Sinopse: Claire Voyante tem tido visões desde que se entende por gente. Mas a semelhança entre seu nome e seu talento é pura coincidência. O nome é francês e, diferentemente dos médiuns na TV, nunca ajudou Claire a solucionar crimes ou conversar com os mortos. Na verdade, sempre que ela segue seus instintos, acaba se decepcionando – ou em situações bastante constrangedoras.
Mas tudo muda no aniversário de 15 anos da Claire, quando a avó Kiki – ex-socialite, ícone da moda e agora hóspede permanente do Hotel Waldorf-Astoria de Nova York – lhe dá algo um pouco mais extraordinário do que um de seus antigos vestidos de noite: um estranho camafeu, feito de ônix e marfim, pendurado em uma corrente de ouro. Depois disso, não leva muito tempo até o mundo de Claire ficar muito mais claro. E muito mais perigoso. Agora, com a ajuda do novo camafeu e de seu amigo, Louis, Claire precisa desvendar o mistério que se abate sobre a família de sua melhor amiga, Becca – e, de quebra, quem sabe, conquistar seu irmão supergato que, como não poderia deixar de ser, tem uma namorada insuportável. Tudo isso sem revelar seus próprios segredos.
Novos amigos, antigas desavenças, joias estranhas e alguns sonhos sinistros em preto e branco – se Claire conseguir sobreviver ao segundo ano da escola, ela pode passar por qualquer coisa.

Jovem adulto | 400 páginas | Editora Galera Record 

Claire Voyante tem apenas 15 anos e já possui o dom de ter visões. Mas ao contrário do nome (voyante quer dizer “vidente” em francês), ela não entende a maioria de seus sonhos e eles nunca a ajudaram a soluçar crimes e conversar com gente morta, como mostra os médiuns na TV. Mas então, no seu aniversário, Claire recebe de sua avó Kiki um lindo colar com um camafeu, que promete fazer a vida dela girar 360º graus.
Foto por Leitora Encantada
Tendo que estudar no mesmo colégio da sua antiga ex-melhor amiga, Claire não tem perspectivas de fazer amigos, até conhecer Becca Shuttleworth, herdeira de umas das maiores empresas de ketchup do Estados Unidos, e de quebra, conhece seu lindo irmão, Andy e sua irritante namorada, Rye. Mas a família de sua agora tão sonhada amiga anda em perigo: há alguém querendo roubar a fórmula do ketchup que perdura há gerações na família e fará de tudo para ver ela em suas mãos, até mesmo matar todos.
Claire então terá que usar suas visões para livrar a família de sua amiga desse infortúnio, ao mesmo tempo que tenta sobreviver ao Ensino Médio e conquistar Andy.

MINHA OPINIÃO

Garota dos sonhos tem uma trama ótima e personagens carismáticos, seria maravilhoso se a história fosse um pouco mais desenvolvida. Por ter um enredo tão promissor, a autora poderia ter explorado melhor todo o drama da família ao invés de resolver todo o problema rápido demais (em minha opinião).
Foto por Leitora Encantada
Claire é uma personagem gente como a gente, tranquila, fofa ás vezes e cheia de inseguranças por ter uma bunda muito grande – palavras dela,  não minhas -. É engraçado ver o tamanho da quedinha que ela tem por Andy, e no começo até achei ele meio babaca por ficar dando esperanças pra menina, mas no fim, senti um certo apreço por ele, assim como pela sua irmã Becca, que foi bem desenvolvida e ao contrário dos estereótipos de menina rica e mimada, Becca é super tranquila em relação a seu dinheiro e a fama da sua família, ou seja, adorei ela.
Foto por Leitora Encantada
A história foca bastante na amizade entre essas duas, na família e o apoio dela na vida de Claire e claro, nos seus sonhos estranhos e o camafeu. Eu confesso que no começo do livro estava achando tudo sem graça, já que é tudo muito parado, mas até Becca entrar na história, a narrativa se torna mais eficaz e estimulante, por isso terminei a obra que tem 400 páginas tão rápido.
Foto por Leitora Encantada
O livro tem uma capa linda, eu estou babando por ela mas o que mais gostei é o efeito que ela tem quando tudo está escuro, amei isso e com certeza quero que tenham mais capas assim. Também não me importaria de ler outra história sobre Claire e suas visões, assim daria pra matar a saudade dela e também vê-la mais desenvolvida e mais madura. 
Foto por Leitora Encantada
A obra está recheada de termos em francês já que a nossa personagem tem um pai que vem de lá, então prepare-se pra ganhar uma aula de idiomas. Eu adorei tudo, e só porque minha nota foi 3, não quer dizer que o livro seja ruim, só acho que ele poderia ter sido mais desenvolvido, a simplicidade da história toda deixou a narrativa a desejar, mas indico-os a todos que querem conferir um pouco mais dessa história.
Posts criados 1379

6 comentários em “Garota dos Sonhos – Lauren Mechling | Resenha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

Conhecendo termos literários Como limpar seus livros e a sua estante? 5 formas de ler e-books 5 livros com CEO que não são babacas 8 livros para chorar