Abandonei sem dó: Um amor para Lady Johanna – Julie Garwood

Oi gente! Hoje teremos mais um post da coluna Abandonei sem dó, com um livro que infelizmente acabou não me agradando. Como sou apaixonada por romances de época e esse estava há muito tempo na estante, resolvi ler Um amor para lady Johanna. O problema é que a história simplesmente não conseguiu me cativar. Vamos saber mais do por que?
Do que se trata a história? O livro conta a história de Johanna, uma moça que ficou casada durante três longos anos com um homem muito cruel, onde sofria humilhações e violência doméstica. Após a morte do marido, o irmão dela, Nicholas Sanders resolve casá-la com o líder dos MacBain, Gabriel, um guerreiro escocês e arrogante, mas que conseguirá proteger Johanna das artimanhas do Rei, que deixou bem claro que a moça esconde algo importante sobre ele. A princípio Johanna resiste a ideia mas acaba se casando com Gabriel, mesmo com muito medo dele e de sua força. Ao longo da história os dois vão se apaixonando, porém o Rei pretende eliminar as provas que Johanna tem contra ele, e que por sinal, iremos só descobrir ao longo da trama.
Em que página você parou? Parei na 148 só porque tentei ler muito a história.
O que achou da personagem principal? A princípio eu realmente gostei da Johanna, ela se mostrava uma jovem forte apesar da grande repressão que sofreu do marido, suas atitudes são totalmente respaldadas no livro. O fato dela ir contra Gabriel em várias decisões que ele tomou para com ela também ajudou bastante a eu gostar da personagem. Já o Gabriel também teve seus pontos comigo, o problema é que a maioria de suas atitudes são machistas em relação a sua esposa. Ele não queria que ela fizesse absolutamente nada, nem andar a cavalo a moça podia, e essas constantes brigas que no fim, faziam com que Johanna cedesse ao pedido dele, me irritaram. 
Por que resolveu abandonar o livro? A narrativa do livro simplesmente não funcionou pra mim. Não sei se é porque a tradução estava ruim mas senti que a autora jogou vários acontecimentos na história sem nexo e meio desnecessários, como se ela tivesse apenas preenchendo as páginas. Sem contar que algumas atitudes dos personagens me irritaram, e ora a coragem de Johanna para enfrentar o marido aparecia, ora ela sumia. A moça não conseguia ser firme em seu posicionamento e isso me decepcionou de alguma forma. Tentei levar a leitura pra frente mas não rolou.
E aí, algum de vocês já leu a obra e realmente conseguiu terminar a leitura?
Foto por Leitora Encantada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

26 thoughts on “Abandonei sem dó: Um amor para Lady Johanna – Julie Garwood

  1. Eita!! Acredita que eu ia começar a ler este livro hoje ? rs. Ele ta parado aqui na estante já faz muito tempo e pensei em dar uma chance. Porém não sou de ler romances de época e só de pensar em coisas sem nexo só para encher páginas, já fico com preguiça de ler kkk
    Então vou passar outro na frente dele de novo!
    Amei seu blog,
    Bjs
    http://www.malucadoslivros.com/

  2. Oiii Mika

    A capa é bem linda, mas como não sou muito de romance histórico nem de longe seria o tipo de leitura que me chama a gritos. Odeio atitude contraditória, pra mim ou é ou não é e realmente irrita essa coisa de personagem bipolar que uma hora gosta de chuva e na otra quer que saia sol, se posiciona de uma vez né? Enfim, entendo suas razoes e acho que tá certissima em abandonar sem dó. Tradução ruim ninguém merece também.

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

  3. Oi, Alice. Concordo que se você tem que criar um personagem, tem que deixar ele com um posicionamento certo e não ficar mudando toda hora ele. A chatice dos personagens me irritou muito por causa disso.

  4. Oi, Kamilla. Exatamente isso! Numa hora ela corria atrás para mostrar que não concordava com a decisão dele, mas aí ele vinha com papo e de repente ela já não pensava mais aquilo. Uma decepção.

  5. Mesmo entendendo em que contexto histórico se passava o livro, essas atitudes machistas de personagens homens e de submissão de personagens femininas, realmente nos deixam irritadas.
    Eu via a capa do livro aqui ao lado na sidebar do blog e ficava curiosa pra saber do que se tratava o livro, mas realmente… a gente tem que abandonar sem dó a leitura daquilo que não está nos fazendo feliz.
    Beijo Mika,http://www.apenasleiteepimenta.com.br

  6. Oi Miriã
    Eu amei este livro e estou ansiosa para ler o próximo da autora. Mas entendi seu ponto de vista, de qualquer forma você tem que entender que a personagem é bastante corajosa para a época em questão e ela só tinha 16 anos quando casou pela segunda vez, além de ter apanhado do primeiro marido.
    Abraços,
    Gisela
    Ler para Divertir

@blogcapitulotreze