Julho foi um mês bem difícil pra mim. Li bastante livros? Sim, mas mesmo assim senti que algumas leituras foram verdadeiros desafios para mim. Estou saindo de uma ressaca literária daquelas e dando continuidade a muitos livros que comecei mas que ainda não havia terminado antes, por isso o saldo de leituras do mês foi positivo. Ainda não trouxe todas as resenhas para cá, mas vou dar uma breve opinião abaixo sobre algumas obras que foram relevantes no mês. As demais que já foram postadas, você encontra no link abaixo.

Os padrinhos foi a minha melhor leitura do mês porque é uma comédia romântica clichê que aqueceu meu coração e me ajudou muito no começo do mês, ainda mais porque a narrativa é super envolvente e os personagens muito fofos. É aquele tipo de livros que eu amaria ver na Sessão da Tarde.

Dear Enemy também me surpreendeu bastante positivamente. Eu esperava mais um livro de enemies to lovers, e consegui ver uma sensibilidade incrível na narrativa e personagens cativantes, que enfrentam problemas reais e que com certeza conquistaram meu coração.

Como se não houvesse amanhã foi um livro bem interessante. Eu gostei mas eu achei que a mensagem que a autora vende, que o amor supera tudo, é uma imagem errada e que nos vende a ideia de que tudo bem aceitar tudo o que a outra pessoa nos causa em nome do amor. Sem contar que a protagonista é apática em vários momentos, e isso me estressou bastante. Mas tem uma mensagem importante que é o grande plot da trama, e isso realmente foi legal.

O segredo de Jake só não me deixou mais encantada porque eu não consegui me conectar com os personagens, e eu acho que isso se deu por causa do momento que estava fazendo a leitura. E eu também já suspeitava do segredo do protagonista, mesmo assim eu gostei bastante da leitura, pena que a ressaca acabou um pouco com a minha experiência.

Jogos de amor entrou naquela lista de livros que eu tinha começado, mas que não tava fluindo por causa da ressaca. Graças a Deus eu pude continuar e foik uma leitura ótima. Eu amei o Henrique e a fofura dos personagens, além das cenas quentes. É aquele livro ótimo para qualquer momento.

Confira as resenhas dos livros:

Começos Sórdidos

The revenge pact

Nenhum príncipe

Como se não houvesse amanhã

24 anos. Ama escrever e falar pelos cotovelos.
Posts criados 98

5 comentários em “Resumo do mês: Julho

  1. Olá, Miriã.
    Eu acompanhei suas leituras lá no Instagram e dos que você leu eu quero muito ler Os Padrinhos e Jogos de Amor que ainda não li nada da Luiza.

    Prefácio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Procura algo? Digite aqui e clicle em enter para pesquisar. e ESC para sair

A moda presente nos romances de época Autores nacionais para conhecer Um clichê, um livro Conheça os contos de Blackout Review: Um amor desastroso