Elizabeth Hotchkiss precisa se casar com um homem rico, e bem rápido. Com três irmãos mais novos para sustentar, ela sabe que não lhe resta outra alternativa.
Então, quando encontra o livro Como se casar com um marquês na biblioteca de lady Danbury, para quem trabalha como dama de companhia, ela não pensa duas vezes: coloca o exemplar na bolsa e leva para casa.
Incentivada por uma das irmãs, Elizabeth decide encontrar um homem qualquer para praticar as técnicas ensinadas no pequeno manual.
É quando surge James Siddons, marquês de Riverdale e sobrinho de lady Danbury, que o convocou para salvá-la de um chantagista. Para realizar a investigação, ele finge ser outra pessoa. E o primeiro nome na sua lista de suspeitos é justamente… Elizabeth Hotchkiss.
Intrigado pela atraente jovem com o curioso livrinho de regras, James galantemente se oferece para ajudá-la a conseguir um marido, deixando-a praticar as técnicas com ele. Afinal, quanto mais tempo passar na companhia de Elizabeth, mais perto estará de descobrir se ela é culpada.
Mas quando o treinamento se torna perfeito demais, James decide que só há uma regra que vale a pena seguir: que Elizabeth se case com seu marquês.

Romance | 320 páginas | Editora Arqueiro 

Depois de muita enrola, eu consegui ler algum livro dos lançamentos da Julia Quinn, e nada mais justo que começar com Como se casar com um marquês, que era o que eu mais queria ler (e também o que eu tinha no momento). Elizabeth Hotchkiss trabalha como dama de companhia de Lady Danbury, isso mesmo, aquela velha matrona de língua solta que sempre aparecia nos livros dos Bridgertons. Mesmo trabalhando lá, ainda fica muito difícil para Elizabeth conseguir sustentar seus três irmãos sozinha, e quando percebe que está sem opção e não há nada mais para economizar, ela resolve arranjar um casamento. E tudo fica melhor quando ela descobre um livro com um título interessante na biblioteca de sua patroa, Como se casar com um marquês, onde a autora dá dicas para as damas de como se comportarem para conseguir o par que elas quiserem.
Minha autoria

O Marquês de Riverdale é chamado por sua tia para uma emergência na casa de campo dela em Surrey. Aparentemente alguém a está chantageando, e para que eles consigam achar o culpado, ele precisa estar disfarçado, e daí surge James Siddons, o novo administrador de Lady Danbury.

Agora que os dois estão perto um do outro, Elizabeth resolve treinar com James as dicas do tal livro, mas sabendo que nunca poderia casar-se com ele, pois James é tão pobre quanto ela, mas mal sabe ela que seu marquês está mais próximo do que imagina. 
O enredo me encantou, o que já era de se esperar já que estamos falando da Julia Quinn. Algumas resenhas dizem que essa duologia tem mais momentos engraçados que romance, e concordo, eu vi que a autora trouxe mais cenas cômicas a sua obra, o que para mim não foi nenhum problema, mas pode irritar para quem quer um romance mais água com açúcar. 
Minha autoria
Minha autoria
Os personagens são maravilhosos, principalmente Elizabeth que tem uma língua afiada e sempre nos agracia com comentários sarcásticos. James também é divertido, e pela primeira vez, não vi a arrogância que sempre vejo em personagens aristocratas, o que foi um ponto positivo. Lady Danbury é chata como sempre, eu nunca gostei muito dela, mas a achei bastante divertida nesse livro, ainda mais com as interações dela e o gato Malcom.
Senti falta de mais seriedade na obra. Tipo, sei que a autora dá um viés mais comediante a esse livro, mas teve horas que as piadas irritaram e que queria ter visto mais seriedade, mas isso foi bem no finalzinho mesmo, então 90% da obra me agradou. Conheci também Caroline e Blake, protagonistas do primeiro livro e já quero muito ler o livro deles, já imagino que vou dar muitas gargalhadas.
Minha autoria
Como se casar com um marquês é um romance divertido, que traz personagens fofos e encantadores. Julia Quinn mais uma vez nos agracia com uma história de tirar o fôlego e fazer o nosso coração de leitor se apaixonar.
Posts criados 1379

26 comentários em “Como se casar com um marquês – Julia Quinn | Resenha

  1. Oi Miriã, também li esse livro recentemente e adorei. Adoro essas tramas mais engraçadas criadas pela Julia Quinn, dá pontos mais positivos para um romance que poderia se resumir a isso.

    Beijos

  2. Gosto até mais desse do que do primeiro e achei que a Arqueiro arrasou com as capas dessa duologia, estão lindas <3 Romance e comédia caminham lado a lado nesses livro você tem razão e isso me agrada, eu gosto de rir durante a leitura. A chatice de Lady D é o que me faz gostar dela haha e do gato que renderam cenas ótimas. Ótima resenha e já li e amei essa história 🙂

  3. Olá, Miriã.
    Você é a primeira pessoa que vejo falando que não gosta da lady Danbury. Eu amo ela e quis muito ler esse livro só por causa dela hehe. Eu amei esse livro, mas odiei o primeiro. Espero que você goste mais do que eu hehe.

    Prefácio

  4. Oi, Sil. Eu não curtia ela nos outros livros, sabe? Achava ela muito insolente kkk mas nesse livro até que ela foi de boa.
    Vi sua resenha do primeiro livro e isso foi um dos motivos para ter lido o segundo primeiro.

  5. Olá Miriã, tudo bem?
    Já vi muitos livros dela, mas nunca li nenhum.
    Pela resenha ele parece ser um livro bom, as vezes os autores terminam pecando um pouco no final da história rsrs
    Vou começar a ler um romance de época esses dias, espero que eu goste.

    Te espero em meu blog!
    Beijinhos
    Blog | Facebook | Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

Conhecendo termos literários Como limpar seus livros e a sua estante? 5 formas de ler e-books 5 livros com CEO que não são babacas 8 livros para chorar