Encontrada até quinta – Catherine Bybee | Resenha

O sétimo livro da série Noivas da Semana. Gabriella Masini: assombrada pelo passado, com as cicatrizes que não a deixam esquecer, Gabi acredita que contos de fadas acontecem com outras pessoas, não com ela. Trabalhando na Alliance, a agência de casamentos de elite, ela é ótima com números, mas não consegue somar dois mais dois quando se trata de seu último cliente: um bilionário bad boy com seus próprios segredos. Quando Gabi se recusa a ser sua esposa temporária, Hunter faz uma oferta que ela não pode recusar. Mas o casamento com um homem como ele nunca poderia dar certo… ou poderia? Hunter Blackwell: apenas sua conta bancária é maior que sua habilidade para conseguir o que quer. Ele tem uma razão secreta para querer se casar, pelo menos por um tempo — e acha que a sensual e atrevida Gabi é perfeita para o papel. Mas, quando o casamento de conveniência se torna perigoso, Hunter deve decidir até onde iria para cumprir a promessa de honrar e proteger Gabi para sempre.

Romance | 332 páginas | Editora Verus 

Encontrada até quinta é o último volume da série Noivas da Semana, e conta a história de Gabriella Masini, a irmã de Valentino, o protagonista do sexto livro. É interessante pra quem pensar em começar a ler esta série, que leia na ordem já que todos os livros anteriores tem um peso adicional no próximo e com esse não foi diferente.
Um ano e meio se passou desde que Gabi fora vítima de seu ex-marido, Alonso Picano, que se revelou um mal-caráter. Após usar a ilha de Val pra traficar drogas e acabar sendo morto a tiros, ela agora vive na casa de Tarzana, trabalhando na Alliance já que é boa com os números. Gabi ainda não superou completamente a decepção com o ex-marido, por isso evita sair com homens e ir a encontros, até que surge um cliente em potencial para a Alliance analisar: Hunter Blackwell.
Minha autoria
Hunter é um dos homens mais ricos dos Estados Unidos, e também um dos solteiros mais cobiçados, o que é um dos motivos para ele querer se casar o quanto antes. Apesar do perfil atraente e da enorme conta bancária, Gabi logo o dispensa da lista de possíveis clientes já que ele tem propensão a ser agressivo. Disposto a conseguir uma esposa e acostumado a não receber nãos, Hunter abusa do poder e acaba descobrindo sobre o passado de Gabi, assim chantageando-a a se casar com ele.

Sem saída, Gabi acaba fazendo a vontade de Hunter, mas será que esse casamento fadado ao fracasso e com um tempo para acabar pode dar certo assim como todos os outros? Qual o verdadeiro motivo para Hunter querer se casar tão depressa? Gabi precisa descobrir mais sobre o homem com quem se casou, mas seu passado volta para trazer mais problemas do que ela havia um dia imaginado.
Minha autoria
Mais uma vez, fiquei encantada com a escrita da Catherine. Ela nos mostra personagens cativantes e com personalidades tão distintas, uma narrativa envolvente e fácil de ler, uma trama instigante e eletrizante. O mix perfeito para fechar o fim de uma série, pena que isso não foi tão bem desenvolvido do começo ao fim.
Já conhecia Gabi do livro anterior, mas ver ela tocar sua vida sozinha foi bem interessante. De alguma forma ela me lembra a Gwen, já que ambas viviam em uma redoma de proteção, o que rotulou ambas como frágeis. Porém, Gabi tem um diferencial. Apesar de aparentar ter uma personalidade mais tímida, ela é forte, ousada, que não deixa se abater com os problemas e que consegue rebater Hunter a altura.
Minha autoria
Hunter a princípio se mostrou um crápula. Um cara que praticamente ameaça sua futura noiva não é nada romântico, mas ao longo da trama entendemos suas motivações, apesar da maior parte do enredo ele se mostrar alguém não confiável. Assim com os demais homens da série, Hunter é gostoso, sexy como o pecado, e com uma fortuna imensurável (o famoso playboy que nunca vai aparecer nas nossas vidas). Foi legal ver ele baixar a guarda ao lado de Gabi, e mesmo suspeitando de que a trama se desenrolaria com base em seus segredos, é a história de Gabi que dá forma a obra.
Meu problema com a trama foi o final, simples e direto. A autora criou um problemão lá pelos quarenta e quatro minutos do jogo, mas ela resolveu tudo tão rápido que nem tensão eu tive tempo de sentir. Acontecia deu querer falar “Vai com calma, mulher!”, mas infelizmente a autora correu com o final, o que me deixou chateada, já que ela conseguiu trazer momentos de ação em Noiva até sexta de forma impecável, mas a fórmula não funcionou com esse volume.
Minha autoria
Mesmo assim, ainda curti bastante a trama e os personagens. Ver Hunter e Gabi se desenvolvendo como casal foi muito legal. Os dois tem problema de confiança e precisam aprender a lidar um com o outro. Foi também a primeira vez que um personagem demorou pra pedir seguranças pra esposa (entendedores entenderão). Terminei a trama feliz, e por assim dizer aliviada, que consegui enfim terminar a série. Noivas da Semana tem seus altos e baixos a respeito de cada trama, mas conseguem cativar com histórias inusitadas que acabam rendendo as mais belas histórias de amor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 thoughts on “Encontrada até quinta – Catherine Bybee | Resenha

  1. Oi, Mi

    Eu parei no segundo, então não estou muito familiarizada com os protagonistas. Eu nem desisti da série, mas foram surgindo outras prioridades.
    Não sei o que dá na cabeça de certos autores para inventar plot no final do livro, é pedir pra ter correria! Hahahah
    Enfim, daqui a pouco chego nesse! 🙂

    Beijos
    – Tami
    http://www.meuepilogo.com

  2. Oi, Mika!
    Eu estava muuuito animada com essa série e quase comprei os sete livros na promoção do dia das mulheres, mas me controlei e comprei só o primeiro. Afinal, não conhecia a escrita da autora e nem de como tudo se desenvolveria, né? Mas vou te falar que me decepcionei um pouco.
    Achei tudo muito superficial e rápido, sabe? Queria que tivesse sido mais explorado, sei lá! Vou tentar ler o restante pra ver se minha opinião muda, mas sem toda aquela pressa que eu estava antes haha
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

  3. Oi, Mari
    Relaxa! O primeiro livro realmente é assim, super clichê e meio sem graça mesmo mas depois os livros vão pegando ritmo e ela vai criando várias tramas ao longo da narrativa.
    Eu acho que você vai acabar gostando no fim.

@blogcapitulotreze