Que mico! – Dieison Engroff | Resenha

Todo mundo tem daqueles parentes que são iguais à segunda-feira; a gente não gosta, mas não tem como escapar deles. Sempre há alguém que fala o que não deve, que faz piada sem graça, ou que paga de abobado nas redes sociais…
Essas situações hilárias e que rendem boas risadas a Rô compartilha com você! Ela quase morre de vergonha com cada mico e mancada cometidos por sua família, coitada! Os parentes dela, sem muito esforço, conseguem estourar todos os micômetros do planeta.
É tanto mico que provavelmente você irá terminar a leitura com a barriga doendo de tanto rir e dirá: “Ufa! Ainda bem que não foi comigo!”
Um livro de humor, que também aborda questões sérias como consumismo, separação dos pais e o típico constrangimento que muitos adolescentes sentem em relação ao pai e à mãe. É pra pensar e se divertir!

Ficção, humor, comédia, infantojuvenil | 102 páginas | Editora Ava

Que Mico! foi me enviado em parceria com o autor Dieison Engroff, e nele conhecemos Roberta, ou melhor, vamos chamá-la pelo apelido . Rô tem apenas 14 anos mas já é uma garota esperta e sabe que família é igual a pagação de mico. Em suas poucas páginas, vamos conhecendo em primeira pessoa Rô e sua família, e várias situações engraçadas que acontecem na vida dela, e que provavelmente já aconteceu na minha e na sua.
Rô é uma personagem direta, algumas vezes grossa, mas muito divertida, e o autor dá vida a ela falando diretamente com o leitor, o que cria uma empatia maior com quem lê suas histórias. Quem nunca esteve na adolescência e achava que qualquer ação dos pais fossem acabar com nossa reputação? Muitas vezes achei ela dramática demais, mas é sério, são tantas cenas engraçadas que a mãe de Rô, Dona Val, acaba protagonizando que fica difícil não concordar com a opinião da garota.
Minha autoria

De uma maneira divertida, Rô também prega alguns ensinamentos como a melhor  maneira de falar com os pais da gente, a vida de filhos de pais separados, entre outras realidades de muitas famílias por aí. Não sabia bem do que esperar desse livro mas ri muito com as histórias aqui retratadas, principalmente as do Natal e Ano Novo, porque convenhamos, ninguém está livre do parente chato que solta a mesma piadinha do “ É pavê, ou pacumê”.

Quem já leu Fala sério, mãe! ou já assistiu Minha mãe é uma peça irá adorar esta história também pois ela retrata exatamente o convívio de uma garota que acredita que sua família interfere em tudo, e por vezes acaba fazendo ela pagar aquele grande King Kong.
Minha autoria
O autor tem uma escrita fluida, super leve e terminei o livro em poucas horas. Além de sermos agraciados com várias ilustrações sobre Rô e suas família. O mais legal é que no final de tudo, apesar de todos os micos e confusões, Rô sabe que sua família é importante e que não devemos tentar moldar todo mundo só porque a gente não gosta do jeito dela. Tenho certeza que os leitores poderão se identificar com essa história e tirar boas gargalhas da leitura. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 thoughts on “Que mico! – Dieison Engroff | Resenha

@blogcapitulotreze

Livros baseados na história de Cinderela Por quê você precisa assinar o Amazon Prime? 8 motivos para assinar o Kindle Unlimited Todas as edições de Harry Potter publicadas no Brasil Como economizar na hora de comprar livros?