Um conto tão antigo como o tempo: ela precisa de um local para ficar, ele é um cara rabugento com um segredo e um quarto extra… Será que o amor consegue se instalar?
Morando no porão do seu pai superprotetor, a acanhada Belle vive sua vida através dos livros. Ser parte do ‘The Naughty Princess Club’ é a primeira aventura que teve, além disso, ela precisa desesperadamente de dinheiro para salvar um dos seus lugares preferidos: a biblioteca local.
Mas quando suas novas amigas e parceiras de negócios acabam fazendo com que ela seja expulsa da casa do pai, Belle é resgatada pelo ríspido Vincent “Fera” Adams que a convida para ficar em sua casa até que ela consiga colocar a vida nos trilhos. Apesar da atitude dele e da longa lista de regras, o coração de Belle começa a acelerar para aquele homem musculoso com tendências a rosnados, e passa a ver um lado gentil dele que não estava lá antes.
Mas tem um quarto que a Fera mantém trancado e a intuição de Belle diz que ele está escondendo algo… Será que uma bibliotecária nerd consegue domar a fera ou o romance deles terminará antes mesmo de ter a chance de florescer?

Romance, chick-lit | 180 páginas | Editora Swerve 

Seguimos então acompanhando mais uma amiga que compõe o The Nauthy Princess Club, dessa vez a doce e tímida Belle. Depois do final feliz de Cindy, Belle acredita que chegou a hora de viver seu contos de fadas, mas se depender da sua sorte, isso está longe de acontecer. A biblioteca que gerencia e que trabalha por longos nove anos está perto de fechar por falta de recursos, esse é um dos motivos que a levou a entrar na ideia de Ariel e abrir uma empresa de stripper a domicílio. Só que Belle ainda não fez sua estréia no meio e não tem dinheiro suficiente para salvar o lugar que tanto ama. Para piorar, seu pai que tem a mente fechada para suas amigas e ainda age como um pai super protetor com Belle, acaba discutindo com ela por causa de suas decisões e ela termina expulsa de casa.
Bem, Belle já tem 25 anos e já era hora de sair da asa do pai, né? Mas para onde ir? A ideia inicial é ficar um tempo na biblioteca, já que suas amigas estão passando por momentos delicados em suas vidas neste momento e Belle não quer ser mais um peso a elas. Só que Beast, ou melhor Vicent, o segurança mal humorado da Charming’s, um clube de stripper, acaba sabendo da situação de Belle e resolve acolhê-la em sua casa. 
Belle fica desconfiada mas sem ter opção, acaba aceitando a ajuda de Vicent. Enquanto ela estiver lá, todos os cantos da casa estão acessíveis, exceto um quarto que está constantemente trancado e que ninguém pode entrar. Enquanto ela tenta sair de sua concha para conseguir enfim começar a dançar e ganhar dinheiro com isso, a aproximação entre ela e Beast vai de fria a quente a todo momento. Só que há algo em Vicent que intriga Belle e ela fará de tudo para revelar todos os seus segredos.
In the bed with the beast continua com a narrativa divertida e dinâmica da Tara. Já indiquei as obras dela, mas indico novamente para você que quer ler algo divertido, leve e cheio de empoderamento feminino. Eu já tinha me interessado de cara pela Belle porque adoro personagens nerds e introvertidas, e a forma como ela se desenvolve é bem legal na trama. Com a ajuda de Cindy e Ariel, mas principalmente de Vincent, Belle passa a descobrir a si mesma e a tomar suas próprias decisões. De modo geral, a personagem é fofa e é impossível não gostar dela.
Vicent me deixou com um frio na barriga. Não sabia bem o que esperar do personagem, não sabia como a Fera iria ser desenvolvida em sua personalidade, mas adorei o que a autora criou. E até eu achava que não teria nenhum plot interessante ao longo da trama, acabei me surpreendo positivamente. Não é aquilo tudo, mas dá uma mexida na leitura e deixa a gente animado com o final.
Eu achei esse livro mais curto que o primeiro, mas igualmente hilariante. A narrativa da Tara é sempre tão alto astral que de cara a gente sente que vai se divertir do início ao fim. Não tem tantas interações entre a personagem e suas amigas, acho que isso acontece porque Cindy já teve seu final feliz e Belle passa muitos momentos com Vincent, então as interações que tanto teve no primeiro livro (até para desenvolvimento da amizade entre elas) não foi o foco, mas nem por isso foi um problema. Já estou lendo o livro da Ariel e imaginando como a autora vai desenvolver toda a história.

In the bed with the beast continua tão engraçado quanto o primeiro e conseguiu entregar tudo aquilo que eu esperava lendo a história. Uma ótima continuação e com certeza prelúdio de mais um livro leve e incrível da Tara. 
Posts criados 1379

4 comentários em “In the bed with the beast – Tara Sivec | Resenha

  1. Olá, Miriã.
    Eu fiquei muito interessada nessa série. Já li um livro da autora e gostei muito e ainda amo uma releitura. Mas fui pesquisar o preço e está custando os olhos da cara por isso vou ficar só na vontade hehe.

    Prefácio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

O que esperar da 3ª temporada de Sex Education 5 motivos para você ler O Inverno entre Nós A moda presente nos romances de época Autores nacionais para conhecer Um clichê, um livro