Em 2018 eu fui pouquíssimo ao cinema, mas no finalzinho do ano parece que eu resolvi suprir toda minha falta nessas últimas semanas, então eu vi filme pra cacete, só não postei resenha aqui porque nem todas eu realmente quero comentar, mas Wifi Ralph que eu vi na sexta-feira é tão legal e foi tão aguardado por mim que eu resolvi trazer minha opinião para vocês.

Seis anos se passaram depois que Vanellope e Ralph venceram o jogo Corrida Doce e agora eles aproveitam ao máximo sua amizade. Ralph se sente feliz de fazer todo dia a mesma coisa, enquanto sua amiga sente que precisa de mais emoção. Ela já decorou todas as fases do seu jogo, e Ralph resolve criar mais um caminho para que Vanellope possa percorrer, assim esse sentimento de tristeza logo iria desaparecer. 
Só que uma confusão faz com que o volante que controla o jogo quebre, e agora não resta nenhuma alternativa senão Vanellope e Ralph tentarem comprar outro antes que o dono do fliperama resolva desligar o jogo de vez.  
Eles embarcam então na internet e vão a procura do Ebay para conseguir comprarem o tal volante. Só que Ralph e Vanellope não entendem o que realmente estão fazendo e acabam tendo que pagar mais de 27 mil dólares pelo produto. Para conseguir o dinheiro eles embarcam na maior aventura mas a amizade entre eles é posto a prova e talvez a internet não sobreviva a esses dois.
Wifi Ralph: Quebrando a internet já começa divertido e cheio de saudades. Além disso, quando os dois entram na internet vemos tantas referências aos dias de hoje que torna tudo mais divertido e engraçado. Com toda certeza o encontro de Vanellope com as princesas da Disney é uma das cenas mais engraçadas e muito esperadas do filme, eu me diverti horrores com os diálogos entre elas, principalmente porque é um pouco absurdo as histórias de cada princesa, e Vanellope mostra esse estranhamento de uma forma preocupada e divertida. É tipo aquele humor que a vida toda conhecemos mas quando alguém o coloca em xeque, tudo fica duvidoso e nos perguntamos como fazemos ou aceitamos algo assim. (Quem assistiu vai entender melhor o que eu tô falando).
Vanellope continua uma personagem fofa, ousada em busca de emoção. Ás vezes isso me irritava nela, mas entendia que viver na mesmice era muito chato, já Ralph consegue ser realmente muito irritante. Ele é totalmente dependente, inseguro e ciumento com sua amizade com a garota, o que o torna tóxico e chato em boa parte da obra. Entendemos que por ele ser um vilão sempre houve esse ressentimento pelas pessoas não gostarem dele, mas mesmo assim, queria gritar com ele para poder crescer e seguir em frente.
Óbvio que isso iria atrair muita confusão para esses dois, mas também aprendizado. Acho legal essa perspectiva de amizade que o filme trouxe já que não é preciso se ver todo dia ou estar com a pessoa sempre para ser considerada amiga. Amizade também funciona a distância e cada um precisa de seu espaço.
Wifi Ralph: Quebrando a internet é um filme engraçado e divertido, mas também traz momentos de reflexão. Cumpre seu papel de divertir o espectador ao mesmo tempo que mata saudade desses dois personagens fofos que amamos já no primeiro filme.

POSTADO POR MIRIÃ MIKAELY
Posts criados 1379

15 comentários em “Filme: Wifi Ralph: Quebrando a internet

  1. Olá, Miriã.
    Eu não assisti o primeiro filme, mas quando vi em uma reportagem que tinha as princesas da Disney bem descontraídas, eu fiquei morrendo de vontade de ver. E assim que der vou assistir.

    Prefácio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

Compre agora o novo Kindle Paperwhite! Músicas para quem ama o universo de League of Legends Spoiler: 3º ato de Arcane Músicas com representatividade LGBTQ+ Bully Romance: o que é + indicações