E se você fosse o seu maior inimigo? Esta é a grande questão de Ravel, um talentoso mago que desenvolveu intolerância à magia. Toda vez que conjura um encantamento ou um feitiço o seu corpo sofre graves consequências, pondo em risco a sua própria vida.

Entretanto, foi em uma de suas crises provocadas pelo uso insistente da magia, que descobriu uma possível solução para a sua condição. O problema é que o caminho escolhido poderá guiá-lo para a destruição antes mesmo da resolução!

Desbrave este mundo de fantasia medieval cheio de ação, magia, criaturas míticas e de aventuras nos mais diversos cenários, desde florestas, um vasto oceano, até um deserto de areias escaldantes!

Livro cedido em parceria com o autor para uma resenha sincera


Contos de Awnya vai contar a história de Ravel, um mago arcano, que apesar de tão inteligente, possui uma difícil condição: ele tem alergia a magia! Isso mesmo que você leu! Toda vez que Ravel resolve usar magia, ele sofre efeitos colaterais que debilitam cada vez mais a sua saúde. 

Disposto a encontrar uma solução para seu problema, o mago parte em uma viajem para a mítica cidade de Al Saheera, afim de encontrar os infames Djins, conhecidos por realizar qualquer desejo que se possa ter. Porém, eles são perigosos e não vai ser fácil enganar um deles. 

Mas está jornada reserva grandes aventuras, e Ravel encontrará mais empecilhos no caminho do que imaginou a princípio. 

Pra quem ama uma boa descrição, você estará bem servido com essa obra. Flávio traz uma riqueza de detalhes impressionante que nos ajudam a entender o universo que ele criou. São tantas informações que é possível ver o excesso de cuidado e trabalho que o autor teve ao compor essa história. 

Ao longo da aventura vivida por Ravel, outros personagens vão surgindo e ganhando destaque. Elfos, orcs, necromantes e outros seres místicos que deixam a obra mais rica ainda, nos deixando curiosos para saber mais sobre cada um.

O próprio Ravel é um mistério a princípio. Mas com o passar das páginas, percebemos que o bom coração do mago é o que o guia a ajudar tantas pessoas ao longo de sua história. Apesar de sofrer sérias retaliações ao usar a magia, ele não pensa duas vezes antes de usá-la em prol de alguma situação. Isso o torna um tanto teimoso?! Com certeza! Mas é o que nos faz apegar ao personagem e torcer para que tudo dê certo. 

O livro contém várias reviravoltas e é cheio de aprendizados ao longo da leitura. A narrativa do autor é fluida, gostosa e bastante imersiva. Você se sente dentro da história, em meio a uma fantasia medieval, louco para desbravar o horizonte ao lado de Ravel e seus amigos. 

Contos de Awnya: Ravel | 426 páginas | Publicação independente

Posts criados 1379

2 comentários em “Contos de Awnya: Ravel – Flávio A. S. Fernandes | Resenha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

O que esperar da 3ª temporada de Sex Education 5 motivos para você ler O Inverno entre Nós A moda presente nos romances de época Autores nacionais para conhecer Um clichê, um livro