ferido por escolhas do passado.
O pior que não podemos nos esquecer que ele é o tutor dela e não pode haver nada de amoroso na relação deles, cabo que ela ainda é de menor. Então por isso eles se veem preso numa complicada amizade. A autora vai pondo ao longo do texto mistérios sobre a dor que Cruel esconde, porque ele ser chamado assim, incógnitas que cercam a família dele e a misteriosa morte dos pais de Rose.
Ao mesmo tempo que a história vai se formando, vemos mudanças nos personagens – sinceramente quando eu leio um livro e tem um personagem que começa imaturo, chato e sem altas expectativas, é uma tortura, mas quando a autora sabe transformar aos poucos os personagens é uma alegria acompanhar  tal desenvolvimento – a Rose é a personagem que comparada a maturidade dela no fim do livro e depois no começo, vemos uma alegre mudança. Já o Cruel também, mas na questão dele é mais insignificante, pois para mim ele já era quase perfeito.
Então, esse é um livro rápido e que te prende. É bom porquê é uma história bem simples e que é bem gostosa de ler.

Caso vocês se interessem, aqui está o link para a leitura
24 anos. Ama escrever e falar pelos cotovelos.
Posts criados 96

8 comentários em “Resenha – Cruel

  1. Olá!!
    Esse livro está sendo bem falado no Wattpad mesmo, e já me recomendaram e já tive a oportunidade de falar com ela numa entrevista. A autora é muito gentil! Infelizmente eu nunca tive a oportunidade de ler por causa do tempo mesmo, já que a história em si é muito interessante. Não sabia que era baseado na Cruela, mas pelo nome eu deveria saber, hahaha Adorei a sua resenha, vou correr no wattpad para lê-lo!
    Beijos

    http://our-constellations.blogspot.com.br/

  2. Oiii Victorya

    Nem imaginava que existisse um retelling oferecendo uma versão masculina da Cruella. Confesso que tb sou uma apaixonada por filmes da Disney, cresci assistindo e sempre volto à infância cada vez que vejo um. Apesar desse gênero de romances não ser muito o meu estilo, não descarto ler futuramente essa história, mais pela curiosidade mesmo.
    A resenha ficou ótima.

    Beijos

    unbloglitteraire.blogspot.com.ar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

A moda presente nos romances de época Autores nacionais para conhecer Um clichê, um livro Conheça os contos de Blackout Review: Um amor desastroso