Há quem diga que o amor é um dos maiores e melhores sentimentos que nós, seres humanos, conseguimos sentir. Por isso, ele é infinitamente lindo! Ver pessoas apaixonadas, se entregando uma a outra loucamente são uma das maiores demonstrações de afeto que nós podemos fazer e constantemente conseguimos ver isso nos livros. Os romances é um dos gêneros mais lidos ao redor do mundo e cada vez mais faz sucesso. Quem não quer ler sobre aquela linda história de amor que tem tudo para dar errado mas que no fim dá incrivelmente certo? 
Como apaixonada por romances que sou, eu adoro um clichê e não consigo me enjoar nenhum pouco disso. Porém, alguns autores gostam de usar e abusar dos triângulos amorosos, para que nós leitores, acabemos escolhendo um lado e torcendo fielmente para o nosso preferido. Eu não gosto muito de triângulos, acho na verdade um saco, mas tem diversas histórias que simplesmente funcionam quando isso acontece, porém, hoje vou falar sobre as histórias que justamente contém romance entre três ou mais pessoas mas que na minha opinião, foram desnecessários. Será que você também consegue pensar em um?

Eu confesso que sou Team Jacob desde Lua Nova, mas a Bella realmente foi feita para ficar com Edward. Acho que Crepúsculo foi um dos livros que mais dividiu a opinião dos leitores. Uns odiavam, outros gostavam bastante. Eu já tinha aceitado desde o primeiro livro que a mocinha iria ficar com o vampiro bonitão/esquisitão, mas a autora resolveu colocar outro carinha na jogada, e eu achei totalmente desnecessário. O Jacob só serviu de ombro amigo para a Bella a saga inteira, e ás vezes cansava ver o quanto ele ficava babando por ela (convenhamos que a menina era super sem graça!). E o lindão só começa a ter realmente chance no segundo volume do livro, mas que assim como começaram rápido, acabaram mais rápido ainda, já que a Bella não exitou duas vezes em dar o pé pra Itália salvar o outro boy. 
Enfim, só acho que por ter feito o Jacob que nem trouxa no segundo livro, a autora poderia já ter dado um par para ele ao invés de deixar o menino só chupando dedo. “Mas assim não teria aquele final, Miriã!”, mesmo assim foi bem desnecessário.

Se teve um triângulo mais desnecessário que na série Breathing eu desconheço. Como algumas pessoas sabem através da minha resenha, eu fiquei bem indignada com a autora por ter acrescentado um outro possível par romântico para a personagem principal. O que vocês podem não entender é por que eu não gostei, mas vou lhe explicar. O namorado da mocinha, que até então já estava definido desde o primeiro livro, é simplesmente maravilhoso! É impossível você não querer um igual, então não sei porque teriam que colocar outro sendo que o primeiro já tava de bom tamanho. E se não bastasse isso, esse segundo cara ainda era o namorado da mãe da mocinha, então, Hello!, isso com certeza não ia dar certo. 
Eu torci muito para que a personagem do livro conseguisse perceber que seu lugar era ao lado do Evan, seu namorado, mas ela ainda teve que aprender na marra e quebrando a cara. Nem preciso dizer o quanto senti raiva dela, né?

E por último temos, a série The House of Night. Como já sabemos, muitas séries distópicas e de fantasias apelam os triângulos amorosos. Seja em Fallen, A Maldição do Tigre entre outros. Até aí, tudo bem. O único problema dessa série (que eu amo) é que não somente vemos um romance entre três pessoas, mas sim cinco pessoas! As autoras conseguiram colocar tantos personagens e tantos envolvimentos amorosos, que a protagonista acabou se tornando uma galinha. Sério, ela pega TODOS! E fica na maior enrola pra se decidir quem ela quer de verdade, fora que o leitor fica em dúvida sobre para quem vai torcer. (E ela ainda por cima não fica com o cara que eu estava torcendo, aff). O fato é: triângulos amorosos ás vezes dão certo, mas um quíntuplo amoroso, sei não em.
Espero que tenham gostado do post e me digam quais foram os livros com aqueles triângulos super desnecessário, com aquele casal nada a ver.
Posts criados 1379

29 comentários em “Livros com triângulos amorosos desnecessários

  1. Oi, Mika!
    Ai, também acho bem desnecessário o triângulo de Crepúsculo.
    Acho que foi só para aumentar as páginas do livro, porque era ÓBVIO, sempre foi, que era o Edward desde o começo.
    Os outros livros que você citou eu não conheço, mas acho desnecessário também o triângulo de Os Instrumentos Mortais. Para que, gente?
    Eu amo clichês também e gosto de triângulos amorosos, apesar de que me dão agonia porque tenho medo de escolher o lado diferente da autora, haha.
    Amei o triângulo da série Estilhaça-me, já leu? Totalmente diferente!

    Beijoooos

    http://www.casosacasoselivros.com
    http://www.livrosdateca.com

  2. Oi, Teca! Que bom que você concorda comigo. A série Breathing é pouco conhecida, mas fiz resenhas de todo aqui no blog, então você pode dar uma olhada depois. Agora Jacob foi feito só pra causar polêmica, porque ele e a Bella não tinha nada a ver!
    Ainda não li Estilhaça-me, mas sempre ouvi muitos elogios da obra. Não sei bem do que ela fala
    Beijo!

  3. Oi Mi, tudo bem???
    Adoro suas postagens, sempre me divirto e me interajo com elas. Eu amo Crepúsculo… é uma das séries que mais amo… mas tenho que concordar com você sobre o triângulo desnecessário… não pelo fato dele ter sido feito de bobo, porque chegou a dar dó, mas porque não combinava de jeito nenhum… e eu amo o personagem do Edward e eu também sempre soube que eles ficariam juntos. Quanto a The House Of Night, terminei desistindo de ler, porque os livros demoravam para ser lançados na época e achei desnecessário a quantidade de livros para uma história que poderia ter sido uma quadrilogia. Com o fato da protagonista ficar com tantos meninos, eu nem achei errado, ela retratou muitas meninas indecisas nesta idade e que gostam de beijar na boca… mas sei lá cada um com seu pensamento né… eu só acho que a autora poderia ter transformado um triângulo bem mais desenvolvido. Eu adoro triângulos, mas aqueles que fazem jus a história e não os apelativos. Xero!

    minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

  4. Oi, Mi!
    Dos que você citou, só li a série Crepúsculo toda e Marcada até o oitavo livro, se não me engano.
    Realmente em Crepúsculo foi desnecessário aquele triângulo. Também era team Jacob e ficava super bolada com tudo aquilo. Até hoje acho aquele final bizarro, porque algo tipo "não te peguei, mas pego tua filha" hahhahaha
    Já Marcada, eu achei bem legal das autoras quererem explorar a sexualidade feminina e tals na série, mas acho que elas perderam a mão com todos os caras querendo a Zoey. Tudo bem que ele era a encarnação de não sei quem lá, mas acho que ficou muito forçado.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do #Sorteio1KSeguidores

  5. Oi Miriã, tudo bem?
    Se tem uma coisa que eu também não gosto é de triângulos amorosos,
    é muito difícil fazerem um bom até porque na maioria das vezes fica uma coisa
    meia apelativa demais, sabe?
    E as vezes nos triângulos a pessoa se envolve com a pessoa errada, dá uma raiva.
    Sobre os livros aí indicado,
    só conheço o primeiro, mas nunca assistir e nem li rs
    Achei muito interessante seu post, gostei bastante!
    Post novo no blog *_*
    Confira aqui

  6. Oi Miriã! Se tem uma coisa que eu acho irritante são esses triângulos amorosos, por isso acabei me afastando dos romances, na maioria das vezes parece que é só para dividir os fãs e dar mais ibope aos livros/filmes.

    aboutbooksandmore.blogspot.com.br

  7. Oi Miriã, sua linda, tudo bem?
    Esse é um tema que é tabu. Eu não me importo com triângulos amorosos, acho que sou a única, risos…Mas é claro, desde que os três não estejam juntos ao mesmo tempo. Por isso, acabo de ficar decepcionada ao descobrir que na série The House of Night, a personagem pega todos e são cinco. Não li muito livros com triângulo e dos que i, não me decepcionei. Não li ainda Crepúsculo, mas vi os filmes e ao contrário de você, (não brigue comigo, risos…) sempre torci por Edward desde o início. Engraçado, nos livros eu consigo separar bem um mocinho do outro, dá para sentir de quem a personagem realmente ama. É a primeira fez que vejo um post sobre esse assunto, traga mais, adorei a postagem!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

  8. Oi, Diana. Eu concordo que até gostei de alguns triângulos de The House of Night, mas eu queria muito que ela ficasse com o Heath, e no final ela não fica com ele, por isso fiquei tão chateada. Fora isso, concordo que a série ficou muito grande, quando estava lendo o último livro ainda não tinha sido lançado ainda, e até hoje não terminei.
    Beijo!

  9. Oi! Eu também achei meio sem noção o dos Jogos Vorazes. Já li A maldição do tigre da autora e fiquei bem chateada com o triângulo porque gostava de ambos, mas eles eram irmãos, então não rolava sabe.

  10. Oi, Lu. Eu gostei muito de The House of Night, mas eu me irritei porque a Zoey pegava todo mundo e a pessoa que realmente queria ela, que eu torcia também, ela não dava bola. Sério, produção? E todo mundo sabia que o Jacob não iria ficar com a Bella né, não sei porque a autora insistiu tanto em apertar essa tecla.

  11. Oi, Talyta. Que bom que concordamos, eu acho uma perca de tempo, infelizmente. Ainda assim, me estresso bastante quando as personagens acabaram se envolvendo com a pessoa errada ou sendo burra suficiente para vacilar com as certas, é tudo muito chato.

  12. Oi, Miriã!
    Desses eu só li Crepúsculo!
    Ah, eu não achei tão ruim aquele triangulo rs
    E embora Jacob seja um amor, não tinha como torcer muito por ele, porque afinal todo mundo já sabia o rumo da história.
    Não gosto de triângulos, nossa, acho um saco.
    Mas o de Crepúsculo não me incomodou muito não!

    Beijinhos :*
    Sankas Books

  13. Oi, Cila. Tudo bem? Triângulos amorosos realmente me irritam, seja porque a indecisão da mocinha e a maneira como ela acaba brincando com os sentimentos do outro sabe? Mas eu sempre vejo algumas histórias que dão super certo, geralmente gosto bastante e não implico tanto assim.
    Que bom que gostou do tema!

  14. Oi Mi,
    Dos livros citados apenas li Crepúsculo e concordo (em partes) com o que você disse. Realmente o triângulo amoroso foi totalmente desnecessário, pois sempre soubemos que a Bella ficaria com o Edward, mas a autora precisou manter o Jacob próximo da Bella para que pudesse ocorrer o final pensado para ele. Mas tbm acho que poderia ter sido diferente. Bjos

    Blog Entrelinhas

  15. Oi Mi,

    adorei o post! Hoje também não suporto mais triângulos amorosos! Em 99% dos livros eles são completamente desnecessários e já sabemos logo de cara com quem a protagonista vai ficar. E concordo especialmente em relação a The House of Night! Eu li os primeiros livros há alguns anos e até hoje não consegui esquecer que a protagonista pegava tudo o que via pela frente kkkk

    Beijos!
    Visite o Mademoiselle Loves Books
    http://www.mademoisellelovesbooks.com/

  16. Oi, Ana! Geralmente sabemos mesmo e eu como sou do contra, sempre torço pelo outro. Na série The House of Night, eu gostei de alguns carinhas que ela pegou, confesso, mas depois que ela acabou ficando com o cara que eu não queria no final, detestei!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

A moda presente nos romances de época Autores nacionais para conhecer Um clichê, um livro Conheça os contos de Blackout Review: Um amor desastroso