A Duda do blog Lumusiando trouxe uma proposta muito interessante para algumas blogueiras no Dia da Mulher: falar sobre o que nos inspirou a ser blogueira e falar algo para aquelas mulheres que querem seguir por esse caminho também. Eu me interessei bastante pelo assunto porque acho que a blogosfera cada vez mais cresce, mas ao contrário da opinião de muitos que acreditam que o sucesso está logo ali, há muitos caminhos que devemos trilhar ainda e é preciso ter em mente isso, se não você acaba se frustrando como eu em alguns momentos dessa jornada.
Primeiramente eu quero dizer que meu blog não é profissional, então se você deseja criar um conteúdo visando lucros, as dicas que poderei te dar aqui não farão muito sentido, já que eu escolhi blogar como uma forma de passar o tempo. No meu primeiro estágio, eu tinha muitas horas em ócio e comecei então a visitar e a conhecer alguns blogs sobre livros, sempre lendo as resenhas, pegando indicações de leituras, mas foi somente depois de um tempo que me veio a mente a ideia de criar um blog, um lugar onde eu também pudesse falar sobre o que gosto, sobre mim e sobre o que realmente entendo.
Como algumas blogueiras que me conhecem há tempos sabem, o blog passou por várias mudanças, eu até mesmo criei e exclui meu primeiro blog chamado Vi em um livro justamente porque achei que o retorno e a participação dos leitores seria algo rápido, o que não aconteceu. Isso me frustrou tanto ao ponto deu desistir e ficar uns quatro meses pensando na possibilidade de retornar e assim voltei com o Leitora Encantada, até que mudei de vez para o Suddenly Things.
Eu amo o fato de poder compartilhar aquilo que gosto e tenho um mínimo de conhecimento, que no caso são os livros. Os comentários de vocês sempre me ajudam, porque eu sempre acreditei que era eu, ao indicar um livro, que ajudava vocês, mas na verdade é o contrário. São vocês com suas palavras de apoio e carinho que tornam tudo mais fácil para mim e me fazem sentir que o que eu faço aqui é o certo.
É o que vou dizer para vocês: se você quer escrever para seus leitores somente como uma forma de ganhar seguidores e reconhecimento, e não fazer isso realmente porque gosta, você vai acabar quebrando a cara. Como algumas amigas blogueiras gostam tanto de ressaltar, a blogosfera tá enorme, a competitividade é muito grande e mesmo que alguns blogs não vejam os outros como competidores e sim como amigos, é muito difícil ganhar reconhecimento através de um blog literário. Então siga seu coração.
Não adianta nada querer ser blogueira, influenciadora digital ou qualquer destas coisas se você não gosta de escrever. É importantíssimo que a pessoa que escolhe seguir por esse caminho saiba no mínimo escrever algo coerente. É preciso saber ordenar os pensamentos, senão fica aquela bagunça que ninguém sabe realmente o que você quer dizer, além dos erros gramaticais que matam qualquer um, aquele que tá escrevendo e principalmente aquele que tá lendo, porque vocês queiram ou não, tem blogueira que fica corrigindo o que você escreveu errado.
E o mais importante de tudo é que você precisa ter a mente aberta. Como eu falei, o retorno que a gente espera através de um blog nunca vem rápido ou ás vezes não é suficiente, e isso pode acabar frustrando tantas blogueiras por aí que não dá pra contar na mão. Por isso, se você acreditar que faz algo porque realmente gosta e não esperar nada em troca, é mais fácil de lidar com as decepções que a vida de blogueira traz do que alguém que queira ganhar dinheiro com isso.
É isso! Espero que tenham ajudado e não assustado vocês que queiram seguir esse ramo. Saibam que se quiserem ajuda com qualquer coisa podem falar comigo. J

Posts criados 1379

17 comentários em “O que me tornou blogueira e dicas para quem quer se tornar uma

  1. Oi, Miriã!
    A minha história com blog é tão louca e acho que ninguém sabe. Mas quando comecei a criar conteúdo online, mais ou menos em 2013, não tinha nada a ver com um blog que falava especificamente sobre livros. Mas uma coisa foi levando a outra e eu sempre quis acrescentar algo e mudar. Por isso, eu sei que realmente cheguei ao Magia é Sonhar porque gostava daquilo e gosto, de verdade.
    Claro, se um dia eu realmente conseguir tornar ele profissional e tudo mais, será maravilhoso, mas estou feliz com ele do jeito que está.
    Seu post é essencial para outras pessoas que estão querendo entrar neste mundo porque a frustação é quase inevitável em alguns momentos e só se gostarmos verdadeiramente para continuar.
    De qualquer forma, para quem gosta, a recompensa vem de outras formas.
    Adorei o post. Não tinha visto nenhum assim ainda.
    Beijos.

  2. Oi, Mi!
    Tenho um quadrinho em meu quarto com a frase "a mente é como um paraquedas: só funciona se estiver aberta". Achei que ela combina muito com o seu post, principalmente no final dele.
    A história do Fantasma tem a ver com o que você mencionou em esperar um resultado direto e rápido (tanto de comentários quanto seguidores), mas não é bem assim que funciona. Já desisti do blog algumas vezes por ter me frustrado nesse sentido e só tive coragem para voltar agora depois que minha melhor amiga abraçou o projeto comigo e eu comecei a entender que não adianta nada eu esperar um grande público se eu não tivesse carinho e cuidado. E claro, ajudar outros blogs também ajuda bastante!
    Achei seu post excelente tanto para quem quer começar a se dedicar quanto para quem já tem um blog e não está 100% satisfeito (o que, convenhamos, é normal).
    Parabéns por mais um ótimo trabalho!
    Beijos,
    http://ofantasmaliterario.blogspot.com.br

  3. Oi, Miriã! Adorei a sua forma de ver e perceber esse lugar que você criou para dizer o que pensa, o que sente, o que deseja, o que compartilha. Acho que quando a gente faz algo com carinho, com amor, com doação ao outro, as coisas tendem a se estabelecer e a crescer. Acredito que você cuida assim do seu cantinho! 😉

    beijos!!

    https://ludantasmusica.blogspot.com.br

  4. Oi, Mika!
    Também vou te contar como criei o blog hahaha
    Como sempre li muito, alguns amigos e familiares me pediam indicações e opiniões sobre livros. Só que eu acabava me perdendo um pouco na hora de dar dicas, porque esquecia de um ou outro que tinham sido ótimas leituras para mim e que queria muito ter indicado! Por isso acabei pensando em criar o blog, para ajudar quem sempre me procurava.
    Mas eu concordo muito com você e sempre digo: meu blog é por hobbie, porque se eu estivesse aqui para ganhar dinheiro, eu tava ferrada! hahahahaha O importante é gostar e ver isso como uma hora legal do dia, porque dá trabalho, né?
    Que bom que nos encontramos por aqui, pois adoro seu blog <3
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

  5. Olá, Miriã.
    E são esses blogs como o seu que ficam. Porque quem cria blog para ganhar seguidores e consequentemente grandes parcerias, não duram muito não. Eu criei o prefácio para conversar sobre livros porque não conhecia quase ninguém que lia e já estou por aqui há quase seis anos. Gostei muito do seu texto e acabei de ver que não seguia seu blog ainda e já corrigi meu erro hehe.

    Prefácio

  6. Oi miga! Fico muuuito feliz que você tenha decidido coltar com o blog depois dessas frustrações e desistências. Você escreve muito bem e além do mais tem um layout lindão, seria um desperdício não ter isso na blogosfera! Ultimamente tava bem desestimulada com o blog, mas resolvi voltar com tudo! Sorte pra nós e feliz dia das mulheres! <3

    Um beijo grandão,
    https://vishamiga.blogspot.com.br <3

  7. Oi, Gabi
    É legal ter reconhecimento, né? Mas mais importante é saber que aquilo que fazemos é por amor e não porque a gente quer retorno financeiro ou midiático, até porque os blogs sempre fazem com que a gente acabe se frustrando de alguma maneira, seja pelos comentários mal feitos, pela rejeição de uma parceria e por aí vai.

  8. Oi, Carol
    Eu sempre quis alguém que me ajudasse com o blog, mas infelizmente me frustrei com as pessoas que escolhi e hoje em dia atuo sozinha, mas é maravilhoso compartilhar o mesmo pensamento com alguém próximo da gente.
    Tomara que a gente não desista mais dos nossos sonhos, mesmo que eles acabem nos frustrando.

  9. Oi, Mari
    Eu adorei te conhecer através do blog, tenho um carinho especial pelo Galáxia e acho que vou levar essa experiência pro resto da vida.
    Eu acho que a gente tem que saber de cara o que quer, blogar por hobbie ou tornar ele profissional. Desde cedo eu queria só me divertir mesmo e não me arrependo disso.

  10. Amei o post, Miriã! Eu também amo isso de compartilhar as coisas que eu gosto e a gente tem que tá sempre com a mente aberta mesmo, assim como tem gente que pode amar, tem gente que pode não gostar. Ai, sim! Saber escrever é o mínimo. A blogosfera tá enorme mesmo e infelizmente ainda tem muita rivalidade ): Enfim, ótimo post!! =)

    Beijos, quebrarosilencio.blogspot.com ❥

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

5 livros para ler ainda em 2021 8 livros para ler no Halloween 6 livros para ler durante a infância Conhecendo termos literários Como limpar seus livros e a sua estante?