O Natal está quase chegando, o que é motivo de grande alegria para Lily, que sente que chegou a hora, finalmente, de se apaixonar. Para encontrar sua cara-metade de forma nada óbvia, ela montou, junto de seu irmão, um plano: deixou um caderninho vermelho repleto de tarefas em uma das prateleiras de sua livraria favorita – e mais caótica, vale ressaltar – da cidade, na expectativa de que o cara certo apareça e aceite o desafio.

Dash, que não é exatamente um fã do período natalino, encontra o caderninho na sua também favorita livraria e decide – por que não? – topar a missão. Intrigado e curioso, ele completa as primeiras tarefas, e os dois passam a se comunicar e conhecer um ao outro utilizando como ponte o caderninho, que é deixado e resgatado, a cada vez, em um ponto diferente de Manhattan.

Mas Dash é mesmo o cara certo?

A conexão entre eles é imbatível, no entanto, à medida que o tempo passa, os dois começam a questionar se sua relação está destinada a permanecer apenas nas páginas de papel ou poderão, um dia, alçar voo e ganhar vida e cores.

Será que suas versões em carne e osso conseguirão manter essa crescente sintonia? Ou tudo isso revelará ser apenas uma cômica e desastrosa bagunça?

O Caderninho de Desafios de Dash e Lily teve uma nova edição esse ano e está tão linda que me deixou com mais vontade ainda de dar uma chance para esta história. Eu já tinha tentando ler antes, mas acabei abandonando na época e acho que enfim chegou a hora de conhecer essa história.

Dash e Lily são dois adolescentes que acabam se conhecendo através de um caderno vermelho deixado na estante de uma livraria. Dash simplesmente odeia o feriado de Natal, ainda mais por ter que passa-lo com seus pais divorciados. Já Lily ama a data e tudo o que ela representa. Disposta a fazer uma nova amizade, ela resolve escrever desafios em uma caderneta e ver no que vai dar.

Pois bem, Dash é quem encontra o objeto e resolve entrar nessa brincadeira ao responder os desafios propostos por Lily, e assim surge uma narrativa por trás dos recados que ambos deixam um ao outro, levando-os a um jogo bem divertido e interessante por Nova York.

Processed with VSCO with a4 preset

Essa correspondência gera uma amizade estranha e improvável e deixa no ar a ideia de um encontro entre eles. Além do desenvolvimento do romance, é o tipo de história que nos cativa pela ambientação natalina e o texto que nos gera várias reflexões ao longo da leitura. Não sei dizer bem qual autor escreveu o quê, mas suspeito que David tenha escrito as cenas de Dash, porque ele tem mais pensamentos introspectivos, uma característica marcante da narrativa do autor. Isso abalou um pouco o meu ritmo de leitura porque não gosto muito desse tipo de escrita, mas o ponto de vista de Lily consegue salvar boa parte da leitura com seus pensamentos mais animados e despojados.

É fofo ver o desenrolar desse casal, e ainda torcer para que consigam ficar juntos mesmo depois de tantos desencontros. LIly consegue nos cativar com sua graciosidade e bom humor, e Dash, apesar de claramente ser um rebelde sem causa e jovem incompreendido, também tem um jeito peculiar de nos fazer gostar dele.

O Caderno de Desafios de Dash e Lily é uma leitura leve e ótima para ser lida no Natal. Uma leitura que nos encanta e nos deixa cativados com a história de um romance lindo e inspirador. Recomendo!

O caderninho de desafios de Dash e Lily | 256 páginas | Editora Galera Record

24 anos. Ama escrever e falar pelos cotovelos.
Posts criados 109

4 comentários em “O caderninho de desafios de Dash & Lily – David Levithan & Rachel Cohn | Resenha

  1. Oi, Mi!
    Eu tinha me programado para ler esse livro no Natal ano passado, mas a leitura não fluiu e acabei abandonando. Em compensação, amei a série da Netflix (apesar de não ter terminado :P)
    Essa edição é uma gracinha! Que bom que a leitura funcionou pra você!

    Estante Bibliográfica

  2. Olá, Miriã.
    Eu acho essa nova edição muito mais bonita do que a anterior. Eu li a antiga e gostei bastante da história tanto que não achei a série tudo isso hehe.

    Prefácio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

O que esperar da 3ª temporada de Sex Education 5 motivos para você ler O Inverno entre Nós A moda presente nos romances de época Autores nacionais para conhecer Um clichê, um livro