Título: A caminho do altar
Autor: Julia Quinn
Lançamento: 2016
Páginas: 320
Gênero: Ficção / Literatura Estrangeira
Editora: Arqueiro

Sinopse: Ao contrário da maioria de seus amigos, Gregory Bridgerton sempre acreditou no amor. Não podia ser diferente: seus pais se adoravam e seus sete irmãos se casaram apaixonados. Por isso, o jovem tem certeza de que também encontrará a mulher que foi feita para ele e que a reconhecerá assim que a vir. E é exatamente isso que acontece.
O problema é que Hermione Watson está encantada por outro homem e não lhe dá a menor atenção. Para sorte de Gregory, porém, Lucinda Abernathy considera o pretendente da melhor amiga um péssimo partido e se oferece para ajudar o romântico Bridgerton a conquistá-la.
Mas tudo começa a mudar quando quem se apaixona por ele é Lucy, que já foi prometida pelo tio a um homem que mal conhece. Agora, será que Gregory perceberá a tempo que ela, com seu humor inteligente e seu sorriso luminoso, é a mulher ideal para ele?
A caminho do altar, oitavo livro da série Os Bridgertons, é uma história sobre encontros, desencontros e esperança no amor. De forma leve e revigorante, Julia Quinn nos mostra que tudo o que imaginamos sobre paixão à primeira vista é verdade – só precisamos saber onde buscá-la.

Sendo o último filho e vendo todos seus irmãos casarem por amor, Gregory Bridgerton considera-se um homem romântico. Ele espera o dia que irá sentir palpitações quando ver sua alma gêmea, a mulher da sua vida pela primeira vez. E não foi exatamente isso que aconteceu? Assim que ele pôs os olhos na nuca da Srta. Hermione Watson, ele descobriu que ela seria sua. O que ele não contava é que Hermione não se interessaria por ele e que já estivesse apaixonada por outro.

Lady Lucinda Abernathy mesmo com seus cabelos loiros e olhos cinzas não consegue se diferenciar das outras mulheres, muito menos de Hermione, sua melhor amiga já que esta tem uma beleza exuberante. Como está há muito tempo prometida a casar-se com um homem que mal conhece, ela não acredita no amor e não consegue entender o que Hermione diz sentir sempre que pensa no Sr. Edmonds, o homem que ama. Sendo pragmática, Lucy entende a ordem social das coisas e sabe  que os pais de Hermione nunca a deixariam se casar com o Sr. Edmonds já que ele não possui título e nem posses. Disposta a fazer com que sua amiga caia em si, ela percebe que Gregory Bridgerton está interessado em Hermione e propõe ajudá-lo, afinal, um casamento com ele seria melhor do que um secretário.
Os dois então passam a se esbarrar bastante já que ambos estão hospedados na casa de Anthony, irmão de Gregory, e Kate, a esposa dele, para um evento social. O que ambos não esperavam é que os planos de ambos não iriam dar certo e Hermione acabaria se casando com outra pessoa. Mas por que será então que Gregory não sente-se devastado já que pensava que Hermione era o amor de sua vida? Por que será que Gregory faz Lucy sentir coisas estranhas? A partir de então, ele e Lucy acabam descobrindo mais sobre eles mesmo do que poderiam imaginar.

“Ele a amava. Era a sensação mais estranha e mais maravilhosa. Era emocionante. Era como se o mundo de repente tivesse se aberto para ele. Claro. Ele entendeu tudo o que precisava saber, e estava tudo bem ali nos olhos dela.”

Como é bom terminar uma série! Tendo sido Julia Quinn a primeira autora que li do gênero, fiquei muito feliz de poder acompanhar todo o trabalho dela ao escrever Os Bridgertons. Infelizmente, no meio do processo eu acabei desanimando com alguns livros e acabei sentindo que alguns volumes perderam seu brilho. Mas ao ler este último volume, fico mais do que satisfeita ao notar que Julia voltou com tudo. Como Gregory é um dos irmãos mais novos junto com Hyacinth, sabemos pouco sobre ele nos outros livros. Somente nesse podemos saber mais sobre quem realmente é Gregory Bridgerton.
Ainda não tendo um objetivo na vida, Gregory é uma pessoa sem rumo, que vai levando cada dia sem pressa. Ao se descobrir apaixonado por Hermione, ele acredita que encontrou ali um rumo a seguir, mas não é bem assim que as coisas funcionam. Julia vai nos levando em meio a esse enredo a diversas situações, onde mais uma vez a crítica social daquela época é abordada. Acredito que nesse volume Gregory conseguiu evoluir de uma maneira crível e perceptível, ao contrário de nossa mocinha Lucy, que desde o começo achei bem mais estruturada em relação ao que ela era, o que faria da sua vida e o que deveria fazer para conseguir, mesmo não podemos decidir algumas coisas por contra própria.
Achei Lucy muito sensata em algumas ocasiões e destemida em outras, mas o fato dela não tomar as rédeas da própria vida me intrigou e me irritou ao mesmo tempo, já que estou acostumada a personagens mais ousadas e decididas. Fora isso, o livro inteiro é cheio de reviravoltas. Julia soube construir um enrendo arrebatador, com vários momentos importantes que dão um rumo completamente diferente a história. Juro que fiquei mais surpresa nesse livro do que em todos os outros.
De modo geral, eu amei a série Os Bridgertons! Alguns livros deixaram sua marca maior que outros, mas de todo, fiquei bastante feliz que pude concluir a leitura tendo gostado da história, dos personagens e do romance. Com certeza é uma série que eu indico para todas as pessoas e claro, vai me deixar com muita saudade. Então se você acompanha a série, não deixe de ler esse último livro, ele está perfeito! E se você for do tipo que ainda não começou, está esperando o quê?
Posts criados 1379

16 comentários em “[Resenha] A caminho do altar, de Julia Quinn @Arqueiro

  1. Olá, Miriã.

    Pra começar seu nome é lindo, assim como seu blog <3.
    Eu nunca li nenhum livro desta série, mas tenho um amor platônico por ela, seja mediante a tantas resenhas maravilhosas que li, seja pela arte de capa que é um luxo.
    Espero encontrar um oferta de toda a série para comprar com um precinho mais acessível, adoraria ler e ter na minha estante.

    Beijos da Camila / Blogs Amigos
    http://cabinedeleitura.com.br

  2. Olá!

    Primeiro quero dizer que AMEI o seu blog. Lindo demais!!
    Eu estou enrolando para ler os livros a partir do quinto, sei que vou ler muito rápido e que quando chegar no oitavo vai acabar, e eu não quero que acabe. Por isso, até agora, só li até o quarto. Mas a vontade e curiosidade está falando mais alto, que estou a ponto de comprar logo os que falta e ler de uma vez. Não sei o que farei quando ler todos. 🙁

    Beijos!!

    http://www.livrosecafe.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

Conhecendo termos literários Como limpar seus livros e a sua estante? 5 formas de ler e-books 5 livros com CEO que não são babacas 8 livros para chorar