Obsidiana – Jennifer Armentrout | Resenha

Começar de novo é um saco.Quando a gente se mudou para o interior, bem no início do último ano do colégio, eu já vinha me preparando para o sotaque caipira, o tédio, a internet lenta e um monte de chatices…Até dar de cara com o meu vizinho lindo, alto de dar tontura e com intimidantes olhos verdes. Hummm…os prognósticos estavam melhorando.Até que…ele abriu a boca.Daemon é irritante. Arrogante. Dá vontade de matar. A gente não se dá bem. Não mesmo. Mas, quando um caminhão quase me transforma em panqueca, o garoto literalmente congela o tempo com um aceno de mão e aí, bom, algo inesperado acontece.O alien gato (meu vizinho) tem poderes!!!Você me ouviu bem. ALIEN! A verdade é que ele e a irmã têm uma galáxia de inimigos que querem roubar seus poderes. O rastro que deixou em mim brilha como árvore de natal e isso não é nada bom. O único jeito de sair viva dessa é ficar colada em Daemon até a magia alienígena desaparecer.Quer dizer, isso se eu não matar o cara primeiro.

Fantasia, ficção científica, jovem adulto | 320 páginas | Editora Valentina
Quando Katy e sua mãe se mudam para a pequena cidade de West Virgínia, a garota já tem uma ideia do que vai encontrar: sotaque caipira, fofocas, tédio e internet lenta. Ela só não imaginava que seus vizinhos seriam totalmente diferentes do que imaginou. Deamon e Dee são irmãos gêmeos e assustadoramente lindos. Mas enquanto Dee é um amor de pessoa com ela, Deamon quer distância de Katy e fará de tudo para que sua irmã não se envolva em uma amizade com ela.
Só que estar perto dos dois é algo inevitável e situações estranhas começam a acontecer, como relâmpagos e trovões que surgem do nada, luzes cegantes que não tem nenhuma explicação e um cara super estranho que ataca Katy quando ela está sozinha saindo da biblioteca da cidade.
Katy já percebeu que estar perto dos dois irmãos é sinal de perigo, mas será o bastante para mantê-la afastada?
Depois de ler alguns jovens adultos da Jennifer Armentrout, eu resolvi me aventurar em sua saga fantástica Lux, que já colecionou vários fãs pela blogosfera. Sendo bem sincera, acho que esse primeiro volume não foi nada demais, tem um caráter mais introdutório e creio que serão os demais volumes que farão a história acontecer.
Katy é uma adolescente que está no último ano do ensino médio e de cara conseguiu me encantar, mas também me irritar. Ela é blogueira literária que nem a gente, então fica impossível não se identificar quando ela comenta sobre as resenhas e os posts que faz no blog. É engraçado se ver tão representado em uma história e acho que a Jennifer acertou em cheio trazendo essa característica a personagem.
Além disso Katy é divertida e sarcástica mas como toda personagem de fantasia, ela tem aquele distúrbio de garota em apuros. Ela sempre se mete em confusão, faz coisas que não deveria só para que o Deamon acabe a salvando de uma situação ou outra. Dá certo nos primeiros momentos da história, mas depois só irrita. Katy claramente brinca com o perigo porque sabe que tem um cara que vai salvá-la no final.
Deamon segue o clichê e é aquele cara arrogante, que não quer nem papo com Katy mas só porque ela chama sua atenção. Além disso, ele é bem babaca com ela em algumas cenas que achei desnecessário. O livro todo segue um Crepúsculo do início ao fim, a diferença é que no lugar do vampiro, temos um alien, mas as diferenças param por aí.
E falando na construção da história, eu até curti o mundo que a autora criou. Deamon e Dee são Luxen, seres de outro planeta que conseguem controlar a luz, por isso eles tem poderes incríveis. Como seu planeta foi destruído pelos seus inimigos, os Arum, que são feitos de sombras, eles tiveram que escolher outro planeta para habitar, e aí que a Terra entra.
Ao chegarem aqui eles acabaram escolhendo uma forma humana para si e desde então vivem se escondendo. O fato do título ser Obsidiana não é a toa, já que o mineral é o único capaz de matar os Arum além dos Luxen. 

Como comentei acima, não acho que esse livro seja maravilhoso ou exemplar. Ele é bom mas nada demais, não me surpreendeu nem um pouco, contudo, eu quero ler os outros livros da série porque adoro a escrita da autora e preciso saber o que vai acontecer com todas essas informações.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 thoughts on “Obsidiana – Jennifer Armentrout | Resenha

  1. Oi, Mika!
    Eu sou apaixonada nessa série <3 Amo Daemon e como a autora conseguiu transformar esse livro numa aventura alucinante para sobreviver num mundo muito louco. O quarto livro arrancou pedaços do meu coração, sério! Espero que você continue lendo e que goste mais dos outros haha
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

  2. Oi querida!

    eu adorei a resenha. Já li todos os livros, mas não tinha eles em físico, então, acabei comprando eles mesmo após ter lido. Porque essa série é maravilhosa. Como a Mari disse lá em cima, sou apaixonada pelo Deamon, e mesmo você não gostando tanto da história, eu acho que o próximo livro pode te surpreender.

    P.s adorei a resenha, e gostei da sua sinceridade com a obra. Mas, eu recomendo que leia o próximo livro, vai que vc se surpreenda.

    Beijoss, Enjoy Books

  3. Oi, Mi! Tudo bom?
    Eu tenho de zero a nenhum interesse pra ler essa obra, infelizmente. Acho que minha época de fantasia urbana com cara bad boy misterioso passou UHASUHASUHASUHASUHUHAS depois que li a sinopse fiquei hmmmmmmmm não é pra mim.
    Mas que bom que tu curtiu a experiência de leitura. Quem sabe com os próximos volumes a série anime mais!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    http://www.queriaestarlendo.com.br

  4. Oi Mi, tudo bem? Eu não conheço a escrita da autora, mas já li comentários que elogiam muito e, por isso, sempre tive curiosidade em conhecer. Essa saga já despertou meu interesse, vi vários comentários sobre ela, mas lendo tua resenha parece que to vendo uma mistura de Crepúsculo como comentou e Super Homem, por causa do mineral e tal… Enfim, não sei se eu gostaria nesse momento que estou buscando outros estilos de leitura.
    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

  5. Olá, Miriã.
    Eu já vi sobre essa comparação com Crepúsculo. Eu amei Crepúsculo na época que li, mas hoje não sei. Por isso estou enrolando para ler esse livro. Eu tenho esse primeiro aqui na estante, mas não sei se vou comprar os outros. Vai depender de eu amar ele e pelo que li na sua resenha vai ser o contrário disso hehe.

    Prefácio

@blogcapitulotreze

O livro de cada signo Rankeando os livros da série Bridgerton 10 livros mais abandonados pelos leitores de acordo com o Skoob Como melhorar seu inglês em pouco tempo 5 cafeterias para conhecer em Brasília