Search here...
TOP
editora harlequin resenhas romance de época suzanne enoch

Para casar com o pecado – Suzanne Enoch | Resenha

100 Views

Victoria Fontaine, ou Vixen, é uma jovem rebelde um tanto fútil e sedutora. Ela não aceita que lhe deem ordens e coleciona pequenos escândalos nos bailes e eventos que vai, o que enfurece cada vez mais seus pais, que a querem ver casada e longe deles.

Sinclar Grafton, ou Sin, é um lorde libertino e com uma reputação que lhe precede. Após cinco anos fora do círculo social de Londres, ele volta para tomar o título de seu falecido irmão. E é no baile de lady Franton que essas duas personalidades se conhecem.

O clima sedutor é tanto que Sin e Vixen acabam indo parar nos jardins da casa e trocam um beijo apaixonado, que acaba por arruinar suas vidas. Acontece que eles são pegos no flagra, e os pais de Victoria, cansados de mais um escândalo envolvendo a filha, resolvem que vão casá-la com Sin.

Só que apesar de um beijo tê-los unido, o matrimônio vai ser mais difícil do que eles imaginam. Vixen não suporta a ideia de casar com um homem que mal conhece, e fará de tudo para tornar a vida de Sin um inferno. Mas será que esse homem libertino é realmente assim tão ruim?

Que livro encantador! Eu estava com muita saudade de ler um romance de época e Suzanne não decepciona. Apesar de não ter curtido tanto assim o primeiro livro da trilogia, Para casar com o pecado foi uma grata surpresa.

Vixen e Sin se envolvem muito rápido a princípio, mas a construção deles como casal é lenta e gradual. Eles são completos desconhecidos que se vêm preso a um matrimônio para a vida toda, e até aceitarem essa situação atual, vão passar por altos e baixos.

Vixen sempre foi uma garota que teve seus excessos, seja a sua amizade improvável com antigos pretendentes, ou com seus incontáveis animais de estimação. O fato é que ela nunca teve limites e não é Sin que vai começar a impôr regras a nova esposa.

Já ele é visto como um libertino fanfarrão, mas, na verdade, esconde uma personalidade cínica e muito perspicaz. Sin é um antigo espião da Coroa e está investigando o assassinato de seu irmão, Thomas, que mesmo após dois anos, ainda não teve solução. Se sentindo culpado pelo que aconteceu, ele não irá deixar nada tirá-lo do seu objetivo, mas será que uma certa esposa não merecia também sua atenção?

O suspense e o romance dão o tom a essa história. Temos cenas eróticas bem gostosas também, e algumas muito divertidas. A narrativa da Suzanne é incrível, e me prendeu do início ao fim. Vixen e Sin além de serem carismáticos por si só, também são fofos juntos. É muito legal acompanhar o relacionamento deles tomando forma. Só senti falta de um epílogo, que é algo bem característico nos livros da autora. Mesmo assim, super vale a pena conhecer essa história!

Receba esta aliança #2 | 319 páginas | Editora Harlequin

Victoria Fontaine, ou Vixen, é uma jovem rebelde, frívola e demasiadamente sedutora. Sinclar Grafton, ou Sin, é um lorde libertino, inconsequente e pecaminoso. Pelo menos, essa é a imagem que eles passam para a alta sociedade. Quando a bela Vixen e o charmoso Sin são pegos no flagra num beijo um tanto apaixonado, chocando a nobreza, todos veem uma oportunidade de podar duas personalidades escandalosas de uma vez só… Basta chamar o padre.
Agora, unidos por pura pressão social, ambos tentam fingir que nada mudou e ignorar a atração mútua que sentem. Mas Victoria começa a suspeitar que o marido esconde algo e, quando seu coração começa a ansiar por algo mais que liberdade, ela fica determinada a descobrir tais segredos.

Miriã Mikaely

Sou viciada em livros de romance e adoro falar pelos cotovelos. Tenho um canal no YouTube em que eu compartilho meus surtos literários.

«

»

4 COMMENTS

  • Michelle Lins de Lemos

    Como fã incondicional de romance de época óbvio que esse livro está na wishlist.
    Vixen parece ser divertida, pelo menos antes de casar. Gosto de personagens como ela a frente do seu tempo.

  • Hanna Carolina

    Oi moça, realmente esse foi um romance para nos fazer suspirar. Eu acho que nunca me aventurei em romances de época, mas tenho curiosidade. Que bom saber que a experiência te foi positiva e mesmo com as ressalvas, é um livro que eu leria.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

  • Silvana Crepaldi

    Olá, Mika.
    Faz tempo que não leio um romance de época. Os últimos foram livros da autora mesmo e por coincidência a série que vem depois dessa. Mas já tenho os dois primeiros volumes dessa série e assim que der vou ler ele. Ainda mais depois do seus elogios. Fiquei bem animada.

    Prefácio

  • Lia Christo

    Oi Miriã.
    Essa série já está na minha lista. Eu amo romances de época e gostei muito da outra série da Suzanne, então tenho certeza que vou curtir essa.
    Bjus

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.