Sabe aqueles livros que simplesmente tocam você de uma maneira que nenhum outro faz? Acho que todo mundo tem um livro assim. Do jeito que sou chorona, eu sempre me sensibilizo com as histórias e enredos que geralmente leio, mas sempre temos aqueles livros que se destacam, deixando o nosso coração no chão. Nesse top 5 vou falar sobre cinco livros que me destruíram, que me fizeram ver determinadas situações de uma maneira completamente nova e que me deixaram com aquele sentimento de algo se partindo dentro de mim.

Segredos.Todo mundo tem um.
Alguns são maiores que os outros.
Alguns, quando revelados,
Podem curar você…
E outros podem acabar com você.
Faça épico, costuma dizer Kate Sedgwick quando quer estimular alguém a dar o melhor de si. Nascida numa família-problema, com direito a mortes e abandono, a garota de dezenove anos sempre buscou fazer a diferença. Em vez de passar os dias lamentando os infortúnios da vida, como tantos fariam em seu lugar, sempre vê as coisas pelo lado positivo não é por outro motivo que Gus, seu melhor amigo, a chama de Raio de Sol.
E é por isso que, quando passa na faculdade e se muda da ensolarada San Diego, na Califórnia, para a fria cidade de Grant, em Minnesota, ela leva consigo apenas boas lembranças e perspectivas. O que ela não espera é que será surpreendida pelo amor único aspecto da vida em relação ao qual nunca quis ser otimista ao conhecer Keller Banks, um rapaz que parece corresponder aos seus sentimentos. Acontece que tanto ele quanto ela têm um segredo. E segredos, às vezes, podem mudar tudo.

Eu sou apaixonada por Raio de Sol e sempre que posso venho indicando essa leitura para vocês. Acontece que eu não sabia bem o que esperar desse livro, porque não entendia a ideia da autora, mas Raio de Sol veio para abalar e deixar todo mundo seco de tanto chorar. O triste é ver como as coisas vão acontecendo e se definhando até o final da leitura. Você sabe que alguma hora aquilo vai acontecer e por fim acabar, mas o que quebra o leitor é ver a dor entrando na vida dos personagens e sujeitando-os da pior maneira possível. Se você ainda não leu essa história, espero que esse pequeno parágrafo faça com que você coloque-o na sua lista.

Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.

Eleanor e Park é um daqueles livros de adolescente fofinho e ao mesmo tempo triste muito triste. Não tem como expressar a revolta, a repulsa e o nojo que senti ao ler esse livro. Tudo o que eu queria fazer era entrar na história e socar a cara da mãe e do padrasto da Eleanor, porque caramba, ela não merece todas as humilhações que eles fazem. Além da Rainbow nos revoltar durante toda a leitura, ela simplesmente terminou o livro sem mais nem menos, deixando-nos com um grande ponto de interrogação no final. Espero que algum dia ela resolva fazer um spin-off porque eu simplesmente PRECISO saber o que aconteceu. 

Logan Silverstone e Alyssa Walters não têm nada em comum. Ele passa os dias contando centavos para pagar o aluguel, sofrendo com a rejeição dos pais e tentando encontrar um rumo para sua vida caótica. Ela, por outro lado, parece ter um futuro brilhante pela frente. Um dia, porém, um simples gesto dá origem a uma improvável amizade. Ao longo dos anos, o sentimento que os une se transforma em algo até então desconhecido para os dois. Alyssa e Logan não conseguem resistir à atração que sempre sentiram um pelo outro e finalmente descobrem o amor. Mas uma tragédia promete separá-los para sempre. Ou pelo menos é isso que eles pensam. Seriam as reviravoltas do destino e as feridas do coração capazes de apagar para sempre a chama que há dentro deles.

Esse livro surgiu somente para fazer com que meu coração saísse pela boca. A dramaticidade da história e a emoção das coisas que acontecem durante o enredo, deixam o leitor ferido, de uma maneira que imaginamos que nada poderá melhorar. O livro aborda o vício de drogas de uma maneira muito cruel e ao mesmo tempo realista demais. Chorei horrores enquanto lia essa obra, mas ela é simplesmente maravilhosa.

Assim tem início uma das mais emocionantes e intensas histórias de amor que você lerá na vida…O livro é o retrato de uma relação rara e bela, que resistiu ao teste do tempo e das circunstâncias. Com um encanto que raramente é encontrado na literatura atual, O Diário de uma Paixão de Nicholas Sparks, o consagra como um contador de histórias clássicas, com uma perspectiva excepcional sobre a mais importante e única emoção que nos mantém.
Com mais de 12 milhões de cópias vendidas, o livro que emocionou as pessoas ao redor do mundo, foi traduzido para mais de 20 línguas.

É quase impossível ler um livro do Nicholas e não chorar horrores com seus personagens e a intensidade da história. Diário de uma paixão é aquele livro romântico, mas ao mesmo tempo doloroso porque vemos um casal que passou por diversas dificuldades enfim estarem juntos, porém, um deles carrega uma doença que faz esquecer as memórias, aquelas que são nosso bem mais precioso. Eu embarquei nessa aventura por causa de um amigo e nunca fiquei tão tocada com um livro quanto esse.

Já faz quase um ano que Ella Rodriguez fez dezoito anos de idade, e esteve em um acidente de carro que a deixou incapacitada, com cicatrizes, e sem sua mãe. Após uma recuperação muito difícil, ela teve que atravessar o país e ficar sob a custódia de um pai que a abandonou quando ela era uma criança. Se Ella quiser escapar da casa de seu pai e sua nova família adotiva horrível, ela deve convencer os médicos de que ela é capaz, tanto física como emocionalmente, de viver sozinha. O problema é que ela não está pronta ainda. A única maneira que ela pode pensar em começar a se curar é se reconectando com a única pessoa que lhe restou no mundo, aquela com quem ela teve algum vínculo, seu melhor amigo da Internet, Cinder. … Sensação Hollywood Brian Oliver tem uma reputação de ser problema. Há grande burburinho em torno de sua atuação em seu próximo filme The Druid Prince, mas a seus empresários avisaram que ele não vai deixar o posto de ator paixão de adolescentes para ator sério de primeiro escalão, a menos que possa provar que ele deixou seus dias de aventuras para trás e se tornou um adulto maduro. A fim de acabar com a fama bad-boy de Brian, seus empresários criam um noivado falso dele e sua colega Kaylee. Brian não está feliz com o arranjo, ou sua falsa noiva, mas decide que ele vai sofrer por ela, se isso significa que ele vai ganhar uma indicação ao Oscar. Mas um e-mail inesperado de uma velha amiga de Internet muda tudo.

Nunca imaginei que uma pessoa poderia sofrer tanto azar na vida, até conhecer a Ellamara, a protagonista dessa história. A moça perdeu a mãe, teve seu corpo completamente queimado, voltou a morar com o pai que a abandonou e ainda tem que aguentar o bullying na escola. Comecei a leitura chorando do início ao fim, e fiquei muito revoltada com os personagens durante esse livro, porque as injustiças que a Ella sofre não são brincadeiras. Se você espera algo meloso e romântico desse livro, você vai encontrar muito mais emoção aqui do que em qualquer um.

Estes foram os cinco livros que já me destruíram, mas é claro que tem muito mais! E qual foi aquele livro que deixou você com o coração pesando? Conta pra mim.
Beijo! 


Posts criados 1379

30 comentários em “5 livros que já me destruíram

  1. Oi! Raio de Sol vai fazer você se desidratar, já prepara o lencinho. Diário de uma paixão é maravilhoso e Eleanor e Park é muito bom, mas senti muita raiva da autora quando terminei de lê-lo.

  2. Oi, Miriã! Tudo bem?
    Menina desses livros que você postou eu quero muito ler "Diário de uma paixão", que já está aqui só esperando a vez dele, e vou ler também "A chama dentro de nós". Os demais nunca li, mas não me despertam tanto.

    Bjão,
    Diego, Blog Vida & Letras
    http://www.blogvidaeletras.blogspot.com

    **Está rolando sorteio lá no Blog, valendo um exemplar de "A Guerra que salvou a minha vida", da Darkside.**

  3. Oi, Dih. A chama dentro de nós eu li esse mês e caramba, é um livro muito tocante, capaz de fazer você ficar embasbacado com a capacidade de emoções que a autora faz você sentir. Diário de uma paixão é lindo, você vai amar! Mas tente ler Raio de Sol, é uma história maravilhosa.

  4. Olá, Miriã.
    Da sua lista só li o do Nicholas e praticamente todos os livros dele me deixaram assim hehe. Tem livros que deixa a gente com o coração tão apertadinho, mas esses são os melhores hehe.

    Prefácio

  5. Oi Miriã!

    Menina estou atrasada com Eleanor e Park, acho que todo mundo já leu menos eu! Essa capa e muito amor e todo mundo fala tão bem né? Essa autora tem um carinho enorme dos leitores, quero muito ler algo dele, e raio de sol mesmo sendo resenhado la no blog, eu ainda quero ler, eu chorei em o ar que ele respira, e quero ler a continuação, esse ultimo livro eu não conheço mais quero ler, todos parecem lindos e sua opinião foi muito fofa.

    Beijinhos

    Resenha Atual

  6. Oi, Tami. Muita gente não curte os livros dele, mas eu confesso que nunca assisti esse filme, apesar de ser um dos favoritos da minha tia, porque eu sempre me desidrato de tanto chorar, então tenho certo receio rsrs
    Beijo!

  7. Oi Miriā você ja sabe que quero muito ler Eleanor e Park, e você já tinha me deixado temerosa, agora entendi melhor o que esperar do livro, pelo menos vou iniciar a leitura mais preparada. Não conheço o primeiro e último livro citados, mas já comprei Chama e Diário de uma paixão sempre quis ler pois amei o filme.
    abraços
    Gisela
    http://www.lerparadivertir.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

Autores nacionais para conhecer Um clichê, um livro Conheça os contos de Blackout Review: Um amor desastroso Review: A maldição do mar