[Desabafos de uma Leitora] Comprei mesmo e não me arrependo!

Olá, como vão? Eu espero que bem, porque vou lhes contar uma coisa, eu não estou nada bem! Não é nada tão grave assim, mas o título do post pode dar alguma indicação do que realmente aconteceu. Pois bem, para quem não sabe, aqui em Brasília está acontecendo a Bienal do Livro (não tão boa quanto a de São Paulo, mas é o que tem). Alguns preços estão bem acessíveis e sempre tem aquele livro que nos chama atenção, não é? Pois é. Resolvi ir sábado para ver como estaria o evento e até que gostei bastante e trouxe um livro para casa. O problema fatal foi justamente ter visitado a Bienal hoje.
Hoje que não tinha quase ninguém lá porque era dia de semana, eu consegui visitar os stands mais calma e averiguar os livros que eu realmente queria. Resumindo: comprei oito livros que me custaram um preço até que bem razoável, só que minha mãe não vai ficar nada feliz quando descobrir isso.
Uma estagiária como eu vive tentando conter as expectativas quando o assunto é comprar coisas, afinal, nessa crise é muito complicado comprar tudo aquilo que a gente quer, mas hoje eu acabei me empolgando, esqueci os meus princípios e estrapolei. Sinceramente, eu ainda nem sei como vou conseguir pagar minhas contas no começo do próximo mês! Mas, como forma de mostrar que eu fiz a coisa certa e deixar minha consciência menos pesada, afinal, estamos falando de livro, eu estou martelando na minha cabeça que não me arrependo de ter comprado os oito livros. Nenhum!
Sei que vai doer quando a fatura do cartão chegar mas acho que todos nós fazemos sacrifícios, não é mesmo? Se você já passou por essa mesma experiência, gastando mais do que deveria, deixe nos seus comentários suas palavras de apoio. Eu realmente preciso ouvir!!! Um grande abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 thoughts on “[Desabafos de uma Leitora] Comprei mesmo e não me arrependo!

  1. Olá,
    super te entendo, quem nunca estrapolou na hora de comprar livros que atire o primeiro. Quando eu tinha emprego eu as vezes deixava de pagar tal coisa que era importante pra ter o prazer de comprar um livro. Só que o prazer passava quando eu via que tal conta estava atrasada. Só que eu aprendi com isso, dá pior maneira, mas aprendi.

    Passei um ano sem comprar livros. Sim, um ano. Fiz minha primeira compra esses dias. Me senti louca na hora de escolher quais. Mas uma dica que funcionou comigo foi estipular um valor e fazer de tudo pra não ultrapassar. Vai te dar mais auto controle, você vai ver.

    Um abraço.

  2. Oi, linda. Obrigada pelas palavras de apoio. Acho que eu preciso realmente me controlar. Eu queria gastar no máximo R$30,00 e acabei gastando o quadruplo disso. Imagina só! Estou realmente encrencada com as contas, que é algo que eu detesto, mas vou tentar me conter mais. Talvez eu consiga enfim aprender a lição.

  3. Oi Miriã!
    Isso aconteceu comigo no começo desse mês. Teve uma feira aqui e eu sai de lá sem comprar nada… me controlei, pensei. Mas aí pra me "compensar" acabei comprando outras coisas, livros, maquiagens. Eu precisava? não. Mas comprei? sim. Dá um acalento tão grande né? Por mais que a gente sabe que poderíamos ter nos segurado, é mais forte. E no final vale a pena. A gente não pode trabalhar só pra guardar, temos que ter algo pra motivar a trabalhar. Ó as desculpas! hahaha XD
    Ok, vamos nos controlar mais. Mas também vamos nos presentear, porque afinal merecemos! Principalmente nós, estagiários! Recebemos menos e as vezes trabalhamos um pouco mais.
    Beijos

    http://www.lendoeapreciando.com

  4. Amiga, pois qualquer pessoa que estrapola com livros e fica com a consciência pesada vira minha amiga, da cá um abraço! Sei bem como é essa sensação. Eu sempre digo que não posso, não vou, tenho que economizar e na primeira oportunidade vrá… Passo da conta e fico assim meio ressacada! Sou muito perdulária e o pior é que tenho uma irmã mais nova que parece o grilo falante do Pinóquio e briga bastante comigo!

    Pandora
    O Que Tem Na Nossa Estante

  5. Oi, Mika!
    Eu também moro em Brasília e estou ensaiando para ir na Bienal essa semana.
    Fiquei meio desanimada quando vi que não era tipo de SP e do Rio, mas, como você disse, é o que temos para hoje, né?
    Estou torcendo para eu não comprar nada, mas eu DUVIDO, hahaha.
    Sou meio descontrolada quando o assunto é livro. 😛
    Mas estou me guardando para a Black Friday 😡
    Assim como você, eu NUNCA me arrependo de ter comprado.
    A vida é assim, hahaha.

    Beijooos

    http://www.casosacasoselivros.com

  6. Olá, Miriã.
    Eu passo por isso quase todo mês hehe. Quando vejo já foi. Eu nem tenho cartão de crédito por isso, e quando cai algum dinheiro na conta corro no banco tirar para não correr o risco de comprar no débito hehe. Mas acho que por ser bienal, valeu a pena hehe.

    Blog Prefácio

  7. Oi, Kamilla. Eu tô nessa encrenca justamente porque comprei maquiagem, roupa e essas coisas. Eu tô tentando colocar na minha cabeça que eu gastei porque realmente merecia, mas eu faria de tudo para ganhar um salário melhor porque manter o vício não dá!

  8. Oi, Teca. Acontece que a Bienal daqui é bem menor que as de lá, então não tem as mesmas coisas. É como uma Feira do Livro rsrs Eu tentei comprar pouca coisa, e olha no que deu! Se for, leve uma graninha.
    Eu queria juntar dinheiro para o Black Friday mas acho que não vai rolar.

  9. Oi Miriã,

    te entendo bem! haha Eu só não faço dessas loucuras porque tenho medo de comprar uma pena sem a aprovação da minha mãe e ela, ainda bem, controla meus impulsos loucos de comprar livros! Mas estressa com isso mais não miga, os livros já estão comprados, agora é lê-los e se segurar para não comprar mais (algo muito difícil, eu sei

    Beijos!
    Participe do sorteio e concorra ao livro Filha da Floresta
    http://www.mademoisellelovesbooks.com/ haha).

@blogcapitulotreze

O livro de cada signo Rankeando os livros da série Bridgerton 10 livros mais abandonados pelos leitores de acordo com o Skoob Como melhorar seu inglês em pouco tempo 5 cafeterias para conhecer em Brasília