Abandonar ou não uma história é algo recorrente por aqui. Já disse muitas vezes que quando a leitura não flui eu não tenho medo de dizer adeus aos personagens e partir para outra. Pra quem não sabe, tenho até a coluna Abandonei sem dó onde eu conto mais detalhadamente porque abandonei tal leitura e etc, mas hoje vou explicar quais os motivos me fazem abandonar um livro.

  • Narrativa lenta

Se tem uma coisa que me mata nos livros é quando a narrativa é lenta, o que torna a leitura muito arrastada e cansativa. Eu entendo que tem histórias que precisam dessa abordagem, mas se nada demais acontece o interesse que eu tenho esfria rapidinho e eu acabo sempre partindo para outras leituras. O livro não precisa ser 100% frenético mas preciso mais para me engajar na leitura do que ficar lendo passagem do tempo sem graça e sem muitos acontecimentos.  

  • Personagens que não cativam

Para uma história dar certo é preciso ter personagens que sejam no mínimo interessantes, uma coisa que pode ser simples mas que nem sempre acontece. Ás vezes o autor desenvolve um protagonista apático e passivo demais, que não tem grande destaque, ou com uma personalidade detestável. E isso é um dos maiores motivos que me fazem querer abandonar uma história, já que ninguém merece acompanhar um personagem que não gosta.

  • Desenvolvimento rápido demais

Assim como não é legal ter uma narrativa lenta, um desenvolvimento que extrapola o normal da história também quebra o ritmo da leitura. Geralmente vejo muito isso nos romances onde rola aquela atração instantânea e os personagens já querem se comer. Anos atrás isso não seria um problema e até me instigava, mas hoje preciso muito mais do que isso para acreditar na proposta do autor. Por isso um bom desenvolvimento do enredo, onde nem tudo é parado e nem corre demais é importante.

  • Cenas que eu acho absurdas

Como nem tudo é obvio, pode acontecer da autora resolver dar a louca e fazer um final ou algum acontecimento totalmente diferente do esperando na trama. Eu até gosto da mudança, é sempre bom sair do clichê, mas ás vezes isso nem sempre é algo bom. Por exemplo, quando vejo uma cena onde romantizam traição ou o relacionamento abusivo, até “estupro consentido”… isso já vai contra o que eu acredito e eu não consigo mais curtir tanto a história ao ponto de querer terminá-la.

  • Narrativa rebuscada ou que não estou acostumada

Cada autor tem suas particularidades e seu jeito de escrever, mas é meio que tudo a mesma coisa. Ás vezes não tem tanta diferença assim de um para outro e as diferenças não são tão gritantes, mas tem autoras que escrevem de uma forma tão diferente que eu não consigo me envolver. Parece que eu passo mais tempo tentando entender a narrativa do que me cativando pela história em si. Quando eu começo um livro e já vejo que a narrativa tá meio diferente do que tô acostumada, já desisto logo porque sei que dali não vou muito para frente.

  • Erros de revisão e ortografia

Normal os livros terem alguns erros de revisão, afinal todo mundo erra e tals, mas tem algumas obras que simplesmente não dá. Ou tem frase escrita errada, ou erro de pontuação, ás vezes não dá nem pra entender o sentido de tanto problema que você encontra. Infelizmente eu vejo muitos nacionais assim. Coisas que poderiam facilmente ser corrigidas mas que acabam sendo descartadas e que tiram toda a vontade de ler a história.
Pronto gente! Alguns motivos acima são coisas minhas mesmo e outras motivos mais gerais. O que vocês acham? Abandonariam uma história por algum deles?
Posts criados 1379

12 comentários em “6 motivos que me fazem abandonar um livro

  1. Oi, Miriã! Acho que um pouco do meu receio com os romances de época, venha da linguagem rebuscada utilizada. Simplesmente não consigo levar a leitura adiante haha. Com exceção de alguns livros, como Dom Casmurro que eu amei e a linguagem é de certa forma rebuscada, eu nem pego para ler.
    Não me lembro de nenhum livro com erros graves de ortografia, mas surtaria se isso acontecesse haha.
    Cenas absurdas são o que mais me incomodam! Foi assim que larguei 'Quem é Você, Alasca?' e nunca mais vou ler!! Pelo menos consegui fazer as pazes com o John Green esse ano, quando li Tartarugas Até Lá Embaixo que amei <3

    Estante Bibliográfica

  2. Oi, Laura
    Eu não acho a linguagem dos romances tão rebuscada, acho que porque estou acostumada. Mas um clássico tipo Dom Casmurro nem consigo ler, isso sim eu tenho muita dificuldade. Eu não suporto o Green, as histórias dele não colam comigo.

  3. Oii Mi

    Concordo em tudo! Narrativa lenta é frustante demais, personagens sem carisma, que deixam a gente indiferente também é impossível de querer acompanhar. Larguei uma trilogia por conta das decisões absurdas da autora, ela quis criar uma trama cheia de "surpresas" e acabou criando uma bizarrice, aí abandonei sem nem sentir remorso. Não me lembro de ter cansado de um livro com narrativa rebuscada demais, acho que dei sorte, mas cheguei perto disso com o Stephen King, a narrativa dele me pareceu detalhista demais

    Beijos, Ivy

    http://www.derepentenoultimolivro.com

  4. Oi, Mika!
    Acho que meu maior problema é a narrativa lenta. Meu Deus, eu não consigo continuar um livro se ele não me prender nos três primeiros capítulos haha Eu posso até tentar muito, mas não consigo! Já com as cenas que são muito absurdas, elas até me divertem as vezes haha eu sempre fico pensando em como a pessoa conseguiu pensar naquilo, sabe? hahaha
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

  5. Oi, Ivy
    Acho que narrativa lenta é o que mata todo mundo né? A gente não consegue se conectar, infelizmente.
    Eu nunca li nada do King, mas livros clássicos geralmente tem a narrativa mais rebuscada e por isso corro deles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

5 livros para ler ainda em 2021 8 livros para ler no Halloween 6 livros para ler durante a infância Conhecendo termos literários Como limpar seus livros e a sua estante?