5 livros que me intimidam

Sabe aqueles livros que te causam um receio enorme ou um temor surreal de ler? Pois é! Cada leitor tem sua própria lista de livros intimidantes e como não poderia ser, eu também tenho a minha, e vim falar justamente dela para vocês.

Orgulho e preconceito – Jane Austen

O aclamado clássico da romancista Jane Austen realmente me dá pavor,  justamente pelo precedente de ser um clássico. Sabe quando você fica com medo de ser a única que não irá gostar do livro? E talvez seja pelo tamanho das páginas que eu fico com mais receio ainda de começar esta história, mas vontade não me falta.

O diário de Anne Frank – Anne Frank

Eu não sinto a menor vontade de ler esse livro, mas acontece que por se tratar de um relato que aconteceu na época do Holocausto, eu fico sempre com a impressão de que esse diário contém cenas muito tristes, e poderiam abalar meu emocional de uma forma que eu não tô afim de saber. É claro que eu criei isso na minha cabeça mas não há quem me faça querer ler essa história.

Os miseráveis – Victor Hugo

Eu já li a versão bem resumida (resumida mesmo) dessa história e gostei muito, ainda mais com tantas reproduções sobre a obra. Mas o número extravagante de páginas – a obra tem 1512 páginas – é o motivo central deu não conseguir me obrigar a ler o original. Não sei o que diabos o autor escreveu pra dar tanta página.

It A coisa – Stephen King

Outro livro que me intimida justamente por seu tamanho de páginas, se bem que este tem um número até menor do que o do item acima. O peso do nome do autor, Stephen King, também me deixa com um pé atrás já que nunca li suas obras e tenho medo de me decepcionar.

Donnie Darko – Richard Kelly

Eu acho esse livro muito macabro, é daqueles que eu não compraria de jeito nenhum em uma livraria. Não sei bem se teria coragem de adentrar nessa história até porque ela é muito confusa, talvez eu não entenda aquilo que o autor quer transmitir, e isso seria muito frustrante pra mim.
Essas são as obras que acho mais intimidantes, mas é claro que tem muitas outras. E quais são as suas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

24 thoughts on “5 livros que me intimidam

  1. Os miseráveis também me intimidava MUITO, o numero de páginas é realmente assustador, mas vale muito a pena, principalmente se você for ler de pouquinho em pouquinho para não cansar =D
    Orgulho e preconceito não tem o que temer, é bem simples na verdade e acho que você vai gostar XD
    Os demais também não li por medo hahaha Mas tenho que deixar isso de lado e superar os medos literários de uma vez por todas, afinal, posso estar perdendo coisas boas =)

    Beijão
    Toca da Lebre
    Universo DC 52

  2. Também tenho algumas, seja pelo tamanho, pela história, por serem clássicos, temos o primeiro em comum, acrescento Jane Eyre, Anna Karenina, O Monte dos Vendavais, Mataram a Cotovia… Entre outros que tenho na estante à espera de coragem para os ler.

    MRS. MARGOT

  3. Oi Mi, tudo bom?
    It já me intimida logo na capa, minha fobia de palhaços nem me permite olhar por muito tempo. Com a estreia do filme e esse troço em tudo que é lugar, pense num pesadelo UHASUHASUHASUHUHASASUH
    Orgulho e Preconceito é maravilhoso, mas lê quando realmente estiver na vibe – tenho certeza que tu vai amar, é bem o tipo de livro que eu sempre vejo resenha positiva por aqui! Sei que ler livro com hype pesada em cima é uma pressão, mas esse vale a pena <3

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    http://www.queriaestarlendo.com.br

  4. Oi, Miriã! Tudo bem?

    Menina da sua lista com certeza tenho em comum com você IT e Os miseráveis. Gente, esses livros enormes assim me deixa sem saber o que fazer. Não gosto de passar muito tempo lendo um livro e nossa… eles são imensos mesmo.
    Não li Anne Frank, mas vi um filme que falava muito dela, foi ele que me despertou interesse em ler (se não me engano, o filme é "Escritores da Liberdade).

    Quero ler orgulho e preconceito, esse não me intimida não. Li A HQ e gostei, então… quero ver só o livro.

    Bjão.
    Diego, Blog Vida & Letras
    http://www.vidaeletras.com.br

  5. Olá, Miriã.
    Adorei a ideia da postagem. Eu tenho receio com alguns clássicos também, mas o tamanho do livro não me intimida. já tamanho de série sim. Quero ler Outlander, mas só de pensar na quantidade de livros já fico desanimada hehe. Orgulho e Preconceito eu gostei bastante, mas ainda prefiro o filme. E o da Anne Frank é um bom livro se você não tiver outra coisa para ler porque confesso que ele é bem chatinho.

    Prefácio

  6. Oi, Mi! Acho que compraria todos esses, menos Miseráveis. Na verdade, tenho O Diário de Anne Frank e It. Anne Frank, não consegui terminar. Enrolei super pra ler e acabei largando. Agora It… Tenha certeza de que é uma boa escolha. Já li outros livros do mestre King e sinceramente, é um dinheiro muito bem gasto. Na minha opinião, né, haha!

    Beijo!
    http://www.controversos.com

  7. Oi, Di. Livros grandes assim são o terror, eu até penso em ler mas caramba, chega dá aquela preguiça. Eu vou ler o livro da Jane ainda, só não sei quando. Me interessei foi pelo Diário de Anne Frank em quadrinhos, acho que suporto ler.

  8. Oi Miriã
    Orgulho e preconceito eu já li 4 vezes e ainda quero mais, no natal ganhei a versão gráfica da minha filha (mas ainda não li), acho que você não deve ser preocupar em não gostar, já conversamos aqui em outra postagem que tem livros super famosos que não gostamos, pois gosto é algo inteiramente pessoal. A Diário de Anne Frank é realmente muito triste, não tem como fugir disso, mas é outro livro que merece a leitura. Os outros também não li.
    Abraços,
    Gisela
    Ler para Divertir

  9. Oi, Sil
    Eu também gostaria muito de ler Outlander mas é o tamanho da série que me deixa com aquele pé atrás. Eu acho que O Diário de Anne Frank seja realmente chato, mas é emoção que ele passa pra gente né? Ao menos é isso que sempre leio nas resenhas heuhe vou dar uma olhada.

  10. Depois quero saber sua opinião, mas não se preocupe que não sou daquelas que que massacram quem não gosta de seu livro "preferido". Eu amo tanto este livro que abaixei todos os filmes e séries já produzidos deste 1950.

  11. Oi, Adri
    Eu acho Shakespeare um autor superestimado demais. Só porque ele é famoso não quer dizer necessariamente que é bom sabe? Já não compro a história de Romeu e Julieta porque eles tem apenas 13 anos de idade quando se apaixonam, é meio "fantástico" demais a peça.
    Beijos

@blogcapitulotreze