Ao longo da vida de blogueira literária, a gente vai vendo muitas resenhas negativas de autores que gostamos. Afinal, se a gente ama tanto um escritor, como que a outra pessoa não consegue gostar dele? Eu fico meio pirada quando vejo um autor que eu amo sendo injustiçado haha mas vida que segue. Por isso eu resolvi conversar com vocês sobre seis dos meus autores favoritos que eu defendo até a morte e foda-se a opinião alheia! São meus xodózinhos e quero guardar num potinho, então venha cá conhecê-los.

1. Colleen Hoover

A CoHo é uma das maiores escritoras de new adult que eu conheço e eu não consigo tirar o título dela porque a mulher realmente sabe escrever uma história. Sempre exagerando nos temas mas trazendo fortes emoções que vão deixar o leitor ou morto de vontade de ler outras obras suas, ou com vontade de não ler mais. Eu obviamente faço parte do primeiro grupo. As obras da CoHo são reais, mexem na ferida e perfuram ainda mais. São lindas, críveis e o melhor de tudo, sempre tem um finalzinho feliz mesmo que não pareça.

2. Megan Maxwell

Uma das autoras mais injustiçadas é a Megan Maxwell, isso porque ela escreve eróticos, e como o gênero já não é muito bem visto, imagina os autores que o escrevem. Eu amo a trilogia Peça-me o que quiser da autora e me disponho a ler tudo o que ela escreve, porque mesmo que tenha muitas cenas eróticas e personagens que brigam mais que cão e gato, são livros irresistíveis que fazem a gente querer ler mais ainda, e é isso que eu realmente amo em suas obras. Todas elas são um pouco parecidas e o que me chama atenção na Meg, é que ela sempre traz temas variados sobre sexualidade a serem tratados, até porque precisamos quebrar tabus e a autora está justamente aqui para isso. Meg sua lindona 💓

3. Elle Kennedy

Um dos meus gêneros favoritos da vida são os new adults, e eu tive o prazer de conhecer no ano passado a escrita irresistível da Elle Kennedy. Gente, que mulher incrível! Acho que o mais notável nas suas obras além da narrativa são seus personagens super carismáticas e muito muito crusháveis. Quem nunca quis pegar o Dean DiLaurentis que atire a primeira pedra! Quer ler um new adult divertido, leve e solto? Elle Kennedy mores.

4. Rachel Gibson

Rachel é a famosa autora dos clichês, aqueles que acontecem em pequenas cidadezinhas do interior do Texas. São histórias singelas, simples mas que cativam a gente de um jeito que deixa o coração quentinho. A autora abusa disso mas eu não consigo deixar de me viciar porque as histórias são muito gostosas de ler, além de muito divertidas. 

5. Jane Costello

Estava na dúvida se colocava aqui Sophie Kinsella, mas pensei em divulgar um autor pouco conhecido que é basicamente muito parecido com a primeira. As obras da Jane são chick-lits (saudades!) e são extremamente DIVERTIDAS e PRAZEROSAS de ler, você mija de tanto rir com essas personagens empoderadas e mega gente-como-a-gente. Infelizmente a Jane não é lá muito conhecida mas estou aqui para fazer jus a seu talento.

6. Brittainy C. Cherry

A escrita da Brittainy é meio melosa e dramática? Podemos dizer que sim, mas quem não precisa de um pouco de romance dramático na vida né? Brittainy tem um jeitinho especial de foder com a nossa mente, mas de um jeito bom. Enquanto a CoHo deixa a gente com uma pedra no coração até o finalzinho do livro, a Brittainy vai tirando o peso aos poucos e em breve nos vemos livres para nos encantar com suas obras. Amo todos os livros que leio dessa mulher e tô nem aí se algumas coisas que ela coloca no enredo soem meio fictícios, é romance meu bem, e romance pra mim tem que ter final feliz.
E aí, quem você defende até a morte?
Posts criados 1379

20 comentários em “6 autoras que eu defendo até a morte

  1. Oi oi querida,
    Como eu amo a CoHo, a Brittainy e a Elle. Acabo ficando com receio de falar delas, pois, sou dessas que só paro de falar da autora quando a pessoa pega um livro de uma delas e vai ler. E o bom, é que cada uma tem uma forma diferente de envolver o leitor, o que ajuda na hora de vc indicar a alguém.

    Beijoss, Enjoy Books

  2. "É romance meu bem, e para mim romance tem que ter final feliz" eu ameeeeeei hahahaha A cada dia eu me impressiono em como os nossos gostos são diferentes, gosto assim, cada dia conhecendo mais sobre outros gêneros. Adorei conferir as seis autoras, quero muito ler algo da Colleen e da Rachel Gibson. Tenho certeza que ano que vem essa vai ser uma meta haha A autora que eu defendo até a morte é a Margaret Atwood <3
    Beijos!

    Our Constellations

  3. Eu sou doida pra ler algo da Colleen, vejo muita gente elogiando e nunca peguei nada pra ler. Eu acho que não tenho nenhuma escritora que defenda até a morte, hahaha, gosto de muitas mas a maioria sempre me decepciona em algum ponto.

    Iasmin Guimarães | E agora?

  4. Oi, Mi! Tudo bem?

    Pela primeira vez, estou muito feliz em dizer que não conheço nenhuma dessas autoras, pois assim não existe a possibilidade de eu já ter falado mal de algum deles.
    Gostei do porquê você defender alguns, principalmente a autora de livros eróticos, mesmo que seja um gênero que eu não goste e muitas vezes até critique (estou tentando melhorar), não concordo com o povo que massacra as autoras desta gênero, afinal se você não gosta é só não ler.

    Adorei o post.
    Beijos,
    Blog Magia é Sonhar
    Canal Magia é Sonhar

  5. Oi, Miriã, como vai?
    Sim, muitas autoras que escrevem eróticos acabam sendo injustiçadas demais. Muitas pessoas sequer abriram uma obra dessas e já começam com o julgamento.
    Já comecei a ler a trilogia Peça-me o que quiser, mas infelizmente esse foi um que acabei abandonando a leitura no segundo.

    Beijos! Dear Masen

  6. Oi, Anni
    Eu também vejo muito preconceito com a E.L. James, as pessoas até criticam a escrita dela só para tentar justificar o fato de que não gostam de eróticos. Eu amo essa trilogia mas entendo quem realmente não curtiu haha
    Beijo!

  7. Oi, Mika!
    Eu concordo com a CoHo, Elle Kennedy e Brittainy <3
    São muito amores e elas escreveram alguns dos melhores livros que li esse ano. Apesar de sentir que a CoHo escorrega as vezes, eu gosto muito que ela cutuque a ferida. Tirar a gente da zona de conforto é ótimo!
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

  8. Muito bom conhecer essas autoras, as quais confesso que não conhecia, mas pretendo conhecê-las. Ao menos algumas; já favoritei aqui o post pra vir escavar depois rs
    Autor q defendo até a morte?… Stephen King, mesmo tendo lido apenas uma de suas obras haha (quase terminando de ler)
    Um beijo

    http://www.rapeizedinamica.biz &click$%bait$% poesia

  9. Oi, Mi! Tudo bom?
    Ihhhhhhhhhhhhh nem falo nada dessa primeira, em? 😛 só taco fogo nos livros e saio correndo HUHUASHUSAUHSAUHSAHUSAUHSA brincadeiras a parte, também tenho minha listinha de autoras que defendo com unhas e dentes. Mas também faz parte a gente aceitar que nem tudo que elas escrevem é ouro – e nem todo mundo vai curtir a narrativa/desenvolvimento de história como a gente. Dói no coração, mas cada leitor é um leitor.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    http://www.queriaestarlendo.com.br

  10. Olá, Miriã.
    Acho que cada um tem seu gosto, porque amo a Agatha Christie e sei que tem muita gente que não. Mas que dói quando alguém diz isso, dói hehe. Eu já li todas citadas e confesso nenhuma está entre minhas favoritas. Acho que só a Elle que eu gosto um pouquinho mais porque ela me fez amar livros de um gênero que não gosto hehe.

    Prefácio

  11. Oi Mi!!!
    Tem toda razão de defender seus autores prediletos! Também faço isso sempre e gato o pé se alguem discorda de mim hahahahahaha
    Não conheço muito sobre as autoras, a não ser alguns livros da CoHo e acho realmente a escrita dela fantástica. E é exatamente o que você disse, ela exagera um pouco em algumas situações, mas é algo característico dela
    Beijinho

    EVENTUAL OBRA DE FICÇÃO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

Conhecendo termos literários Como limpar seus livros e a sua estante? 5 formas de ler e-books 5 livros com CEO que não são babacas 8 livros para chorar