Abigail Simons aprendeu desde cedo que o amor é um privilégio para poucos. Após sofrer uma desilusão amorosa, ela está convicta de que nunca vai se apaixonar outra vez. No entanto, uma viagem de férias a leva para a cidade do pecado, onde nada é impossível. Durante a noite mais louca de sua vida, ela sobe ao altar e se casa com aquele a quem diz não amar. Na manhã seguinte, Abby, que é completamente avessa a casamentos, se vê desesperada para escapar da situação em que se meteu. Enquanto Jackson Curtis, que é completamente apaixonado por ela, acredita que eles foram feitos um para o outro.Quando o juiz recusa a separação do casal e os obriga a permanecerem casados por seis meses, Jack vê o acontecimento como uma chance de manter Abigail em sua vida. Ela, por outro lado, tenta a todo custo afastá-lo, enquanto tenta provar ao mundo que esse casamento nunca vai dar certo. Entretanto, Jack está longe de desistir. Se o amor é mesmo capaz de vencer qualquer obstáculo, a história de Jack e Abby é o maior deles.

Nem um pouco separados é o spin-off de Outra vez casados, e você pode conferir a resenha desse primeiro livro aqui. O livro vai contar a história de Abigail, a prima do Andrew e o melhor amigo dele, Jackson.

Desde o primeiro instante percebemos que Abigail e Jackson não se suportam. As brincadeirinhas de mal gosto e as respostas ácidas são reflexos de um mal entendido que aconteceu anos atrás, quando os dois ainda eram adolescentes. Abigail se encantou por Jackson desde a primeira vez que o viu na casa de sua avó, e pouco tempo depois eles começaram a ter um relacionamento escondido. Só que para protegê-la dos olhares maldosos de outros rapazes, Jackson acabou soltando algumas mentirinhas a respeito de Abby e justamente ela acabou ouvindo.

Desde então Abigail tem feito de tudo para mostrar o quanto detesta a presença de Jackson. Só que mesmo depois de 10 anos, Jackson ainda a ama e quer entender o porque que sua amada mudou tão drasticamente. E o nível de implicância entre eles sobe quando ambos se vêm viajando para o mesmo destino, Las Vegas, e o pior, acabam se tornando colegas de quarto.

Jackson quer se reaproximar de Abby, mas ela não facilita a vida dele. Em uma noitada de bebedeira, os amigos de ambos se juntam numa farra só e eles acabam se casando. No outro dia, Abby que não lembra de nada pede rapidamente a anulação do casamento, mas o juiz decide que eles devem ficar  pelo menos seis meses casados antes de poderem se separar. É aí que Jackson vê a oportunidade perfeita para mostrar a Abby que estar casado não é tão ruim assim, enquanto tenta mostrar de uma vez por todas que ele é o homem certo para sua vida.

Outra vez casados pra mim foi uma completa surpresa, e eu não sabia bem se um segundo livro conseguiria ser tão bom quanto. Não foi só tão bom quanto foi melhor ainda. Eu simplesmente amei esse casal e o desenvolvimento de toda a trama.

Desde criança Abigail tem visto homens entrando e saindo da vida de sua mãe. Ela se casou cinco vezes e em todas teve seu coração quebrado. Por isso desde cedo Abby resolveu que não irá se apaixonar, jamais, nunca mesmo. Só que aos dezesseis anos ela conhece Jackson, o melhor amigo de seu primo, que de alguma forma balançou seu coração. Quando ela resolve se entregar as artimanhas do cupido, seu coração acaba sendo quebrado, o que resultou em uma Abby mais velha desacreditada no amor. Agora ela não se deixa envolver por ninguém, fica com quantos homens quiser e não pensa em parar tão cedo.

Já Jackson nem imagina o que pode ter tanto magoado Abby  para a ter colocada contra ele. A única coisa que ele quer é mostrar o quanto ainda a ama, e só precisa de uma chance para isso dar certo. Em meio a tantas confusões, esse casal irá se redescobrir. Enquanto eu torcia por eles, eu só conseguia perceber a maneira como ambos dão tão certo juntos. É aquele tipo de casal que de cara percebemos a química entre eles, e que outro melhor não existiria. É claro que até Abby conseguir mudar seus pensamentos e abaixar a guarda leva um tempo, mas é dessa forma que uma relação verdadeira entre eles vai surgindo.

Diferente do primeiro livro onde a trama gira em torno de poucos personagens, aqui vemos uma gama de personagens secundários aparecendo e reaparecendo, incrementando muito bem a trama. O final também deixa aquele aperto no coração mas é emocionante, além de ter um capítulo bônus com uma surpresa daquelas.

É impossível dizer que não amei esse livro. A Caty Coelho tem uma escrita muito gostosa, divertida e tão leve. Ela consegue desenvolver bem seus personagens e os rumos que a história vai seguindo. Se você gosta de livros do tipo, eu super indico essa obra!

Amores premeditados #2 | 600 páginas | Editora Amazon | Nota: 5/5

Posts criados 1379

6 comentários em “Nem um pouco separados – Caty Coelho | Resenha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

A moda presente nos romances de época Autores nacionais para conhecer Um clichê, um livro Conheça os contos de Blackout Review: Um amor desastroso