Se você é do tipo que eu que ama esse clichê de amigos que se amam mas passam metade do livro tentando se resolver e nunca conseguem, seja bem vindo a este post! Eu como já li umas trocentas obras desse mesmo tipo, resolvi indicar para você algumas delas, que eu tenho certeza que vocês conhecem a maioria, mas que também podem se surpreender com outras.

Sempre foi você – Carrie Elks

Eu amo esse livro DEMAIS! Aqui temos dois personagens, Hannah e Richard, que se tornam melhores amigos porque as mães de ambos são amigas também. Mas ao passar dos anos, a relação que antes era fácil entre eles se torna pesada: a mãe de Hannah faleceu e deixou um grande vazio em sua vida, que por sua vez afastou a todos, incluindo a Richard. O livro é tipo de traz pra frente. O primeiro capítulo é no presente e os demais voltando ao passado. Obviamente Hannah esconde um segredo que só será revelado no último capítulo (ou no primeiro?).

Um dia – David Nicholls

Dexter e Emma se conhecerem na formatura de faculdade. Desde então, eles se tornaram melhores amigos. Mas a vida vai acontecendo como todos bem sabem e ambos acabaram seguindo caminhos bem diferentes: Dexter para o estrelato e Emma o fracasso. Mesmo assim a amizade continua e o livro é narrado todo dia 15 de julho de cada ano, desde que se conheceram. Com o passar dos anos fica notável que Emma começa a nutrir outros tipos de sentimentos em relação a Dexter, que não percebe. Ao contrário dos demais livros aqui, este não é tão “lindo e inspirador”. Na verdade pode ser um pouco cansativo, porém extremamente intenso e instigante. Recomendo!

Simplesmente acontece – Cecelia Ahern

Esse livro é sobre Alex que é secretamente apaixonado pela melhor amiga Rosie. Mas antes que ambos possam seguir seus planos de irem para a faculdade, e talvez a chance de Alex se declarar, Rosie acaba engravidando no baile de formatura. A partir daí a vida dos dois muda drasticamente. Enquanto Alex vai embora para fazer a faculdade, Rosie se vê presa na cidade onde cresceu e com um filho. Ao longo dos anos eles tem vários reencontros e desencontros, e a vida parece que não vai ajudar em nada esses dois. Mas só lendo para saber como essa obra termina.

A melhor coisa que nunca aconteceu na minha vida – Laura Tait & Jimmy Rice

Esse livro maravilhoso (e de título gigante) dá vida a dois amigos Holly e Alex, que desde o ensino médio há 11 anos atrás nunca mais se encontraram. Mas agora eles descobrem que estão morando na mesma cidade e resolvem marcar um reencontro. E um deles já foi secretamente apaixonado pelo outro… mas o tempo já deve ter acabado com esse sentimento, certo? Só que não. Esse livro é lindo, fofo mas também demora anos para o casal se assumir, credo! Mesmo assim eu amei. 

Um dia em dezembro – Josie Silver

Apesar do que as pessoas acreditam, Laurie secretamente se apaixonou por um cara só de olhar para ele dentro do ônibus. E ela sabe que ele sentiu o mesmo. Mas já se passou um ano desde que isso aconteceu e ela nunca conseguiu reencontrá-lo. Até que sua melhor amiga Sarah apresenta seu novo namorado, Jack, que é justamente o cara que Laurie se apaixonou um ano atrás! O chato é que mesmo que tente esquecê-lo, conviver com ele quase diariamente tem corroído mais ainda Laurie, e o pior, ela nunca poderá contar nada a Sarah. Esse livro é extremamente agoniante, mas também lindo. Ver a situação da Laurie é uma merda, mas caramba, eu sou romântica e torci horrores por ela hahaha

Se nada der certo aos 30, você se casa comigo? – Karina Halle

Esse daqui é ao contrário do de cima. Linden e Stephanie são melhores amigos, já que ela trabalhou um tempinho no mesmo bar que ele. E Linden sempre foi secretamente apaixonado pela amiga, só nunca tentou nada porque ela já tem namorado, seu melhor amigo James. Esse livro foi mais estressante do que o outro porque meu Deus, que agonia esses dois passaram para ficar juntos. Sem contar que Jamie consegue ser um cuzão boa parte do tempo.
Espero que tenham gostado das indicações. Me conta aí qual livro tem essa mesma premissa?
Posts criados 1379

23 comentários em “Livros que o casal são amigos mas que demoram anos pra ficarem juntos

  1. Oii Mi!
    Amei as dicas. Algumas quero muito ler como Um dia, já vi alguns comentarios e são bem positivos e também quero ler Simplesmente Acontece, sei que tem a adaptação mais ainda não vi, quero ler primeiro. Ah, também quero ler Se nada der certo aos 30, você se casa comigo?, só li apenas uma resenha e gostei bastante.

    Meu blog:
    Tempos Literários

  2. Olá!

    Dos que você citou eu vi os filmes de ''Simplesmente acontece'' e ''Um dia'', e tenho muita vontade de ler os livros dos dois, pois gostei muitos dos filmes. O resto eu não conhecia, mas vou procurar, adoro essa temática, apesar de me deixar agoniada!

    Literatura Querida

  3. Sempre Foi Você!!Puxa, fui ler o título dele ali e olhei pra minha estante. Agora vou precisar furar fila nesse lindo.rs
    Eu também amo histórias onde o casal se ama, mas que primeiro precisam enfrentar um turbilhão de coisas até deixarem o amor acontecer.
    De todos que você citou, eu só li Um Dia ;/
    beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

  4. Olá, Miriã,
    Vim conferir a postagem só para ver os livros que não vou ler porque esse é um clichê que não gosto hehe. Mas já li um dai da época que eu tinha outro gosto, Um Dia, e chorei no final hehe.

    Prefácio

  5. Miriã!
    É um tema bem controverso, mas gostoso.
    Li apenas Simplesmente acontece e Um dia.
    Indiquei um chick lit na postagem anterior que bem se adequa aqui também: Mais que amigos.
    cheirinhos
    Rudy

  6. é um tema que dá agonia mas ao mesmo tempo dá uma aquecida no coração rs
    desses li Um Dia e Simplesmente acontece (junto com os filmes), prefiro as capas originais rs
    fiquei interessada nesse A MELHOR COISA QUE NUNCA ACONTECEU NA MINHA VIDA, irei ler, obrigada 🙂

  7. Olá Miriã!
    Esse tipo de livro clichê não tem como não amar, né? É um tipo de trama que aquece os nossos corações e nos faz querer entrar na história e abraçar os personagens.
    Da lista eu só tive a oportunidade de ler Simplesmente Acontece, e foi uma leitura muito marcante na minha adolescência.
    Vou adicionar Um Dia e A Melhor Coisa Que Nunca Aconteceu Na Minha Vida no quero ler do Skoob, pois ambos parecem ser perfeitos pra ler depois de uma ressaca literária.
    Beijos.

  8. Amiga, acredite ou não, eu adoro esse tipo de livro (desde que seja bem desenvolvido, é claro). Desses livros que você indicou, só li Um Dia (amo infinitamente, apesar de concordar com você que pode ser cansativo em alguns momentos) e Um Dia em Dezembro (que eu odiei porque achei tudo muito forçado).

    Simplesmente Acontece só assisti ao filme e eu AMO. Já vi muita gente falando que o filme é bem melhor. De qualquer forma, não tenho tanta curiosidade para ler.

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com.br/

  9. Dentre os livros citados, eu era louco pra ler Simplesmente Acontece antes de virar filme. Quando o filme foi lançado eu pensei: Vou ler primeiro e depois assisto, e até hoje não li nem assisti haha Apesar disso, eu ainda tenho vontade de lê-lo, não tanto quanto antes. Adorei as dicas!

  10. Olá,
    Sempre foi você eu li tem uns cinco anos já, por isso quero muito reler ele, não lembro de muita coisa, só lembro que gostei bastante da leitura.
    Esse mês eu li Simplesmente acontece, e caramba, fiquei muito agoniada! Com tantos desencontros, com ela só levando a vida, sem fazer o que ela sempre sonhou. é um livro que me deixou extremamente frustrada, sinceramente.
    Eu gosto muito de Se nada der certo até os 30, você se casa comigo?
    Beijos

  11. Olá! Hahaha esses é um daqueles clichês que a gente nunca se cansa, da sua lista só li Um dia e confesso que até hoje não me conformo com aquele final, fiquei tão indignada que minhas lágrimas foram mais por frustração do que tristeza. Quanto aos outros, já ouvi falar e tenho vontade de ler. Um que me deixou de coração apertadinho foi Amor Imenso. Já a Aposta da Rachel Van Dyken é bem amorzinho e divertido.

  12. Conheço a maioria dos títulos acima, porém não li nenhum.
    Gosto quando o livro traz essa história clichê: os personagens são grandes amigos e acontece uma certa reviravolta e eles ficam juntos. Mas quando demora muito para isso acontecer sinto uma certa agonia haha
    Já assisti a adaptação de 'Simplesmente acontece', mas como vi num outro post: de simples não tem nada. Se já sofri com os desencontros da Rosie e do Alex no filme, imagina como fiquei quando descobri o real tempo que eles levam para ficarem juntos!?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

O que esperar da 3ª temporada de Sex Education 5 motivos para você ler O Inverno entre Nós A moda presente nos romances de época Autores nacionais para conhecer Um clichê, um livro