Search here...
TOP
penelope ward resenhas romances

Se beber, não ligue – Penelope Ward | Resenha

91 Views

O que você faria se sua vida estivesse uma merda atualmente e você estivesse ligeiramente bêbada em mais um dia cansativo de trabalho? Com certeza não seria ligar para um ex-crush da adolescência, por quem você ainda nutre sentimentos não resolvidos, e despejar todas as suas merdas encima dele.

Mas é isso que Rana faz quando resolve ligar para Landon, seu ex-vizinho e também sua paixonite da adolescência. Já fazem 13 anos que eles não se veem, mas ela acha que seria uma boa ideia falar tudo o que ela tem entalado.

Só que essa ligação aleatória não termina do jeito que ela espera. Pelo contrário, Landon acha tudo divertido e acha que eles deveriam voltar a se reconectar depois desse longo tempo. Mas quanto mais eles conversam, mais surge a vontade de ficarem juntos. Só que Rana está no Michigan e Landon na Califórnia. Será que esse amor conseguirá transpassar a distância?

Esquece essa capa feia e foca na história que é simplesmente linda! Eu comecei esse livro sem esperar muita coisa porque além de ser curto, ele também é um tanto rápido no início, mas a história vai seguindo um rumo completamente diferente do que a gente tá esperando, e no final é impossível terminar sem amar.

Aqui temos dois personagens que vão lutar para o relacionamento deles sobreviver os quilômetros de diferença entre um e outro, mas o livro vai muito além. Ele entrega problemáticas reais e interessantes, que deixam a história mais profunda e emocionante, daquele jeito que só Penelope Ward sabe fazer. Além disso, é incrível como a autora consegue transformar um enredo simples de comédia romântica em algo que pode te fazer chorar e emocionar. É literalmente não esperar nada e acabar quebrando a cara porque com pouquíssimas páginas a Penelope entrega tudo!

E o que falar deles dois? Ambos são carismáticos e envolventes, mas eles como casal é a coisa mais linda que eu já vi. Landon é o tipo de boy que faria literalmente tudo pela mocinha, e foi isso que mais me cativou nele.

A cada página percebemos que Rana e Landon escondem seus próprios segredos e dores, e apesar de ter suspeitado de alguns, eu fiquei muito surpresa com outros. E a forma como ela desenvolveu tudo, sem mascarar a história em uma nuvem de “felizes para sempre”, deixou tudo o mais real possível. Até porque a vida não é perfeita, né?

Sinceramente, eu gostei muito dessa história. É um livro fofo e encantador, e para os fãs de romance, eu acho que vale a pena conhecer!

Se beber, não ligue | 256 páginas | Editora Globo Livros

Após exagerar um pouquinho nas doses de vinho, Rana Saloomi, uma mulher solteira de 26 anos, resolve ir atrás do ex-vizinho, por quem era apaixonada aos treze anos de idade. Rana busca Landon Roderic na internet, encontra o telefone dele e o que era para ser apenas um trote acaba se tornando um telefonema em que ela despeja em cima dele todos os sentimentos que reprimiu a vida toda.

A ressaca moral do dia seguinte e a certeza que tinha tudo para dar errado vão por água abaixo quando Rana recebe de volta uma ligação de Landon. As semanas seguem com várias chamadas entre os dois e incontáveis horas de conversas reveladoras. Até que Rana decide, em um outro impulso, pegar um avião e ir ao encontro dele na Califórnia. Prepare-se para muita tensão sexual e cenas picantes!

Miriã Mikaely

Sou viciada em livros de romance e adoro falar pelos cotovelos. Tenho um canal no YouTube em que eu compartilho meus surtos literários.

«

»

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.