O processo de escrita de um livro é algo sagrado. Decidir a trama, os personagens, os diálogos e todas as questões envolvendo a finalização da obra e seu possível sucesso após a venda requer muito trabalho, e por isso temos que valorizar o trabalho desses escritores que praticamente dão a cara à tapa para gente na hora que deixam avaliarmos seu trabalho final.
O nome dos personagens também é uma grande questão a ser pensada. Qual nome escolher? Seria melhor distribuir os nomes pelo abecedário, ou fazer a maioria dos personagens com nomes com a letra C ou D? O fato é que nem sempre as escolhas dos nomes são as melhores, e convenhamos que tem muito nome estranho por aí, e venho comentar justamente deles.

Calpúrnia – Nove regras a ignorar antes de se apaixonar

Esse foi o primeiro nome que escolhi na hora de fazer este post justamente porque que nome mais feio é esse, meu Deus? Não é a toa que usam o apelido Callie para falar sobre a personagem. Fico pensando o que diabos a autora tava pensando na hora de dar esse nome a mocinha da história, chega dá pena da coitada. Se minha mãe viesse com um trem desses pra cima de mim eu ficaria muito chateada.

Isolde Ophelia – Romance com o Duque

Outro romance de época que abusa dos nomes usados em peças importantes como Shakespeare e outros. Isolde é triste, acho até pior que Calpúrnia e dar isso para uma personagem feminina também foi acabar com a auto-estima da moça. Vamos agradecer aos céus que temos Izzy de apelido senão tadinha.

Rimmel – #Nerd

Rimmel nos Estados Unidos pode até ser comum e não soar diferente, mas para quem fala português e assim como eu adora uma boa maquiagem, eu não consigo disassociar o nome de rímel. Para mim soa estranho demais durante a leitura, simplesmente não rolou.

Cricket – Lola e o garoto da casa ao lado

Outro nome que remete a outra coisa. Críquete é um esporte que utiliza tacos e bolas, parecido com o beisebol. Além disso, o nome não é nada bonito na hora de falar, convenhamos, imagina ficar chamando um namorado assim todo o tempo?

Étienne – Anna e o beijo francês

Outro nome super estranho para colocar na lista. Eu nem sei pronunciar ele da maneira correta, mas vamos dar um desconto já que ele é de origem francesa, e todos nós sabemos que o francês é meio complicadinho mesmo. Para vocês verem o tanto que o nome é diferente, que até os personagens do livro preferem chamar o personagem pelo sobrenome que pelo primeiro nome.

Neferet, Nyx, Kalona, Rephaim– Morada da Noite

Fantasia é o gênero mais comum para encontramos nomes estranhos mas as autoras de Morada da Noite se superaram com a escolha destes. Eles mais parecem nomes de personagens de jogos do que de um livro, porém, eu não critico porque gostei da maioria deles, mas incomum realmente é.

E quais são os nomes mais estranhos ou incomuns que vocês já viram? Será que lembram de algum?

Posts criados 1379

18 comentários em “Personagens com os nomes mais incomuns

  1. Olá, Miriã.
    O ruim é na hora de escrever a resenha que a gente tem que ficar conferindo letra por letra hehe. Acho que o mais estranho que me lembro é o da Calpúrnia, tanto que só me refiro a ela como Callie hehe. Adorei a postagem.

    Prefácio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

A moda presente nos romances de época Autores nacionais para conhecer Um clichê, um livro Conheça os contos de Blackout Review: Um amor desastroso