Oi! Trouxe mais um livro para a coluna Abandonei sem dó e dessa vez vamos falar de um livro nacional, que infelizmente foi tão bem comentado aqui na blogosfera, mas que na realidade, não foi tão impactante assim. O livro da vez é Sonata em Punk Rock da Babi Dewet.
Do que se trata a história? O livro conta a vida de Valentina Gontcharov, uma menina que ama música e por tocar tão bem, foi aceita na Academia Margareth Vivela, uma das melhores escolas de músicas do país. Ela não tem dinheiro para pagar a bolsa e muito menos sua mãe, assim, ela acaba pedindo ajuda ao pai dela, que a abandonou e por sinal é um grande musicista. Quando ela começa enfim a estudar na escola e viver na Cidade da Música, ela acaba conhecendo Kim, um aluno excepcionalmente bom no piano e filho da diretora da escola. Só que esse cara não é bem flor que se cheire e ora trata mal, ora trata bem Tim, além dela ter que lidar com o fato de que na escola o rock ‘n roll é completamente vetado. Com isso ela precisará descobrir como se adaptar a esse novo mundo e entender como a mente de Kim funciona para começar a entendê-lo.
Em que página você parou? Faz tanto tempo que larguei esse livro que nem me lembro.
O que achou da personagem principal? A Tim é até que uma adolescente legal, com problemas como qualquer outra garota tem, como a falta de dinheiro, a ausência de um pai, enfim. Gostei da personalidade dela que tem tudo a ver comigo e a forma como ela lidou com Kim e suas constantes mudanças de humor. E foi justamente por causa desse carinha que a leitura deixou de ser tão prazerosa. Simplesmente não consegui gostar do cara, achei ele a todo momento mimado e detestável, além de achá-lo muito sem graça e nada a ver com a protagonista, super não shippável.
Por que resolveu abandonar o livro? Além do par romântico da protagonista ser uó, eu não me adaptei ao tipo de narrativa da autora. Ela optou por escrever o livro em terceira pessoa, até aí tudo bem, até porque já li muitos livros assim e não tenho dificuldade alguma de me conectar a história, só que a Babi infelizmente não conseguiu desenvolver bem a narrativa e as passagens de narração de um personagem para o outro. Fiquei muitas vezes confusa em relação a quem estava “narrando” no momento. Também achei que ficou pouco explorado a relação entre pai-mãe-filha da história, acho que poderia ser melhor abordado e muito mais desenvolvido.
Enfim, a leitura não fluiu pra mim. Acho que por ser nacional e ter tido tantas resenhas positivas, acabei me empolgando com a história que acabou se tornando um pouco decepcionante. Ás vezes todo o marketing por trás de um livro não faz jus realmente a história e isso pode acabar deixando o leitor que a compra frustrado.
E aí, algum de vocês já leu a obra e pensa diferente da minha opinião?! Deixe os comentários!
Foto por Como devorar livros
Posts criados 1379

25 comentários em “Abandonei sem dó: Sonata em punk rock – Babi Dewet

  1. Oi Miriã! Que pena que você abandonou o livro, eu ainda não li, mas sempre via resenhas bem positivas sobre a obra.

    estante450.blogspot.com.br (antigo about books and more)

  2. Oi Miriã
    Que chato que você não tenha gostado do livro. Eu confesso que não cheguei a ler esse livro, mas tinha uma certa curiosidade pois a capa me encantou bastante.
    Bem… eu já não tinha tanto interesse assim de lê-lo e acredito que agora não irei colocá-lo na minha lista de próximas leituras mesmo, pois provavelmente não gostarei da leitura.
    Beijos!!
    Abobrinha com Chocolate

  3. Oie Miriã.

    Que pena que você que não gostou do livro =/
    Eu adorei ele e faço parte da blogosfera que ficou indicando ele a torto e direito XP.

    Eu entendo suas considerações e até porque você não gostou do Kim. A Babi coloca na escrita dela tudo o que ela gosta e essa situação do Kim tem muito a ver com os dramas coreanos, então por eu gostar deles não fiquei tão revoltada com o Kim.
    Quanto a relação pai e filha concordo que foi mal desenvolvido, mas por ser um livro com o foco no desenvolvimento dela no conservatório eu até que relevei isso ^^

    Bem, espero que voc~e dê chance para as outras obras da Babi,
    Bjs e boas leituras

    http://www.auniversitaria.com

  4. Oi, Thaty. Infelizmente foi isso, achei a escrita da autora muito chata e com excesso de pontos de vista, o que não funcionou pra mim, ainda assim achei o Kim detestável e como não sou fã de dorama, talvez não tenha entendido o que a autora quis abordar. É uma pena mas não desisti dela, ainda quero ler Sábado a meia noite que há muito tempo anda na minha wishlist.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

O que esperar da 3ª temporada de Sex Education 5 motivos para você ler O Inverno entre Nós A moda presente nos romances de época Autores nacionais para conhecer Um clichê, um livro