Search here...
TOP
kindle unlimited livros nacionais resenhas romance

As meninas do cowboy – Luna Soares | Resenha

109 Views

Alícia e Samuel são o completo oposto um do outro: ela é uma mulher da cidade independente e bem sucedida. Ele é peão de fazenda que adora andar a cavalo e só quer cuidar da própria vida.

Mas coincidentemente, o pai de Samuel e a mãe de Alícia acabaram se casando. Só que infelizmente, anos depois, acabaram morrendo em um acidente de carro, o que deixou a fazenda em que viviam de herança para os filhos.

O problema é além de terem que escolher quem vai ficar com o quê, eles também precisam decidir o que vão fazer com Sara, a irmãzinha de apenas um ano que descobriram que têm.

As meninas do cowboy é uma leitura tão leve e divertida que vocês precisam conhecer! É o livro perfeito para quem precisa sair da ressaca literária ou quer intercalar com leituras mais densas, e por ter pouquíssimas páginas, você lê rapidamente.

Apesar do clichê, é um livro que aborda as questões familiares de uma maneira bem legal. Samuel e Alícia não tinham boas relações com seus pais e só vão perceber o quanto essa relação era frágil quando precisam lidar com suas mortes repentinas.

Processed with VSCO with a4 preset

Mas enquanto processam a perda, eles também precisam ser racionais para decidir como vão dividir a herança, o que é motivo de muito atrito entre eles. Sara quer ficar com a casa para reformar e depois vende-la, já Samuel não quer se desfazer do lugar em que cresceu e teve tantas lembranças. Então já imagina o tom dessa história, né?

É muito divertido ver a briguinha entre eles, ainda mais porque Alícia é completamente dependente de tecnologia e entra nas maiores roubadas por causa disso. Além de ser muito cabeça dura, a coitada. E é claro que Samuel também não curte a nova “irmã postiça”, o que aumenta mais ainda o nível de animosidade entre eles.

Mas o ponto interessante aqui é a convivência entre eles e a irmã pequena, que muda completamente a dinâmica dos dois. Para cuidar de Sara, Samuel e Alícia precisam minimamente se tratarem com cordialidade, e quanto mais fazem isso, mais a tensão passa a se tornar carinho e talvez algo mais.

A história não tem grandes acontecimentos, é mais voltada para o desenvolvimento de cada personagem, e por isso eu gostei muito. É uma leitura despretensiosa para qualquer momento. Recomendo muito!

As meninas do cowboy | 202 páginas | Publicação Independente

Um cowboy apaixonado pelas suas origens;
Uma moça da cidade grande;
Uma bebê inesperada que irá mostrá-los que eles são mais parecidos do que poderiam imaginar.

Apesar de ter crescido em uma fazenda, meu pai sempre desejou que eu me tornasse um homem da cidade. Esta foi a principal causa de nossa briga, que fez com que eu passasse anos sem vê-lo. Já tinha recomeçado uma vida de cowboy em outra fazenda quando recebi a notícia de que meu pai e sua última esposa haviam morrido em um acidente de carro. Agora, eu precisava voltar para casa para assumir o comando das coisas em meu antigo lar.
Contudo, o que eu não poderia imaginar era que eu não era o único herdeiro. Minha madrasta tinha uma filha, Alícia, uma mulher da cidade grande que trabalhava reformando e revendendo imóveis antigos. Ela queria a parte da fazenda onde estava a casa onde eu cresci, coisa que eu não pretendia permitir. Como nenhum dos dois se mostrava disposto a abrir mão da residência, um acordo foi selado: a casa seria de quem continuasse nela após a desistência do outro.
Eu estava mais do que decidido a infernizar a vida daquela mulher até que ela desistisse da casa e fosse embora. O problema era que ela tinha a mesma intenção.
Havia, entretanto, mais um terceiro herdeiro: a pequena Sara. Meu pai e a mãe de Alícia tiveram uma filha, uma bebezinha da qual também teríamos que cuidar, enquanto decidimos sobre o seu e os nossos próprios futuros.

Miriã Mikaely

Sou viciada em livros de romance e adoro falar pelos cotovelos. Tenho um canal no YouTube em que eu compartilho meus surtos literários.

«

»

1 COMMENT

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.