Há tantos livros impactantes e até mesmo clichês bem famosos na blogosfera que eu sempre fico imaginando o que eles tem de tão especial. A cada resenha que leio vejo um elogio ao autor por ter criado personagens cativantes e uma obra de arrasar. Porém, eu sou meio do contra: enquanto o pessoal vai com a maré, estou tentando fortemente passar longe dela. Por isso, há algumas obra que eu já li mas simplesmente não consigo gostar e muito menos entender como tanta gente gostou! Aqui então vai o meu desabafo… (por favor, não me odeiem!)

Belo Desastre 

Vamos começar primeiro por Belo Desastre, que literalmente foi um belo desastre. Quando li o livro, eu até fui condescendente e dei nota 4 para ele no Skoob, mas sinceramente? Que livro mais podre! Gente, não é que eu não tenha gostado, mas ele não tem nada demais, e como eu tinha acabado de ler O Acordo, primeiro livro da série Amores Improváveis, achei que fosse encontrar algo daquele tipo. Primeiro que eu achei o Travis um escroto e a Abby uma sonsa monga. Nada na história me prendeu a atenção, mesmo assim li, dei a bendita nota e fui partir para outro volume: Bela Redenção, que conseguiu me decepcionar mais ainda. 

Comecei até curtindo a obra, mas no fim a autora resolveu todos os problemas de uma vez só, sem contar que o Thomas ficava ainda chorando pela ex que estava com o irmão dele (confuso isso). Nossa, detestei! 
Vocês apaixonados que me desculpem, mas a história não colou.

Paixão sem Limites

Prevejo algumas pessoas querendo acabar com a minha raça, mas vamos lá. Eu já li dois livros da série Rosemary Beach, e como não gostei de nenhum e até mesmo abandonei dois deles, comecei a achar que meu problema é com a autora Abbi Glines, isso porque suas histórias não me convencem. Tipo, tudo dá certo quando se apresentam os dois personagens principais, realmente gosto das personalidades que lhe são atribuídas, mas depois perco totalmente o foco quando eles começam a se relacionar, parece que tudo se resume a sexo e um draminha ali para tirar a atenção de que eles querem se comer. 

É serio, eu já tentei ler muito os livros da autora, até pulei algumas histórias mas não consegui, simplesmente os livros da Abbi não são para mim.

Cidades de Papel

Eu já admiti aqui que tenho problemas com a escrita do John Green, isso porque ele coloca mais filosofias chatas em seus livros do que história. Já li três obras dele, a pior foi O Teorema Katherine, mas Cidades de Papel também é um fiasco completo. Cara… que livro ruim! Sabe quando ele não tem nada de legal? Não tem nada que causa impacto no leitor? Senti que perdi meu tempo lendo essa obra, sem contar que a Margo, que deveria ser a personagem “principal” não-principal não causou nenhuma empatia em mim, pelo contrário, achei a moça extremamente egoísta em suas decisões.

Eu gostei realmente de A Culpa é das Estrelas, mesmo com aquelas citações a lá Platão, mas as outras obras do autor são extremamente chatas. 
Enfim! Espero que não fiquem com raiva da minha sinceridade (mensagem voltada para os fãs), mas me digam vocês quais são as obras que vocês simplesmente não conseguem entender o tanto de sucesso que ela tem.
Posts criados 1379

41 comentários em “Livros de sucesso que eu não consigo gostar

  1. Oi, Mi

    Eu li Belo Desastre e até coloquei na minha resenha que o livro não poderia ter um nome melhor, pois ele realmente é um belo de um desastre! Haahahha Por isso ri ali quando você falou o mesmo. Detestei com toda minha alma, Travis é psicótico e Abby uma fraude!
    Da série Rosemary Beach eu linos dois primeiros e abandonei… chatos toda vida!
    E eu não gosto do John Green, acho que ele é um péssimo escritor.

    Beijos
    – Tami
    http://www.meuepilogo.com

  2. Oi, Mi. Eu realmente gosto de bad boys, mas não curti muito esse não, é meio sem graça demais e um pouco forçado. Eu já tentei ler os livros da Abbi, mas gente, o que vocês vem na obra dela, não curti.

  3. Olá Miriã!
    Adoro sua sinceridade hahaha tem que ser assim mesmo 🙂
    Eu li Belo Desastre, não amei e nem odiei, serviu mais para me distrair de uma leitura mais densa. É difícil eu não gostar muito de algum livro, porque eu escolho tanto, mas tanto hahahaha que sempre acabo gostando um pouco que seja.
    O que me vem a cabeça bem rápido é Cinquenta Tons de Cinza, li apenas o primeiro para entender o porque de tanto auê em torno desse livro e filme, mas foi o maior tempo perdido na minha vida.
    Beijos!

    Books & Impressions

  4. Oi, Rai. Eu acho que a gente precisa ser sincero mesmo, ainda mais com obras, porque vejo tanta gente dizendo que gosta de determinada obra só pra agradar o autor, que aff
    Eu li a trilogia e eu amei sabe, mas isso foi porque era meu primeiro livro erótico. Hoje dificilmente eu leria e acharia interessante a obra.

  5. Oi Miriã

    Belo Desastre? N faz isso comigo!
    Heheheheehehehehe
    Eu tive um overdose de Rosemary Beach e n consigo ler mais nada a respeito.
    Cidades de Papel eu nem consegui terminar, tentei 2 vezes e n teve jeito!

    Eu ODIEI com tds minhas forças 'O morro dos ventos uivantes' e vejo tantas pessoas que amaram. Dos ultimos lançamentos, aconteceu isso com 'Big Rock'. Qd terminei de ler fiquei me perguntando o que fez as pessoas gostarem tanto!

    Bjoooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

  6. Oi, Fernanda. Eu até tentei ler Rosemary Beach mas a fórmula da autora não deu certo comigo, muito sem graça haha
    Eu nunca li esse livro mas estou sempre fugindo de clássicos, ainda mais romances góticos, acho que não combina comigo.

  7. Oi, Mika!
    Eu gostei de Cidades de Papel, apesar de odiar a Margot. Odiar com gosto.
    Os outros dois eu não li, mas sabe que eu tenho problemas com a Abbi Glines mesmo sem conhecer a escrita?
    Sei lá, vejo as resenhas e as sinopse e acho tudo igualzinho, sem grandes atrativos.
    Também tenho alguns livros que todo mundo amou e eu gostei pouco ou não gostei. Mas geralmente adoro um blockbusterzinho, hahahaha.

    Beijooos

    http://www.casosacasoselivros.com
    http://www.livrosdateca.com

  8. Oiii Mika

    Eu tentei ler Cidades de Papel, e achei a Margot uma chata ao quadrado. Además, achei a trama tão chata que acabei abandonando. POde ser que depois melhora, mas foi uma leitura tão ruim até onde li que nem quis insistir.
    Abbi Glines é tipo considerada uma "deusa da escrita" por muitos, mas eu nem vejo nada atrativo ans obras dela, justamente porque é bem isso que vc falou, não gosto de tramas assim.
    Esse Belo Desastre é um que tem tipo 5 ou 6 livros né? Primeiramente séries larguissimas assim me cansam. Segundo que o tal Madox me parece um mala… (desculpe as admiradoras, mas ele realmente não faz meu tipo) e é mais uma trama que me parece em muitos momentos tratar apenas de mais um romance tóxico. Mas enfim, prefiro não opinar muito já que tanto Abbi Glines como Belo Desastre nunca li.

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

  9. Oiee Miriã! Eu ainda não li nenhum dos livros citados no texto. Sinceramente só queria ler Cidades de papel, mas vejo muitas outras pessoas, assim como você que reclamam… ainda mais da protagonista. Ai não sei. Ás vezes as pessoas só querem ler o que tá em alta por isso gostam de qualquer coisa que tá vendendo.
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

  10. Oi Miriã, tudo bom?
    Jesus amado todo esse hype em Belo Desastre TAMBÉM NÃO ENTENDO. Li o livro na minha adolescência e gostei, li de novo uns anos depois e fiquei MEU DEUS DO CÉU CHAMA A POLÍCIA. Um dos maiores relacionamentos abusivos romantizados que já existiu, queima com fogo.
    Cidades de Papel é meu favorito do John, mas entendo que ele é bem enfadonho e se enrola nos monólogos internos do protagonista demais. Se tivesse lido em outro momento, talvez não gostasse tanto.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    http://www.queriaestarlendo.com.br

  11. Olá, Mi!
    Estamos juntos nessa sua escolha.
    Cidades de Papel foi um dos livros que menos gostei (dos que não gostei), de J. Green.
    Belo Desastre também não gerou amor não, o outro que você citou eu nem me dei a chance de ler, a sinopse em si já não me atraiu, o gênero também não atrai.

    Outro que não consegui gostar: cinquenta tons de cinza. Entre outros…

    Bjão.
    Di, Blog Vida & Letras.
    http://www.blogvidaeletras.blogspot.com

  12. Oi Mi, tudo bem??

    Menina, eu li Belo Desastre e até que curti, mas não gostei do Travis, achei ele muito chato e abusivo. Eu li a trilogia de amor sem limites e gostei muito, li muito rápido e até me diverti com os dramas. Mas parei por ali, porque não rolava seguir a série inteira. Já o tio Green não rola nada dele. Li A Culpa é das Estrelas, para saber que não curto a escrita dele, mesmo curtido a história, mas eu esperava mais, já que foi tão aclamado… mas eu amei o filme haha… Xero!

    https://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

  13. Oi, Denise. Quando li Belo desastre eu ficava fechando o olho para algumas cenas do Travor, mas não dá pra salvar o cara, ele é extremamente possessivo e abusivo, detestei.
    Acho o John Green super chato, me canso até do próprio autor haha

  14. não li o terceiro livro aliás até hoje não li nenhum livro deste autor. Quanto à Belo Desastre concordo plenamente com você, li esse livro mas não li mais nada desta Série, achei bem desnecessária. Comprei a trilogia Sem Limites no sebo, acabei lendo os três livros de uma vez mas também não gostei muito, até coloquei para sorteados na promoção esvaziado Minha estante.
    abraços
    Gisela
    http://www.lerparadicertir.com.br

  15. Oi, Gi.
    Bate aqui que você traduziu a série Belo Desastre: desnecessário. Claramente é um livro que foi feito para vender, sabe? Eu também não curti as histórias da Abbi, tanto que coloquei tudo em sorteio/skoob.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

Livros com músicos 5 motivos para ler Bone Crier’s Moon 5 autoras de romance de época para conhecer Compre agora o novo Kindle Paperwhite! Músicas para quem ama o universo de League of Legends