Espere o inesperado. É o que dizem, mas é mais fácil falar do que fazer.
Como esperar uma mudança tão grande que afeta todo o seu mundo?
Como se preparar para um acontecimento que transformará você para sempre?
Uma respiração.
Um segundo.
Um minuto.
Uma hora.
Um dia por vez, e você aprende a viver com sua realidade inesperada.

Realidade inesperada é aquele livro clichê com pai solteiro que tinha tudo pra ser maravilhoso, mas que infelizmente cai em alguns problemas de desenvolvimento.

Ridge Beckett é um cara que gosta de curtir a vida sem complicações. Uma noite após um longo dia de trabalho em uma cidade vizinha, ele e seus amigos saem para beber e é lá que Ridge conhece Melissa.

Melissa acaba de perder os pais e está precisando esquecer sua situação atual, é por isso que ela aceita sentar ao lado de Ridge e seus amigos. Uma coisa leva a outra e ambos acabam passando a noite juntos em um quarto de hotel, mas pouco antes do amanhecer, Melissa vai embora sem deixar vestígios.

Meses se passam e Ridge ainda continua pensando naquele caso de uma noite. Até que ele volta para assombrá-lo quando voltando de mais um dia de trabalho, ele vê um carro caído na estrada. Desesperado para salvar a pessoa que está presa ali, Ridge chama a ambulância e os paramédicos para fazer o resgate, e vai com eles direto ao hospital.

Qual foi sua surpresa saber que a garota do acidente se tratava de Melissa, a quem não via há quase oito meses, e que pasmem, estava grávida, e que provavelmente ele é o pai da criança!

A dura realidade do que aconteceu pega Ridge de surpresa, e agora ele precisa se preparar para ser pai. Mas a vida reserva muito mais para ele quando Melissa precisa fazer o parto as pressas e acaba falecendo poucas horas depois, deixando Ridge sozinho com um bebê recém nascido.

Como falei, eu gosto desse tipo de história porque apesar de ser clichê, sempre nos reserva emoções. E aqui não foi diferente. Os primeiros capítulos em que Ridge descobre ser pai são intensos, ainda mais após a morte precoce de Melissa. Essa parte da história me emocionou bastante e me fez até chorar um pouco, eu confesso. Mas o que me incomodou aqui são os outros arcos que a autora traz na trama. Você sente que ela jogou alguns personagens no início só para trazerem treta no final da trama, e eles são tão desnecessários e as picuinhas que trazem tão pequenas, que eu realmente não entendi pra que que estavam ali.

Os acontecimentos também são óbvios demais, o que me lembrou muito de outra história parecida. Além disso, os personagens se envolvem romanticamente muito rápido. Eu estava ansiosa para saber quando Kendall iria surgir na vida de Ridge e o pequeno bebê Knox, mas é ela só aparecer que o cara já se vê apaixonado, sendo que eles tem pouquíssimas interações a princípio que motivem essa reação instantânea. Um contraponto a isso, é que quase não temos cenas quentes. A autora traz um slow burn em que os personagens apesar de se envolverem rápido, vão ter interações na cama somente no final.

Infelizmente eu esperava bem mais de Realidade inesperada. Eu achei que esses pontos poderiam ser melhores trabalhos, mas confesso que estou animada para os outros livros da série porque os personagens são cativantes e imagino que suas histórias tenham plots interessantes. Indico o livro para quem precisa de uma leitura leve, emocionante e rápida.

Unexpected Arrivals #1 | 341 páginas | Editora AllBook

24 anos. Ama escrever e falar pelos cotovelos.
Posts criados 94

5 comentários em “Realidade inesperada – Kaylee Ryan | Resenha

  1. Oi Mika,
    eu vi você falando desse livro num storie e fiquei tão chocada com o enredo que na hora queria ler. Agora lendo a resenha com mais paciencia fiquei passada em como o enredo do livro foi bem escrito e estruturado. Simm, ainda pretendo ler mais me senti tão tocada pelo livro, que acho que vou deixar para ler mais pra frente.

    Beijoss, Enjoy Books

  2. Adorei suas fotos e a resenha!
    Não conhecia a autora, mas adoro romances cheios de reviravoltas e eu fiquei sem ar só pela premissa, deve ter mesmo muitas emoções. Pena que não foram totalmente trabalhadas e nem atingiram suas expectativas, mas espero que os próximos da série te agradem muito.
    Ps: Achei seu blog aleatoriamente enquanto comentava em blogs que eu sigo e adorei porque eu já te acompanho no youtube hahaha amo suas indicações. Eu li um livro que você indicou uma vez (um conto na verdade) chamado Sob o mesmo Teto da Mari B. Maia e eu ADOREI, recentemente a maioria dos livros da autora estavam gratuitos na amazon e eu já comprei todos pra ler no kinde depois.

    Também falo sobre livros na internet. Tenho o blog há alguns anos porém só depois da pandemia eu acabei trocando de nicho que antes era moda e agora passou a ser de conteúdo literário nas redes porque ler é tudo que eu tenho feito hahahah. No insta já estou falando ha um tempinho, mas o blog eu reativei há pouco tempo e vou trazer o mesmo conteúdo pra ele <3
    http://www.nandadoria.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

Conheça os contos de Blackout Review: Um amor desastroso Review: A maldição do mar Como escrever boas resenhas de livros? As bebidas mais citadas nos romances de época