Há algumas pessoas que não gostam de enredos com adolescentes porque a imaturidade deles irrita muito durante a leitura, eu até posso concordar com esta afirmação, porém em parte. Apesar de me irritar com as idiotices que geralmente eles fazem, eu particularmente amo livros com temáticas voltadas para adolescentes, talvez porque eu tenha acabado de sair dessa fase e sinta uma maior empatia pelos personagens. 
Como já li muitos livros jovem adultos por aí, resolvi indicar alguns deles para vocês, mas tentando sair do óbvio, vou indicar livros pouco conhecidos ou que eu nunca tenha visto muitas resenhas a respeito. Quem sabe assim você não se interessa?

Faça seu pedido – Mandy Hubbard

Quem já assistiu aquele filme 16 Desejos da Disney com toda certeza vai adorar esse livro. Faça seu pedido tem a mesma temática: uma garota consegue realizar os desejos que ela um dia pediu quando era mais nova, mas como nem tudo são flores, esses desejos vão colocando ela nas maiores roubadas. O livro tem romance adolescente claro, mas também fala muito sobre amizade, já que a protagonista é apaixonada pelo namorado da melhor amiga, além dos desejos dela acabarem concedendo a ela uma amiga um tanto quanto especial. Eu confesso que chorei com essa obra mas me diverti muito e gostei horrores, super indicado.

A marca de uma lágrima – Pedro Bandeira

Eu sei que esse livro não entra na categoria YA, mas como a temática é adolescente e eu AMO essa obra, eu vou indicá-la mesmo assim. A marca de uma lágrima fala sobre primeiros amores, amizade e principalmente auto-aceitação. Vamos embarcar na história de Isabel, uma menina acima do peso que não se sente bem com seu corpo e não sabe lidar com o fato de ser gorda. Ela vai aprender o que é amor, assim como também passará por várias situações. O legal na história é que ele ainda tem um mistério bem envolvente, que nos é somente revelado no final. Literatura brasileira de primeira nós temos aqui!

Esperando por você – Susane Colasanti

Susane Colasanti é bem conhecida por seus livros adolescentes, mas Esperando por você é um deles que eu pouco escuto falar. Em sua obra ela aborda temas relacionados ao ensino médio, primeiro amor (mais uma vez), separação dos pais e transtorno de ansiedade, um distúrbio que a protagonista tem. É notável as crises que a autora mostra em relação a esse problema porque você sente a agonia da personagem, o que me fez adorar a obra (apesar de algumas coisas terem me revoltado). Uma leitura bem indicada a todos.

Amy e Matthew – Cammie McGovern

Amy e Matthew com certeza pode te enganar. O livro não foge dos padrões de livros adolescentes, a grande diferença aqui é que temos dois protagonistas com dois tipos de problemas: Matthew tem TOC, e para ele lidar com esse problema no ensino médio é muito difícil já que ele mal reconhece o problema que tem. E Amy nasceu com uma doença degenerativa que restringe seus movimentos, ou seja, ela mal se move e só consegue se comunicar através de um computador super dotado. É a interação entre esses dois personagens que torna a obra interessante, além de trazer assuntos como faculdade e qual caminho seguir depois que saímos do ensino médio.

Encrenca – Non Pratt

E por último temos Encrenca, um livro bastante conhecido aqui. Ele foi uma das minhas melhores leituras do ano passado e com toda certeza tem selo de garantia. Encrenca é especial porque aborda a gravidez na adolescência. Vemos uma garota de apenas 15 anos se descobrir grávida, os constantes julgamentos que seus colegas de classe fazem a ela por ser tachada de vadia e a grande questão para saber quem é o pai. Non Pratt consegue entregar uma narrativa eletrizante com acontecimentos sobre a vida real de uma forma esplêndida. Fiquei tão apaixonada pela obra que queria muito uma continuação, pena que não vai ter, mas ainda assim fica minha dica.
É isso pessoas! Espero que tenham gostado das indicações. Se alguém já leu algum desses ou quer indicar alguma outra obra, manda nos comentários.
Posts criados 1379

22 comentários em “Livros YA’s para você ler

  1. Oi Mika,
    Desses só li A Marca de uma Lágrima, quando eu estava entrando na adolescência. Minha prima que me indicou e se tornou uma das minhas leituras favoritas. Agora, próximo aos 30 to doida pra reler.
    Eu costumo ler YAs quando minha mente está super relaxada, tem uns super fofos que trás certas lembranças…hahaha

    até mais,
    Nana – Canto Cultzíneo

  2. Oi, Nana
    A marca de uma lágrima foi um dos primeiros livros que li, indicado pela minha tia que também amou a história, e é claro, eu também adorei.
    Eu adoro YA's, me identifico muito com os problemas dos personagens.

  3. Poxa, infelizmente não consigo gostar de Ya's, dificilmente uma leitura me prende, gosto mais de algo dramático dentro da minha faixa etária (28 anos) assim consigo me ver na história. Porém na minha adolescência li muitas histórias com personagens adolescentes. Parabéns pelo blog.

    sonhoseaventurasdeamor.blogspot.com.br

  4. Helloo, Mika! Tudo numa nice?!
    Eu conheço todos os autores dessa lista e li a obra da Mandy Porto. Achei legal, não isso tudo, mas foi uma boa leitura para intercalar. Certamente parece com 16 desejos. Tentei ler um livro da Susane, mas achei a escrita e as personagens que ela havia criado, muito pueris para mim, então deixei para lá. Comecei a ler Encrenca, mas nunca terminei e não acho que o farei algum dia. Nunca tinha visto esse livro do Pedro. A capa é fubá, mas conhecendo as obras dele tenho certeza que é uma boa. Nunca pode faltar o suspense que o autor adora inserir ahaha.
    Beijin…
    https://piecesofalanagabriela.blogspot.com.br/

  5. Oi, Mika!
    Só conhecia Amy & Matthew, que eu inclusive tenho, mas ainda não li.
    Acho que vou dar uma chance para ele.
    Eu tenho 30 anos e ainda adoro livros YA e adolescentes.
    Na verdade eu tenho 17 anos, fiz essa idade pela 13a vez esse ano, hahaha.
    Adorei as indicações.
    Encrenca não me chamou muito a atenção, mas como você falou muito bem, vou pesquisar para comprar.
    E gostei também do Faça Seu Pedido.

    Beijoooos

    http://www.casosacasoselivros.com

  6. Oi, Mika!
    Eu gosto bastante de YA. Não são todos que me deixam muito feliz, mas a maioria deles me faz dar algumas risadas. Mesmo não sendo mais para a minha idade, ainda acho engraçadinho.
    Eu fiquei curiosa para ler Encrenca, pois fala sobre a gravidez e isso é um pouco diferente do que normalmente vemos nesses livros, né? Além disso, Esperando por Você está na minha wishlist há muito tempo! Nem sei porque não li ainda.
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

  7. Olá, Miriã.
    Por incrível que pareça eu já li todos os citados. Faça seu pedido eu amei e ri muito com a história. Encrenca eu li numa sentada, de tão boa que é a história. A marca de uma lágrima eu li na época da escola e li várias vezes porque amei. Já os outros dois eu não gostei tanto assim.

    Prefácio

  8. Oi, Mika!

    Realmente muitas pessoas têm problemas com a leituras de YA. Algumas vezes é apenas preconceito, falta de oportunidade de se permitir pegar algum livro e, simplesmente, ler. Outras, apenas não encontraram a história certa. Mas, às vezes acontece mesmo da pessoa já ter perdido do hábito da leitura por esse gênero e nada fluir dali.

    Eu fiquei um tempo sem ler YA, confesso. Nada me agradava. Eu estava muito ranzinza. E pensei ter "passado" do tempo de ler tal tipo de livro… Mas, bastou um tempo lendo outras leituras que já me apaixonei pelos YA de novo. Agora passeio por vários gêneros e, mesmo já estando na "casa dos trinta", adoro uma trama com adolescentes no centro delas.

    Aproveitei seu post, inclusive, e anotei as dicas! <3

    Beijooos

    http://www.aquelaepifania.com.br/

  9. Oi, Alana
    Eu acho os livros da Susane super bobinhos mesmo, alguns são tão infantis que os personagens nem parecem ter a idade que tem, achei esse o mais "adulto". Eu adorei esse livro do Pedro, as obras dele são maravilhosas <3

  10. Oi, Teca
    Acho que quando a gente gosta do gênero mesmo não importa a idade né, pra mim deixar de gostar vai demorar muito! Faça seu pedido é uma obra maravilhosa, super divertida e fofa, vai te encantar.

  11. Oi, Mari
    Acho que Encrenca foi um dos únicos livros que li que abordam o tema de uma forma real, meio fantástica, mas ainda assim de forma crua e pura. Eu me senti ali, na pele da protagonista, sendo julgada assim como ela e claro, torcendo pra ela encontrar seu final feliz. É uma leitura que indico muito.

  12. Oi, Sil
    Concordo com você que os que citou são os melhores e os outros nem tanto, mas é sempre bom indicar as obras mesmo assim. A marca de uma lágrima foi um dos primeiros livros que li, indicação da minha tia, e reli várias vezes.

  13. Oi, Eliza
    Tudo em excesso é ruim, então é sempre bom dar uma variada nos YAs ao invés de ir lendo um atrás do outro, até porque as tramas podem parecer as mesmas e cair na mesmice no gênero é muito fácil. Faço que nem você e vou intercalando as histórias.

  14. Oi Miriã!
    Apesar de hoje gostar mais dos clássicos, tive minha fase YA e tb tenho várias indicações desse tema. Já até fiz uma lista lá no blog.
    Acho esse negócio de criticar YA complicado porque existem sim, YA mal escritos e com histórias superficiais, mas tb existem alguns muito bons! O lance é deixar o preconceito de lado e experimentar! 🙂
    Beijos!

    Mais Uma Página

  15. Oi, Michelly
    Concordo com você. Existem livros bons e ruins, mas não dá pra englobar tudo e julgar um livro só porque você teve uma experiência com algum do gênero. O bom mesmo é sempre experimentar.

  16. Oi, Miriã! Gostei muito dos livros que tu indicou. Adoro 16 Desejos e vou dar uma procurada sobre esse primeiro livro. Esse segundo também chamou a minha atenção… Ótimas indicações!! =)

    Beijos, quebrarosilencio.blogspot.com ❥

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

O que esperar da 3ª temporada de Sex Education 5 motivos para você ler O Inverno entre Nós A moda presente nos romances de época Autores nacionais para conhecer Um clichê, um livro